Deputado Cleitinho Azevedo (CDN) se arrepende de votação com a esquerda (PT), pede perdão e volta para linha de Bolsonaro, contra Ideologia de Gênero (vídeos)


O deputado estadual Cleitinho Azevedo (CDN) em dois momentos na tarde desta terça-feira (14), um ao lado do deputado aliado de Bolsonaro, Bruno Engler (PRTB) e outro ocupando a  Tribuna da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) pediu desculpas por ter votado favoravelmente ao Projeto de Lei 2.316 de autoria do deputado André Quintão (PT) que, se sancionado pelo governador, determina a imposição de sanções as empresas que pratiquem atos discriminatórios por sua orientação sexual, ou seja, um projeto que envolve a Identidade de Gênero, a orientação sexual de uma pessoa que biologicamente nasce homem ou mulher, mas se diz mulher ou homem, que popularmente foi carimbado como Ideologia de Gênero. O fato é que, o parlamentar com forte base eleitoral em Divinópolis e região, votou no dia 2 de setembro favoravelmente ao projeto, e hoje após pedir perdão pelo voto, afirmou também não dominar o assunto – E ao término de sua fala pediu que o Governador de Minas não sancione a lei, e vete o projeto – As pessoas que assistiram os dois vídeos do deputado Cleitinho Azevedo, avaliam que ele ficou desesperado com a reação da direita nas redes sociais, e que agora com o seu novo posicionamento ele irá suscitar a ira na esquerda – A posição do deputado Cleitinho Azevedo, leva a ilação de que ele não vota segundo suas convicções políticas e ideológicas e sim o barulho das redes sociais, do que pode lhe render votos  nas urnas. 

 

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

51  −  45  =  

PODCAST: escuta essa!!