Câmara de Divinópolis vota denúncia de infração política administrativa contra Diego Espino; um vai perder, e o outro vai ganhar, com interferência do prefeito


Após o vereador Flavio Marra ter denunciado o também vereador Diego Espino, por quebra de decoro parlamentar querendo a cassação do seu mandato,  enumerando diversos episódio que envolveu Espino, o plenário da Câmara de Divinópolis se manifestará na reunião ordinária que acontecerá amanhã, terça-feira (12), votando a favor ou contra a denúncia de infração política administrativa. Com a interferência direta, mas subliminar do prefeito Gleidson Azevedo.

A desavença dos dois é antiga, e começou, segundo fonte do Divinews, de forma subliminar por causa de uma disputa de qual dos dois é mais próximo da família Azevedo, já que ambos tem um perfil governista, um mais,  Diego Espino, e outro menos Flávio Marra, que há alguns dias em defesa da causa animal ao fazer uma denúncia de preço superfaturado de ração, ensaiou passar para a oposição – Foi confidenciado ao Divinews que, a família Azevedo, leia-se o prefeito, Gleidson o vereador, Eduardo e o deputado, Cleitinho é contra que a câmara vote a admissibilidade de uma investigação contra Espino.

A base do Governo, que vota com ele em qualquer situação, e que é formada pelos vereadores Zé Brás, Wesley Jarbas, Ney Burguer, Ana do Quintino, Edsom Sousa, que também é líder do prefeito na Câmara. Somado aos votos de interesses políticos que visam a Presidência da Câmara ao final de 2022, supondo que o tem votos para influenciar tal resultado, neste cenário estão os vereadores, Kaboja, Rodyson e o próprio Edsom. Enfim, todos deverão votar contrário a admissibilidade.

Os demais votos, é uma incógnita, embora, exista a previsão de que o vereador Roger Viegas, que ultimamente tem se aproximado bastante do Governo, também possa votar contrário a tal admissibilidade, formando com isso a maioria de 9 votos. Caso contrário, pode dar empate de 8 x 8, com isso o o vereador e presidente da Casa, Print Junior terá que dar o voto de minerva. Contudo, é um cenário também improvável, pois a grande maioria tem avaliado um perigo tal situação. Que abrirá um precedente,  para outros pedidos ocorram no futuro.

Um comentário em “Câmara de Divinópolis vota denúncia de infração política administrativa contra Diego Espino; um vai perder, e o outro vai ganhar, com interferência do prefeito

  • 11 de abril de 2022 em 21:39
    Permalink

    Eles podem até votar contra a abertura de investigação, mas isso só prova o quanto a tal política é podre. Se as atitudes desse parlamentar não forem consideradas, será o maior tapa na cara de todos que a população já tomou. Se depender dos Azevedos, as atitudes dele são coisas normais, pois eles conseguem fazer pior e com mais frequência. Vai ser a prova viva nessa Câmara municipal pode ter tudo, menos ética e moral.

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

38  +    =  47