Gleide Andrade, pré-candidata a deputada federal cumpre agenda em visitas às entidades sociais em Divinópolis


A secretária nacional de Finanças e Planejamento do PT e pré-candidata a deputada federal, Gleide Andrade, esteve hoje em Divinópolis, ao lado da vereadora de BH, Macaé Evaristo. Elas visitaram o SOS do Câncer, que é uma instituição que atende e acolhe pacientes com câncer de qualquer idade e também seus familiares, auxiliando na questão de suprimentos, exames complexos, serviços de apoio a comunidade, como consultas com dentistas, entre muitas outras coisas. Um programa excelente, que ajuda cada vez mais pessoas e que tem passado muitas dificuldades no governo Bolsonaro. A instituição também é mantida através de doações e tem sido muito difícil captar recursos. É um trabalho com uma potência enorme e que vem sendo reduzido por conta dessas dificuldades. O SOS do Câncer precisa muito do apoio do governo e da população para continuar fazendo esse trabalho maravilhoso!

Gleide visitou também a Associação dos Deficientes do Oeste de Minas de Divinópolis – Adefom, que tem uma fábrica de cadeiras de rodas para pessoas com mobilidade reduzida, fruto de uma parceria com o SUS. Ações como essa evidenciam a importância do SUS para o nosso país, que fortalece instituições tão essenciais como a Adefom!

Logo depois visitou o Centro de Convivência Pequeno Mundo que é uma instituição de educação infantil filantrópica mantida pela Aliança Divinopolitana de Assistência e Promoção (Adap). São atendidas 120 crianças de quatro meses até três anos em tempo integral e há também programas incríveis como a horta comunitária, o núcleo de aprendizagem, além de alimentação para pessoas carentes.

“Essas entidades realizam trabalhos muito importantes junto às pessoas carentes, exatamente as mais prejudicadas pela crise econômica em que o Brasil foi jogado com o golpe de 2016. O que precisamos são políticas públicas que amparem essas pessoas. Precisamos apoiar entidades como o SOS do Câncer, Adefom e Adap, que têm um papel fundamental junto às comunidades, e precisamos disso mais do que nunca!”, destacou Gleide.

 

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

78  +    =  84