Divinópolis tem quase 33% de mortes por Síndrome Respiratória Aguda Grave associadas à Covid-19


As internações por Síndrome Respiratória Aguda (SRAG) aumentaram em 1.039% em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Divinópolis (Semusa), que acredita que o crescimento está relacionado com a Covid-19 e das notificações dos casos pela rede hospitalar pública e privada.

Até na última semana, dos 319 casos de SRAG notificados, um caso (0,3%) foi confirmado para influenza, um caso (0,3%) teve SRAG por outro agente etiológico, 116 casos (36,4%) foram confirmados para o novo coronavírus e 199 casos (62,4%) foram classificados como SRAG não especificado, enquanto 0,6% dos casos (2) ainda aguardam resultado laboratorial.

A maioria das hospitalizações por SRAG foram de residentes em Divinópolis (59,2%). Do total de hospitalizações, 192 (60,2%) evoluíram para cura, 94 (29,5%) foram a óbito e 2 (0,6%) foram transferidos para outro município. 31 pacientes (9,7%) continuam hospitalizados.

Dos 116 casos confirmados para Covid-19, 68 (58,6%) evoluíram para cura, 31 (26,8%) foram a óbito, 15 (12,9%) continuam hospitalizados e 2 (1,7%) foram transferidos para outro município.

EM CONSEQUÊNCIA DO PERÍODO ELEITORAL OS COMENTÁRIOS ESTÃO SUSPENSOS

PODCAST: escuta essa!!