Vigilância Sanitária lavra 50 autuações por festas clandestinas em Divinópolis na semana dos feriados antecipados


A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), por meio da Vigilância Sanitária, publicou o balanço geral de fiscalizações completadas entre 29 de março e 4 de abril. Durante o período, a força-tarefa composta por fiscais da Vigilância Sanitária, fiscais de Posturas e Polícia Militar realizaram 358 inspeções, 89 infrações e três interdições. Entre os estabelecimentos infracionados estão: festas e aglomerações (50), comércio como bares, estabelecimentos comerciais, supermercados, salões de beleza, dentre outros (31), indústrias (8).

Junto com o trabalho de fiscalização, a equipe de apoio monitorou lugares que pudessem causar aglomerações, como campos de futebol, zona rural, supermercados, barragem/ Lago das Roseiras e rua Pitangui, para assegurar que os protocolos sanitários se seguissem.

Por meio de denúncia sobre aglomeração, inspeções relacionadas com os protocolos sanitários para combater a Covid-19 foram efetuadas na cachoeira de Amadeu Lacerda, na Lagoa dos Lopes e na região conhecida como 48. Dessas denúncias, no momento da apuração, só a cachoeira da comunidade de Amadeu Lacerda foi marcada por aglomeração. Com a chegada da Vigilância Sanitária e da PM, a qualificação e a dispersão das pessoas foram realizadas e 16 infrações foram lavradas no local.

Por infrações às normas de cuidados sanitários do protocolo da Onda Roxa, a ação fiscal realizou três interdições: uma construtora, um supermercado e um posto de combustível.

Denúncias

Para evitar o descumprimento das determinações, a Semusa oferece canais de comunicação aos cidadãos que tenham conhecimento de violações às providências de prevenção da Covid-19 previstas por decreto ou outras normativas: WhatsApp do serviço de vigilância sanitária (37) 99111-0030 e App Divinópolis, onde as chamadas podem ser abertas selecionando a guia “Coronavírus”. Denúncias falsas serão objeto de investigação adequada e, se aplicável, instauração de processo criminal.

Um comentário em “Vigilância Sanitária lavra 50 autuações por festas clandestinas em Divinópolis na semana dos feriados antecipados

  • 9 de abril de 2021 em 11:17
    Permalink

    Isso aí não é menino nem doido. Tinha que passar uma noite detido pra aprender que se quiser morrer tem outras formas. Agora matar outras pessoas inocentes com mal caratismo é outra. Esses ai sabem que vírus mata, sabem que estão desobedecendo as autoridades. Que tipo de gente é essa que ama festa.

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!