Internações por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) em Divinópolis seguem aumentando


A síndrome respiratória aguda grave (SRAG) é identificada em pessoas com síndrome gripal que apresente o seguinte quadro: dispneia e/ou desconforto respiratório ou ainda uma pressão persistente no tórax, além de uma saturação de oxigênio menor que 95% em ar ambiente ou coloração azulada dos lábios ou rosto. Em crianças além dos sintomas e indicações anteriores, observam-se também os batimentos de asa de nariz, cianose, tiragem intercostal, desidratação e falta de apetite.

Este ano (2020) observou-se um aumento expressivo de hospitalizações por SRAG em Divinópolis em relação a 2019, o que pode ser explicado tanto pelo aumento das internações em decorrência da COVID- 19 quanto ao aumento das notificações dos casos pela rede hospitalar pública e privada.

Dos 492 casos de SRAG hospitalizados até a semana epidemiológica número 33, que foi do dia 9 até o dia 15 de agosto, 282 casos, que corresponde a 57,3% ficam em tratamento intensivo em U.T.I

Número de hospitalizações por SRAG por unidade de saúde de internação e internação em UTI

A maioria das hospitalizações por SRAG foram de residentes em Divinópolis (59,3%). Das 492 hospitalizações, 297 (60,4%) evoluíram para cura, 128 (26,0%) foram a óbito e 2 (0,4%) foram transferidos para outro município. 65 pacientes (13,2%) continuam hospitalizados.

Número de hospitalizações por SRAG por município de residência e evolução, Divinópolis, 2020

Até a Sema na Epidemiológica 33, dos 492 casos de SRAG notificados, um caso (0,2%) foi confirmado para influenza, um caso (0,2%) teve SRAG por outro agente etiológico, 205 casos (41,7%) foram confirmados para COVID-19 e 261 casos (53,0%) foram classificados como SRAG não especificado, isto é, casos de SRAG em que os testes laboratoriais realizados foram negativos (exames realizados por convênio ou particular testados apenas para COVID-19 e alguns testes realizados na FUNED/BH ainda aguardam resultados para Influenza). 4,9% dos casos (24) ainda aguardam resultado laboratorial.

Casos de SRAG por classificação final, Divinópolis, 2020

Dos 205 casos de COVID-19, 189 (92,2%) foram confirmados por critério laboratorial e 16 (7,8%)
por critério clínico-imagem.

 

Dos 205 casos confirmados para COVID-19, 122 (59,5%) evoluíram para cura, 53 (25,9%) foram a
óbito, 28 (13,7%) continuam hospitalizados e 2 (0,9%) foram transferidos para outro município.

 

 

EM CONSEQUÊNCIA DO PERÍODO ELEITORAL OS COMENTÁRIOS ESTÃO SUSPENSOS

PODCAST: escuta essa!!