Boa tarde, leitores. No Café com Leitura de hoje vou indicar o livro que tem grandes chances de ser minha melhor leitura do ano. “Greenwich Park”, por mais incrível que possa parecer, é o livro de estreia de Katherine Falkner.


Sem a famosa pergunta “quem é o assassino?” que costuma permear quase todos os livros de suspense, o que a autora apresenta é um thriller original, moderno, completamente fora dos clichês, cheio de reviravoltas, com um final que surpreende até os mais ávidos e experientes leitores de mistério.

A trama principal se baseia na amizade entre Hellen, Serena e Kate. Hellen é casada com Daniel e está grávida; Serena é sua cunhada, esposa de Rory e também espera um bebê; Kate namora o irmão mais novo de Hellen, Charlie. A vida do grupo de amigos era perfeita, até que uma nova amiga, Rachel, aparece.

Hellen e Rachel se conhecem no curso para grávidas. Com Daniel sempre trabalhando, Hellen encontrou na nova amiga a companheira ideal para suprir sua solidão. Mas, qual o real interesse de Rachel nos amigos, negócios, na casa e na família de Hellen? O que há por trás dessa amizade inusitada entre duas mulheres tão diferentes? Paralelo a isso, temos a cobertura jornalística que Kate faz de um caso de estupro que, aparentemente, não tem nenhuma relação com a vida do grupo de amigos. Aparentemente…

A leitura avança e nenhum crime de fato ocorre. O mistério está na vida entrelaçada de cada um dos personagens. Num simples toque ou olhar entre os personagens o leitor percebe que todos parecem carregar segredos e mentiras a serem revelados. Toda a narrativa parece uma bomba prestes a explodir.

Os personagens carregam complexidades e grandes cargas emocionais que deixam tudo mais intenso. A ingenuidade de Hellen que, na sua solidão e insegurança, permite que uma estranha invada sua vida; a exuberância e autenticidade de Serena, que parece despertar a inveja da cunhada; os maridos, que além de amigos são sócios no negócio da família; a curiosidade de Kate em relação ao passado do grupo; o irmão mais novo problemático. O amaranhado de relações vai prender o leitor numa teia de mistério eletrizante.

O final é completamente imprevisível! Todo mundo carrega um segredo. Alguns são descobertos e explodem causando estragos, outros, nunca serão revelados.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  +  88  =  90