Vereadora Lohanna questiona atuação do secretario de meio ambiente de Divinópolis, Pabloneli Vital


Em pronunciamento na reunião ordinária de terça-feira (26/04), a vereadora  Lohanna França (PV) questionou a má gestão da Secretaria de Meio Ambiente e Políticas Urbanas de Divinópolis, pontuando a ausência de ações e políticas públicas voltadas à preservação ambiental – Após apresentar uma serie de problemas ambientais da cidade, que continuaram sem solução, Lohanna ironizou o fato de nunca encontrar Pabloneli:  “Dos mesmos criadores de Procurando o Nemo, vou lançar um novo filme, procurando o secretário de meio ambiente!”, disparou a vereadora.

Durante sua fala, Lohanna contou sobre visita feita ao “Parque Linear do Danilo Passos”, área de preservação ambiental pouco conhecida na região. No local, moradores do bairro cuidam do espaço,  porém, há um tempo, a prefeitura cortou a água que era usada para tal cuidado.

“A atual gestão, além de não ajudar na manutenção do parque, ela atrapalha. Eles tinham horta comunitária, eles tinham espécies diversas de plantas, mas a prefeitura cortou a água. Eu entendo que isso não é o ideal, a prefeitura quem deve cuidar, mas na opção da ausência completa da prefeitura, e do espaço se tornar mais um lixão a céu aberto, que bom que os moradores estão cuidando!”.

O cuidado com os parques do município podem se tornar recursos financeiros, através do ICMS Ecológico, que Divinópolis não recebe atualmente.

Lohanna também apontou a falta de fiscalização da Secretaria de meio ambiente no aterro sanitário de Divinópolis, que descumpre vários requisitos obrigatórios da Política Nacional de Resíduos Sólidos , como a obrigatoriedade de descarte correto do lixo. “É importante dizer que a gestão precisa olhar para a questão ambiental do aterro, porque lá na verdade é um lixão a céu aberto! Existem vários aspectos obrigatórios em um aterro, que não são atendidos em Divinópolis, como o tratamento dos gases gerados”,  destacou a vereadora.

Ao Divinews foi relatado por fontes da própria Secretaria que o secretário como ex-funcionário do sistema prisional, se comporta como se lá estivesse ainda, praticando todo tipo de assédio moral, chegando inclusive a transferir uma servidora engenheira que atuava na análise técnica de projetos, porém, ele avaliou que ela estava atrapalhando e a transferiu para o Parque da Ilha.

Outra ação do secretário, foi esquecer as normas técnicas que regem a proteção do meio ambiente e editar uma portaria que passa por cima de conceitos básicos dos cuidados básicos do meio ambiente. Porém, segundo sua fala internamente para os servidores, o objetivo seria para dar mais celeridade na concessão dos alvarás. Contudo, analisam que, o que está por trás, são meros benefícios de burlar a lei em benefícios de empresas.

7 comentários em “Vereadora Lohanna questiona atuação do secretario de meio ambiente de Divinópolis, Pabloneli Vital

  • 2 de maio de 2022 em 19:00
    Permalink

    Parabéns a vereadora,uma única voz que levanta a favor do meio ambiente nessa cidade.Precisamos urgente de um projeto voltado a uma cidade com mais qualidade de vida.Mais praças ,mais árvores,mais natureza.Uma cidade mais humana…

    Resposta
  • 30 de abril de 2022 em 13:18
    Permalink

    Esse secretário de meio ambiente está lá com o objetivo de destruir o meio ambiente, isso sim… fora a arrogância, acho que a Câmara tá pegando bem leve com esse cara que vai deixar um estrago enorme na cidade.

    Resposta
    • 3 de maio de 2022 em 07:02
      Permalink

      O Secretário de Meio Ambiente é ótimo. Exige eficiência e dedicação do servidor que só pensa na remuneração no final do mês. Quanto a essa vereadora, ao invés de apresentar projetos que irão beneficiar a cidade e os munícipes, só gasta energia pra alimentar seu rancor e apresentar críticas destrutivas sem qualquer fundamento.

      Resposta
  • 29 de abril de 2022 em 22:31
    Permalink

    Povinho ruim de serviço. Tiram os técnicos e colocam uma gentalha que não entende do que trata o assunto que estão tratando…rsrs… Lá na Saúde tem uns especiais…dizem…e sem dúvida é verdade.

    Resposta
  • 29 de abril de 2022 em 13:34
    Permalink

    ENTREI AQUI SÓ PRA COMENTAR SOBRE O SHOPING, O SILENCIO É ENSURDECEDOR, CRIME FEDERAL, COM AVAL DO PREFEITO E TUDO! CADE? O MPF? CADE OS PROCURADOES? CADE AS AUTORIDADES DA CIDADE? CADE A OPOSIÇÃO? PORQUE NINGUEM COMENTA NADA?

    Resposta
  • 29 de abril de 2022 em 11:12
    Permalink

    Como preservar o meio ambiente se deixam um shopping fazer uma uma construção praticamente a 20m do Rio enquanto muitos têm lotes a 30 m de um córrego que nem água tem direito não podem construir que política é essa para todos

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

5  +  1  =