Prefeito de Divinópolis, irmão do deputado Cleitinho Azevedo (CDN) usa três viaturas da Policia Militar, para retirar pertences de morador de rua da via pública


Nesta segunda-feira (26), o prefeito de Divinópolis, Gleidson Azevedo, diferente do que fez o seu irmão que levou moradores de rua para almoçar em uma churrascaria em Belo Horizonte, cumpriu a promessa que havia feito ao morador de rua Augusto, de que se ele não abandonasse a via pública, mandaria recolher os seus pertences, e foi o que fez. Com o auxílio de vários policiais militares, em três viaturas, mais agentes de trânsitos, em uma viatura, além de fiscais e servidores da Secretaria de Assistência Social, com um caminhão da EMOP, mandou recolher todos os pertences de Augusto, o morador de rua que ocupa uma marquise na Rua Rio de Janeiro, esquina com a Sete de Setembro.

O prefeito foi duramente criticado pelas entidades sociais da cidade, que condenaram seu modo de tentar remover o morador de rua. Chegou dizendo que era o Gleidson e que precisava que ele saísse do local e fosse para um abrigo, chegando a mentir de que ele poderia levar os cachorros para lá.

De acordo com o Coletivo social “Rango.div”, que distribui quentinhas/marmitex  para moradores de rua, a forma que o prefeito usou para o convencimento o morador socialmente vulnerável e em condição de rua  foi totalmente equivocada, pois ao invés de primeiro conquista-lo o ouvindo, foi intimidá-lo por sua autoridade e até mesmo o ameaçar em retirar seus pertences.

Um membro de uma entidade que também dá assistência aos moradores de rua, distribuindo comidas, normalmente à noite, condenou não apenas o prefeito, mas a própria secretária da Secretaria de Assistência Social, que mesmo sabendo que a forma de convencimento estava inadequada, se prestou ao papel de acompanhar o prefeito na ação desastrada de Gleidson Azevedo.

O fato é que a ação não resolveu nada, retiraram os pertences do morador de rua, e ele continua no mesmo local, e novamente juntando outros objetos, e ocupando a mesma calçada, isso depois de ter sido preso por desobediência.

 

Credito vídeo: Sistema MPA

 

O morador de rua segue no mesmo local – recebendo doações da população e recompondo “suas coisas” (imagem Divines)

17 comentários em “Prefeito de Divinópolis, irmão do deputado Cleitinho Azevedo (CDN) usa três viaturas da Policia Militar, para retirar pertences de morador de rua da via pública

  • 27 de julho de 2021 em 20:20
    Permalink

    O senhor prefeito (pessoalmente) foi retirar esse homem semana passado pra levar pra um local de acolhimento, o homem não aceitou e humilhou o senhor prefeito (vídeo foi postado em várias redes sociais)
    Resultado: A polícia é chamada e descumpre todo código ético existe pq um ser público tem o seu ego ferido.

    Resposta
  • 27 de julho de 2021 em 10:26
    Permalink

    Não sou eleitor do atual prefeito mas não vi nada de abusivo, desta vez, no seu ato.
    Abusivo é o comportamento dos moradores de rua de tomarem posse da esquina toda.
    A cidade oferece abrigo e eles não querem ir para lá por que na rua recebem dinheiro para sustentar seus vícios. Eles estão desafiando o poder público e isto não é certo.
    Todo ser humano tem que ser respeitado mas tem que se dar ao respeito.
    Quem acha que o prefeito está errado deveria apresentar uma solução melhor e imediata para a situação.

    Resposta
  • 27 de julho de 2021 em 09:11
    Permalink

    CLARO QUE PRECISAVA FAZER ISTO, afinal, ninguém pode achar que vai fazer das vias públicas, um depósito de recicláveis, ainda mais no centro…Esta turma ai já estava precisando sair mesmo, não querem abrigo, não querem voltar para suas casas, não querem internar em casas de recuperação, e enquanto o POVO desta cidade ficar alimentando o vício deles, vão ficar nas ruas.

    Resposta
  • 27 de julho de 2021 em 09:07
    Permalink

    DIVINEWS, porque vocês ao inves de fazer este drama, não levaram este pessoal ai para almoçar?

