Projeto dos vereadores Print Junior e Roger Viegas permite que eventos e shows na modalidade “Drive-in” sejam realizados em Divinópolis


Foi aprovado na reunião ordinária da Câmara de Divinópolis na tarde desta última terça-feira (15), o Projeto de Lei CM 047/2021, que permite a realização de eventos de diversão pública de pequeno, médio e grande porte, na modalidade “Drive-in”, em Divinópolis. O projeto é de autoria dos vereadores Eduardo Print Júnior (PSDB) e Roger Viegas (Republicanos).

De acordo com os parlamentares, a matéria tem como principal objetivo dar solução para o seguimento de entretenimento, que vem sofrendo tristemente com o fechamento de casas noturnas, cancelamento de shows e eventos de um modo geral, devido a pandemia causada pela Covid-19, desde março de 2020

“A realidade em que vivemos nos permite e nos força a tomar medidas para auxiliar os profissionais deste ramo, para que os mesmos possam continuar a trabalhar, levando sustento para as famílias e até mesmo diversão para a população de forma segura. Eu sou do ramo de entretenimento e sei o quanto esses profissionais estão sofrendo”, destacou Print.

Ainda segundo os parlamentares, a proposta do projeto, que é a permissão do exercício de atividades de diversão pública na modalidade “Drive-in”, trata-se de uma prática muito comum no passado, que pode se tornar uma alternativa para o meio cultural, na realização de eventos de pequeno, médio e até mesmo de grande porte, para o município, principalmente nesse momento de isolamento social que vivemos.

“Sabemos das dificuldades vividas neste momento de pandemia e precisamos ajudar todos os setores. Sou músico e tenho muitos amigos da área que estão em uma situação difícil sem ter condições de trabalhar. Por isso, considerando que este isolamento social causado pela Covid-19 pode se prolongar por mais tempo, a modalidade “Drive-in” para a realização de eventos, espetáculos e apresentações, pode constituir uma nova forma de empreendimento artístico, possibilitando que os profissionais se adequem a nova realidade, bem como, ser mais uma fonte de renda para o município, garantindo ainda diversão para a população, que se vê tão limitada nesse quesito, diante das vedações impostas”, destacou Viegas

Ao final da justificativa do projeto, os edis ressaltam que, quando se fala em flexibilização do isolamento social, é tempo de reinventar e elaborar melhores logísticas e planejamentos, para que os shows, espetáculos, ao vivo possam voltar a acontecer com segurança. “Até porque, milhares de pessoas vivem em prol dessas festividades, sendo artistas, produtores, donos de estabelecimentos, entre outros”, finalizou Print.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

1  +  4  =