“Símbolo de desenvolvimento econômico é empresa de tecnologia e não McDonald´s”, diz Laiz Soares


Na última semana tivemos a notícia de que finalmente teremos uma unidade do McDonald´s na cidade! Oba, que legal! Esse era meu sonho de infância, e antes tarde do que nunca, esperei só 30 anos para ver isso acontecer. A notícia essa semana movimentou a cidade, e muitos políticos comemoraram como se fosse um grande feito, e houve até “briga” para ver com quem ficaria o grande mérito do incrível feito. Porém, muito me assusta ver lideranças políticas da cidade dizerem que essa novidade é um grande símbolo de desenvolvimento econômico e do progresso. Não é. Isso era nos anos 80 e 90, quando o mundo era outra, e as empresas mais valiosas do mundo eram essas, agora não mais.  

Vai gerar emprego? Vai, mas poucos, e de salários baixos, e não vai mudar a realidade econômica da cidade. Com certeza, em um momento de crise como esse, tudo que vier é lucro, já que “em terra de cego quem tem olho é rei” e a notícia é boa sim, devemos comemorá-la, mas não sem nos iludir achando que agora dezenas de empregos serão gerados e Divinópolis está dando um importante passo para ser uma cidade desenvolvida.

A vinda do McDonald´s ou de qualquer outra multinacional de fast food (alimentação rápida) não é o que vai desenvolver a economia local, gerar oportunidades boas de salário que elevem a renda média da população e melhore nossa qualidade de vida. Desenvolvimento econômico não é algo tão simples de ser criado. Estamos na era da economia do conhecimento, onde o símbolo do progresso são as inovações tecnológicas. Com o surgimento da internet a partir dos anos 90, o mundo mudou. Hoje, as redes sociais transformaram a forma como vivemos e trabalhamos. Um mundo novo surgiu, e as melhores oportunidades de emprego existentes no país e no exterior estão ligadas e este universo da tecnologia e da inovação.  Empresas de tecnologia como a Microsoft, Apple, Google e Amazon é que são o símbolo do progresso e do desenvolvimento econômico da vez.

Quando pensamos na criação de oportunidades de trabalho que gerem renda e riqueza para um país, um estado ou uma cidade, pensamos no alto valor agregado que as soluções tecnológicas geram. Cada vez mais, a educação, a valorização da ciência e da pesquisa de ponta feita em Universidades serão importantes para a gerar conhecimento, soluções inovadoras, novas formas de produzir, consumir, viver e consequentemente novas oportunidades de se ganhar dinheiro. Quantas pessoas hoje trabalham com marketing digital de redes sociais, profissão inexistente e inimaginável no passado recente. Quantas lojas vendem online, quantos influenciadores e YouTubers conseguem transformar visualizações de vídeos em uma ferramenta de publicidade monetizadas fazendo disso um meio de vida?

Toda essa transformação na forma de viver, consumir e trabalhar só foi possível graças ao advento da internet e às novas tecnologias que foram surgindo principalmente nos últimos 20 anos. O aplicativo do Uber, por exemplo, é uma dessas tecnologias que transformaram a forma como nos deslocamos e gerou muitas oportunidades de trabalho. Quem diria, lá nos anos 90, por exemplo, que um dia pagaríamos nossas contas pelo aplicativo do banco no celular? Quem poderia imaginar que seria possível fazer reuniões de trabalho pelo computador? É por isso que a tecnologia se tornou o símbolo do progresso, já que ela emprega cada vez mais, e com altos salários.

Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação (Brasscom), o setor empregava 1,56 milhão de pessoas no fim de 2019. A demanda é de 70 mil profissionais de TI por ano, mas cerca de 25 mil vagas ficam ociosas, sem serem preenchidas, por falta de profissionais qualificados. Com a crise provocada pela pandemia a partir de março de 2020, o Brasil superou a marca de 13 milhões de desempregados. Mas, na área de Tecnologia da Informação (TI), mesmo na crise sobram vagas.

Se quisermos uma cidade mais desenvolvida com boas oportunidades de trabalho e com mais dinheiro correndo no comércio e nos serviços, precisamos investir para fortalecer nossas universidades e nosso polo de ciência e tecnologia local, fomentar o ambiente de empreendedorismo e de startups e trabalhar para atrair empresas do setor de TI. É bem mais difícil fazer isso do que trazer o McDonald´s, mas o resultado é bem melhor para todos. Afinal, no futuro próximo, a tecnologia e a inovação irão infelizmente substituir os empregos de quem faz e vende hambúrgueres nessas grandes redes mundiais de fast-food, assim como já existem caixas de supermercado onde você mesmo passa e paga tudo sozinho sem necessidade de um atendente (coisa que já existia lá fora em 2012 e que já chegou aqui). Portanto, vamos dar um jeito de comer McDonald´s enquanto a gente estuda e produz tecnologia, caso contrário, nossa cidade ficará condenada à mediocridade de uma renda média baixa, perdendo talentos e deixando de ser a potência que pode ser.

5 comentários em ““Símbolo de desenvolvimento econômico é empresa de tecnologia e não McDonald´s”, diz Laiz Soares

  • 18 de maio de 2021 em 21:33
    Permalink

    Vereadora despeitada, acha porque ganhou esse mandato sabe tudo. Cslma falta 3 anos pra vc sair e não voltar nunca mais.

    Resposta
  • 18 de maio de 2021 em 14:21
    Permalink

    Boa tarde, tecnologia , inovações tecnológicas onde? Em Divinópolis? sinto muito mais estes investimentos são realizados por países de primeiro mundo e não no terceiro. O exemplo e investimento tem de vir de cima, dos governos e ou grandes empresas do setor.
    Outro detalhe, o exemplo vem de cima, tivemos 4 mandatos de um partido que queria a igualdade em tudo, educação, saúde, trabalho, salário e ate no sexo. Tentaram equiparar as escolas e alunos, grande burrice pois os superdotados se destacam e não tem espaço no Brasil.
    Então se tiver alguma empresa interessada em investir ou expandir seus negócios na nossa cidade devemos ser mais humildes e aceitar. Temos de parar de colocar defeitos ou achar o que é certo ou errado fazer.
    Todo cidadão tem direito de opinar , chamada a tal liberdade de expressão, mais quer dar um exemplo bom, abra uma empresa voce mesmo e crie empregos, tenta a sorte, invista na tecnologia com seu dinheiro.

    Resposta
  • 17 de maio de 2021 em 16:29
    Permalink

    Falou e disse e com muita competência, existe parâmetros p instalação desta empresa, e até então não tínhamos uma população (em nr de habitantes) adequada aos padrões da Mac Donald’s, só isso e agora virou festa….

    Resposta
  • 17 de maio de 2021 em 15:43
    Permalink

    Nada contra a vinda do Mc Donald’s.
    Mas não precisava tanto alarde.
    É muita falta de noção. Seriedade é bom pelo menos de vez em quando.
    Desejo sucesso ao empreendimentos mas sou obrigado a concordar com as colocações da ex – candidata à Prefeitura de Divinópolis.

    Resposta
  • 17 de maio de 2021 em 15:33
    Permalink

    A roça grande vai ter mequi donaldis. Que legar sô!

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!