Equipe de transição de Lula quer suspender leilão da CeasaMinas, informa Gleide Andrade (vídeo)


A equipe de transição de governo, do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) vai ainda nesta semana ao Ministério da Economia um pedido de suspensão da privatização das Centrais de Abastecimento de Minas (CeasaMinas), que administra seis entrepostos de alimentos no estado. O leilão está marcado para o dia 22 de dezembro, nove dias antes do fim da atual gestão.

De acordo com Gleide Andrade (MG), secretária de finanças do PT, a privatização da Ceasa foi discutida com Aloizio Mercadante, coordenador técnico da transição, e com Gleisi Hoffmann, presidente do PT e coordenadora de articulação política da transição.

Depois do encontro, foi decidido pelo envio de ofícios ao Ministério da Economia e ao BNDES com pedidos de informações sobre todos os estudos que levaram à decisão de levar a companhia à leilão.

— Vamos pedir também a suspensão cautelar da privatização para que haja tempo da equipe técnica analisar todo esse processo — diz Gleide, acrescentando que o partido se coloca conceitualmente contra privatizações.

— O Ceasa é o maior centro de distribuição de alimentos de Minas. Como privatizar esse serviço? Ele é garantia de que o pobre vai poder comer e que o alimento vai chegar para todas as pessoas do estado.

Sobre a CBTU-MG, (Companhia Brasileira de Trens Urbanos de Minas) que opera o metrô de Belo Horizonte, que o Governo também quer privatizar,

Gleide diz que a empresa precisa ser aperfeiçoada e não vendida. Ela questiona o fato de os dois leilões serem feitos a nove dias do fim do governo do presidente Jair Bolsonaro (PL):

— Isso é prova da má fé.

Em seu Instagram a Secretária de Finanças do PT foi incisiva: “Nossa atuação para evitar a privatização criminosa da Ceasa Minas está dando resultados. Vamos devolver esse importante patrimônio ao povo mineiro”.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

3  +  6  =