Centro-Oeste registra 70 mortes por Síndrome Respiratória Aguda Grave; Internações aumentaram em 932%


Nesta segunda-feira (29) a Secretaria Municipal de Saúde de Divinópolis (Semusa) divulgou a relação das internações, em hospitais da cidade, por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Em comparação com o mesmo período de 2019, houve um aumento expressivo de 932% de hospitalizações, passando de 25 para 258 casos, neste ano.

De acordo com a Semusa, o salto de casos pode ser explicado tanto pelo aumento das internações em decorrência da Covid-19, quando ao aumento das notificações dos casos pela rede hospitalar pública e privada.

Dos 258 casos de SRAG hospitalizados, até o momento, 166 (64,3%) ficaram em Unidade de Tratamento Intensivo (UTIs) do município. E, 70 pacientes foram a óbito, cerca de 27,1%, os demais evoluíram para a cura. Sendo 61,2% desses pacientes residentes de Divinópolis.

Ainda segundo o relatório da Semusa, do total de casos, um foi confirmado para influenza, um caso teve SRAG por outro agente etiológico, 78 casos foram confirmados para Covid-19 e 162 casos foram classificados como SRAG não especificado.

COVID-19

Conforme divulgado pela secretaria, 78 pessoas testadas para a Covid-19 precisaram ser internadas em Divinópolis. Desse total, 17 pacientes foram a óbito (21,8%), 13 continuam hospitalizados (16,7%) e 48 evoluíram para a cura, cerca de 61,5%.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!