Por Gra Castro: Um Conto de Natal


Um livro escrito em 1843 que teve grande influência nas comemorações natalinas tal qual as conhecemos hoje. O autor, Charles Dickens, escreveu a obra numa época em que o Natal perdia o encanto na Inglaterra. O livro “Um Conto de Natal”, um dos mais adaptados da história, continua inspirando o espírito natalino nas pessoas depois de mais de 178 anos.

O rabugento e avarento senhor Ebenézer Scrooge odeia o Natal. Extremamente muquirana, o velho não tem amigos, não dá atenção à família, não é nada generoso com seu empregado e dedicou sua vida a acumular bens materiais. Scrooge vê nas festividades e celebrações natalinas uma perda de tempo e dinheiro, até que, numa véspera de Natal, o fantasma do seu falecido sócio, senhor Marley, aparece para alertá-lo do futuro que o reserva se passar a vida valorizando mais os desejos egoístas às relações pessoais. O fantasma do amigo avisa a Scrooge que ele receberá, na noite de Natal, a visita de 3 espíritos: o Espírito do Natal Passado, Presente e Futuro.

As visitas fantasmagóricas aparecem e levam o velho ranzinza a uma viagem no tempo. Com o Espírito do Natal Passado, primeiro a chegar, Scrooge é levado ao natal da sua infância; uma lembrança triste de solidão e desamor. A segunda aparição, o Espírito do Natal Presente, passeia com o senhor Scrooge pela noite fria e nevada de Londres, levando-o a conhecer a casa do seu maltratado e explorado funcionário, para que veja como a sua avareza leva o rapaz a uma vida de dificuldades com sua família.

O último fantasma a aparecer é o Natal Futuro, aquele que está por vir, ou seja, ainda não aconteceu, portanto, pode ser mudado. É aqui o ponto alto da história, quando ocorre a transformação do personagem. Scrooge, ao conhecer realidades tão duras que podem ser alteradas com a sua solidariedade, passa a refletir sobre suas atitudes.

O célebre conto natalino, um clássico da literatura, é uma história de redenção do velho Scroog. Um livro leve, inspirador e aconchegante que reforça o poder transformador da magia do Espírito Natalino e sua capacidade de amolecer até o mais duro dos corações.

Pra você que me acompanhou aqui o ano todo, ou pra você que chegou há pouco tempo, agradeço a companhia e desejo que o Espírito Natalino esteja presente em sua vida durante todo o novo ano. Feliz Natal.

#umcontodenatal #resenhaliterária #leituranatalina # merrychristmas #apaixonadosporlivros

Um comentário em “Por Gra Castro: Um Conto de Natal

  • 27 de dezembro de 2021 em 10:54
    Permalink

    Feliz Natal pra você também.

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

64  −    =  56

PODCAST: escuta essa!!