Morte de segurança em Divinópolis repercute na imprensa nacional


O site BHAZ, o Estado de Minas, Hugo Gloss, o Jornal O Tempo, além do Metrópole, todos de alcance nacional, tem repercutido nas ultimas horas a morte do segurança Edson Carlos, na noite de sábado (25), golpeado com um soco inglês por Pedro Lacerda durante um evento que ocorreu no Parque de Exposições da cidade. O autor se encontra preso preventivamente no presidio Floramar, por decisão do Juiz Mauro Riuji Yamane. Ele transformou a prisão em flagrante para prisão preventiva.

A morte do segurança tem gerado forte mobilização nos comentários das páginas e protestos nas redes sociais e nas ruas, de coletivos que pedem #JustiçaporEdson. Na tarde desta segunda-feira (27), outro ato já está marcado por volta das 13 horas, na porta da Delegacia Regional da Polícia Civil, em Divinópolis.

Desde a madrugada em que aconteceu o crime, na internet e presencialmente, muitos tem se mobilizado para fazer com que a ocorrência e a decisão judicial não seja suavizada e que a lei seja aplicada no seu máximo rigor, que foi homicio e não lesão corporal. Segundo a PC, o inquérito está em andamento desde domingo (26) e um laudo deverá sair  em até 10 dias para dar andamento nas investigações.

O Divinews segue a acompanhar o caso e trará mais detalhes dos próximos desdobramentos.

 

 

 

Por: Vinícius Xavier

3 comentários em “Morte de segurança em Divinópolis repercute na imprensa nacional

  • 28 de setembro de 2021 em 21:00
    Permalink

    Esse excremento humano tem de mofar no esgoto da cadeia pro resto da vida.
    Mas esses tais “coletivos’ esquerdopatas subirem no caixão da vítima pra fazer política é vergonhoso. Então se a vítima fosse branca, parda ou amarela, o assassino não deveria ter um tratamento rigoroso da lei? Só quando a vítima for negra? Que absurdo. Isso é racismo.
    E são esses mesmos grupelhos de esquerda que vivem a defender bandidos de todo naipe e afrouxamento penal e liberdade para corruptos. São hipócritas.

    Resposta
  • 27 de setembro de 2021 em 14:50
    Permalink

    Se a justiça não punir e aplicar a lei, este vagabundo está pronto pra outra.

    Pena, é de morte para esse luxo humano.

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

64  +    =  65

PODCAST: escuta essa!!