“Não conhecem a realidade de Divinópolis”, lamuriou Print Jr. após secretário de Estado de Saúde desmentir vereador que cidade estava na Onda Verde


Desde que Divinópolis encontrou para o programa do Governo do Estado “Minas Consciente”, muito se tem discutido sobre o assunto. Primeiro, a Prefeitura anunciou que foi uma medida tomada diante do cenário atual, depois admitiu que houve uma orientação do Ministério Público para que a adesão fosse realizada – O vereador e líder do governo na Câmara, Eduardo Print Jr. (cc), gravou um vídeo que afirmava que o município estava na Onda Verde do programa, ou seja, último patamar de abertura da economia proposto. O Executivo chegou a confirmar a alegação, em nota.

Contudo, o Secretário Adjunto de Minas Gerais, Marcelo Cabral, afirmou que nenhum município estava em tal onda até o momento. Com isso, na realidade, Divinópolis se encontra na Onda Amarela.

Após a repercussão, o parlamentar voltou a gravar um novo vídeo, ‘alertando’ o secretário Marcelo Cabral. “Acho que você não conhece a realidade de Divinópolis e nem o trabalho que foi desenvolvido aqui”, relata.

Na onda Amarela é permitido o funcionamento dos serviços essenciais e comércio varejista. “Nessa onda nós já estamos há 90 dias, não estamos retomada não, você coloca os municípios que estão totalmente fechados há mais de 90 dias, junto com uma cidade que resolve aderir ao Minas Consciente, mas entrega para você um dos melhores índices de Minas Gerais, pela população que aqui se encontra e pelas cidades vizinhas que dependem da rede de saúde do município de Divinópolis”., declara Print Jr.

O vereador confessa que o município não aderiu ao programa “porque ele quis”, mas que até o momento o Executivo mostrou competência para tratar da Covid-19 e liberando, aos poucos as atividades no município.

“Você diz que vai retroagir a onda amarela, que não permiti academias funcionar no estado e aqui elas já estão abertas e não houve crescimento dos casos, não podemos fechá-las”, afirma.

De acordo com Print Jr, o Estado não divulgou previamente que nenhum município estaria na onda verde, neste momento. “Quero repudiar essa atitude, se realmente for consagrar essa ação, a economia precisa caminhar junto com a saúde e isso Divinópolis fez muito bem”, finalizou o vereador.

 

Imagem de arquivo

 

EM CONSEQUÊNCIA DO PERÍODO ELEITORAL OS COMENTÁRIOS ESTÃO SUSPENSOS

PODCAST: escuta essa!!