Divinópolis: vídeo do momento da prisão de Pedro Lacerda após a morte do segurança agredido por ele


Inicialmente, o Divinews esclarece que não está atrás de likes em redes sociais e apenas realiza seu trabalho jornalístico em busca dos fatos. E que crimes cometidos, não importam a dimensão e quem está envolvido (autores), independentemente de classe social e prestigio, não fiquem impunes.

Por isso desde a madrugada deste domingo (27), publicamos a série de matérias sobre o caso, de um homem negro que estava trabalhando e foi covardemente agredido por um homem branco com um soco inglês.

Por que motivo alguém leva um soco inglês para uma festa? Por que motivo Pedro Lacerda, como lutador que é, desferiu um golpe mortal – que alguns dizem ser na cabeça, e outros afirmam ter sido no pescoço?

Segundo praticantes de artes marciais, esse tipo de golpe é mortal, por que esmaga a traquéia e dificulta a respiração e pode até levar a óbito, como lamentavelmente ocorreu na noite de sábado (26), no Parque de Exposições.

 

Leia a seguir matérias complementares sobre o caso

 

Agressão em evento no Parque de Exposição acaba em assassinato (veja imagem)

BO da PMMG relata dinâmica oficial da morte do segurança no Parque de Exposições, em Divinópolis; “Fiz, por que quis”, teria dito o autor Pedro Lacerda

Divinópolis: Familiares definem local de velório e sepultamento do Segurança morto com soco inglês no Parque de Exposição

Policia Civil (PCMG) ratifica prisão em flagrante de Pedro Lacerda, por lesão corporal; ele está no Presidio Floramar

 

Veja abaixo o momento em que Pedro é preso

 

13 comentários em “Divinópolis: vídeo do momento da prisão de Pedro Lacerda após a morte do segurança agredido por ele

  • 27 de setembro de 2021 em 09:52
    Permalink

    Alguns estão confundindo o ato deste vagabundos como um ato rascista e não é, se fosse um segurança branco iria estar no chão também, que este assassino pegue 30 anos de cadeia!

    Resposta
    • 30 de setembro de 2021 em 10:34
      Permalink

      Julgar é fácil, difícil é aceitar a verdade dos fatos.

      Resposta
  • 27 de setembro de 2021 em 08:44
    Permalink

    Uma pessoa que sai de casa para uma festa e leva um soco inglês, não esta procurando diversão, difícil até de ter defesa.

    Resposta
  • 27 de setembro de 2021 em 07:35
    Permalink

    Ta parecendo que estou lendo notícias dos EUA: homem branco mata homem negro…que isso Geraldo….para com isso! Será que toda matéria vai ter isso agora? Vamo parar de ficar levantando essas bandeiras! O racismo é uma realidade infelizmente, mas este tipo de coisa só o alimenta. A sociedade vai de mal a pior! É todo mundo defendendo seus “direitos” e levantando suas bandeiras, e os deveres que é bom ninguém quer cumprir.

    Sinto muito pelo rapaz, trabalhador, esposo e pai de família assassinado cruelmente tentando levar o pão de cada dia pra casa, por um jovem bêbado e quem sabe até drogado, que não sabe o que é limites e não sabe ouvir um não! Que pague na cadeia um bom tempo. La não vai ter iphone e nem apple watch ( ao menos espero)

    Resposta
  • 26 de setembro de 2021 em 22:08
    Permalink

    A lei sera aplicada: 27 anos de reclusao.
    Obs: palavras de um juiz

    Resposta
  • 26 de setembro de 2021 em 18:48
    Permalink

    Esse povo nojento , que se intitula cidadão de bem ,e essa gente que destilada ódio e preconceito

    Resposta
  • 26 de setembro de 2021 em 16:08
    Permalink

    Creio que ninguem notou o grostesco nisso tudo! A festinha continuou normalmente.

    Resposta
    • 26 de setembro de 2021 em 18:52
      Permalink

      Tomara que mofe na cadeia, se não pagar aqui, que pague no inferno.

      Resposta
  • 26 de setembro de 2021 em 15:18
    Permalink

    Muito triste o que esse louco fez tirar a vida de um pai de família, infelizmente esse o Brasil que estamos vivendo cheio de ódio e preconceitos!! Que a justiça seja feita eu acho muito difícil pq é um playboy de uma sociedade nojenta de Divinópolis! Mas a justiça Divina não falha! Meus sentimentos para toda família 😥😥😥 descanse em paz guerreiro!

    Resposta
  • 26 de setembro de 2021 em 15:09
    Permalink

    Estamos vivendo tempos estranhos que dificilmente acontecia antes do início do 3º milênio, Jovens que não se satisfazem em apenas a violência das vias de fato representa, mas matam o oponente ou que se atreve a contraria-los, como se quisessem demonstrar superioridade através da força física e usam da máxima: “não levo desaforo para casa.” Geralmente os jovens de hoje, principalmente homens querem se impor, querem ganhar no grito e com atos de violência, sem importarem com as consequência, tanto para a própria vida, com a vida do outro. Não pensam em ambas as famílias tanto do agressor como da vitima. Hoje duas famílias sofrem com a dor ter que enterrar um jovem que trabalhava e cumpria o dever e outra família que sofrerá com a prisão do jovem agressor que ao que tudo indica se divertia e não quis obedecer regras exigidas pelos organizadores do evento. O que aconteceu é um fenômeno que está ligado ao momento que estamos vivendo onde a intolerância aflorou, ganhou margem, volume e os jovens buscam armas para melhor se garantirem, onde quer que estejam

    Resposta
    • 26 de setembro de 2021 em 17:21
      Permalink

      A musica não parou depois que uma pessoa foi morta. Todos “precisavam” se divertir.

      Resposta
    • 26 de setembro de 2021 em 19:48
      Permalink

      Solução lei severa. Perpétua é querer muito.
      Mas 30 anos de prisão na trinca

      Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  +  86  =  89

PODCAST: escuta essa!!