    Resposta
  • 27 de julho de 2021 em 07:34
    Permalink

    Não acho certo o que Prefeito fez. Aliás, as ruas são direito de todo cidadão. E, se há cidadãos em situação de rua, é culpa das políticas feitas só para beneficiar os ricos e poderosos. Para onde devem ir os milhões de desempregados do Brasil?Também não acho que Prefeito tenha de ir resolver esses problemas. Para isso existem os órgãos adequados e os profissionais preparados. O que o Prefeito fez foi pura demagogia e exibicionismo em cima se desvalidos. Ele age como um galinho de briga irresponsável e inconsequente. Na verdade, é pura campanha extemporânea e ilegal. Ainda não chegou o tempo de fazer campanha para reeleição. E quem defende o ato político em cima de pessoas desvalidas são os ricos preconceituosos.

    Resposta
  • 26 de julho de 2021 em 23:40
    Permalink

    Passou de hora de retirar essas pessoas dali, não o local apropriado, muita sujeira e falta de higiene no local.

    Resposta
  • 26 de julho de 2021 em 22:24
    Permalink

    Certíssimo a atitude do prefeito. É sua obrigação cuidar da cidade. Os contrários a essa atitude do senhor prefeito, resolve o problema facilmente, é só levar o morador de rua para sua casa.

    Resposta
  • 26 de julho de 2021 em 22:23
    Permalink

    Acho interessante é que essa atitude sanitarista vai totalmente contra o código de ética do assistente social e totalmente de encontro a política da Damaris que é de retroceder em todos os gestos que dá dignidade ao ser humano. Que tristeza de ter que ver essas medidas do século passado voltando com força total!

    Resposta
  • 26 de julho de 2021 em 21:47
    Permalink

    Nosso prefeito esta certo, se deixar, daqui a pouco estamos passando pelo rua em vez de passar pelo passeio! Outra coisa bem que o chamado da noticia poderia vir com o nome de nosso prefeito né Geraldo, tá muito feio esse despeito todo!

    Resposta
  • 26 de julho de 2021 em 21:33
    Permalink

    Coisa abjeta abusando do podre poder. Tosco rebolador nao eh assim que se resolve as coisas.
    Mais uma vez esse rebolador embusteiro mostra a que veio projeto de ditador rascunho de bolsonaro.
    Esse rebolador nao se respeita como vai respeitar o proximo em dificuldade.
    Eh facil usar do poder podremente e banir mais ainda as pessoas em vulnerabilidade.
    Coitada de Divinopolis que se apequena cada amanhecer com esse projeto de coisa nenhuma.
    Eh DESUMANO a forma com que esse ja tao judiado morador de.rua. Sao os esfarrapados que a elite nao.quer por perto e ai vem esse PREFEITECO e estimula mais ainda a violencia.
    E depois vai a igreja pra mesa de comunhao HIPOCRITA.

    Resposta
  • 26 de julho de 2021 em 20:18
    Permalink

    Será que ser desumano é humano ?
    Deixa o morador sossegado.
    Vão em Brasília, lá tem muitos a desalojarem.

    Resposta
  • 26 de julho de 2021 em 19:39
    Permalink

    Desnecessária está ação. Os cachorros do morador de rua muito bem tratados. Levar eles pra crevisa, lá eles vão morrer de fone

    Resposta
  • 26 de julho de 2021 em 19:12
    Permalink

    lamentável a atitude , contra um cidadão completamente vulnerável , que tem o direito de ir e vir garantido pela constituição federal .

    2 O DIREITO FUNDAMENTAL DE IR E VIR
    5º, inciso XV, da Constituição Federal de 1988, que reza da seguinte forma: “É livre a locomoção no território nacional em tempo de paz, podendo qualquer pessoa, nos termos da lei, nele entrar, permanecer ou sair com seus bens” (BRASIL, 1990)

    Resposta
    • 27 de julho de 2021 em 16:12
      Permalink

      kkkkkkkkk..LEO…..o meu fiiiii…locomoção, na CF não fala, É LIVRE A QUALQUER CIDADÃO AJUNTAR LIXO NAS RUAS PÚBLICAS….vai estudar besta, ir e vir é uma coisa, agora, juntar um monte de lixo, incluive sofá e tudo mais em vias públicas, NÃO É PERMITIDO.

      Resposta
  • 26 de julho de 2021 em 19:11
    Permalink

    CERTISSIMO! EStava impossível transitar nesse passeio. Todo tomado de lixo e bagunça!
    Os moradores mal educados, grossos, uma gritaria danada!! Todo mundo que mora na região tem medo deles

    Resposta
    • 26 de julho de 2021 em 21:54
      Permalink

      Uma amiga minha foi mordida pelo cachorro lá.

      Resposta
      • 27 de julho de 2021 em 12:03
        Permalink

        O cachorro deve ter morrido com o veneno da hipocrisia

        Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

6  +  1  =