Prefeito de Divinópolis ignora pandemia da covid-19 e manda batalhão de fiscais para as ruas; mercadorias de ambulante são aprendidas (vídeo)


Mais uma vez, a exemplo do que fez com os moradores dos residenciais populares, Jardim Copacabana, Elizabeth Nogueira e Vila das Roseiras (veja matéria), a administração do prefeito Gleidson Azevedo ignorando os aspectos sociais e de sobrevivência que a pandemia da covid-19 está impondo aos cidadão, fazendo-os chegar a disputar ossos e lixo, colocou nas ruas de Divinópolis um batalhão de fiscais de posturas, que está atuando desde o início desta semana, e nesta quinta-feira (21) ao apreender  as mercadorias do vendedor ambulante Edson Silveira Silva Junior, teve a atuação dos fiscais registrada em vídeo – O vendedor ambulando foi obrigado a ir para as redes sociais e criar uma vakinha  para poder pagar a multa e recuperar seus produtos.

Veja o texto e o link da vakinha (se puder colabore)

“Oi pessoal , me chamo Edson Silveira Silva Junior, tenho 24 anos , trabalhava atualmente com a minha banca na rua no centro de Dovinopolis , infelizmente hoje dia 20 de outubro a fiscalização de Divinópolis apreendeu todo o meu material de trabalho me impedindo de trabalhar e continuar a ganhar meu pão de cada dia , peço uma colaboração de todos vocês pra poder recuperar minha mercadoria , tenho que pagar uma multa de 800,00 e não tenho condições nenhuma de poder pagar , Deus abençoe”.

10 comentários em “Prefeito de Divinópolis ignora pandemia da covid-19 e manda batalhão de fiscais para as ruas; mercadorias de ambulante são aprendidas (vídeo)

  • 22 de outubro de 2021 em 15:20
    Permalink

    Pior é o dinheiro indo pro ralo… Investiga os alugueis que a prefeitura vez esse ano… Muitos locais depedrados e fechados… Só alugou por causa do acordo eleitoral… Alguns ultrapassam os 5 mil por mês… Fora nneeeeeee Janete

    Resposta
  • 22 de outubro de 2021 em 09:32
    Permalink

    KKKKKKKKKKKK..TEM IMBECIL AI FALANDO DE BOLSONINHO….O QUE TEM HAVER?????VAI CHUPAR PREGO

    Resposta
  • 22 de outubro de 2021 em 09:31
    Permalink

    O QUE A PANDEMIA TEM HAVER COM A FISCALIZAÇÃO? NADA…AGORA, ESTE PESSOAL QUE ESTA NAS RUAS DE FORMA IRREGULAR, SE QUISER TRABALHAR, FAÇA IGUAL AOS QUE JÁ ESTÃO REGULARES E TEM DESPESAS TODO MÊS COM SEU NEGÓCIO…NÃO É JUSTO ALGUÉM ENTRAR DE FORMA IRREGULAR PARA ATRAPALHAR A VIDA DE QUEM JÁ ESTA CUSTANDO A DAR CONTA…FIM PARA ESTE CAMELÔS IRREGULARES, QUE TOMAM CONTA DA CALÇADA.

    Resposta
  • 21 de outubro de 2021 em 20:04
    Permalink

    Canalha! Fora corja de Azevedos….. Os servidores públicos não tem culpa, estão cumprindo ordens do prefeito e se não cumprir são penalizados por desobediência…

    Resposta
    • 21 de outubro de 2021 em 22:47
      Permalink

      Esses bosta típicos bolsominion idiotas, o povo tá passando fome, revirando lixo. Esse bozo moeu nosso país e pra piorar a situação vem 3 palhaços para o política de divinopolis fazer essas dancinhas ridículas e prestar apoio ao bozo. Pelo amor de Deus seus moleques vão estudar.

      Resposta
    • 23 de outubro de 2021 em 14:20
      Permalink

      TEM QUE REGULARIZAR ESSE PESSOAL DA RUA,MAS COMO ESTÁ CHEGANDO O NATAL OS FISCAIS TEM QUE GARANTIR O DECIMO TERCEIRO DELES,IGUAL A SETRANS,SO MULTAS .

      Resposta
  • 21 de outubro de 2021 em 19:38
    Permalink

    Esse prefeito e administração só sabe penalizar as pessoas. Fora administração incompetente…

    Resposta
  • 21 de outubro de 2021 em 19:31
    Permalink

    Prefeito e vice sem projetos de trabalho fazem é isso mesmo. Virgem mãe 😅

    Resposta
    • 21 de outubro de 2021 em 20:51
      Permalink

      Acreditar nesta política brasileira , é a mesma coisa que acreditar em papai Noel, saci Pererê, cambada de canalhas, fdp mesmo

      Resposta
  • 21 de outubro de 2021 em 19:29
    Permalink

    Prefeito e vice sem projetos fazem e isso mesmo. Virgem mãe 😅

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

1  +  3  =