Covid-19: Situação crítica de ocupação de leitos em todos os hospitais de Divinópolis, Santa Lúcia, Santa Mônica, São Judas, HSJD (suplementar/SUS) e UPA (tabela)


A Secretaria de Saúde de Divinópolis divulgou na tarde de ontem, quarta-feira (31), um balanço do atual quadro de todos os hospitais do município, não apenas os públicos, que atendem o SUS, como os privados que atendem a saúde suplementar, ou seja, os planos de saúde.

INTERNAÇÕES EM CTI ADULTOS

A situação mais grave em CTI Adulto é o do Santa Lúcia com 180% de ocupação, pois dos 10 leitos existentes 18 estavam ocupados; seguido do Santa Mônica que dos 20 leitos de CTI também adulto, todos estavam ocupados correspondendo a 100%; logo depois o CTI do São Judas repetiu o percentual de 100% no CTI Adulto, já que todos os seus 12 leitos estavam ocupados; Já o Hospital São João de Deus, na saúde suplementar, ou seja, atendimentos de plano de saúde, repetiu o percentual de 100%, com 24 dos seus 24 leitos de CTI Adultos ocupados, enquanto no atendimento ao SUS, também em CTI, dos 20 leitos disponíveis, estavam ocupados 18, correspondendo a 90% de ocupação; Já a UPA Padre Roberto dos 30 leitos de CTI Adulto todas estavam ocupadas, assinalando 100% de ocupação

INTERNAÇÕES EM ENFERMARIAS

A situação mais crítica das enfermarias é da UPA Padre Roberto, dos 32 leitos disponíveis, estão ocupados 46, significando o índice de 143,75%; no São Judas a situação é tão crítica quando a da UPA, pois dos 19 leitos a ocupação é de 142,11% com 27 pacientes internados; os demais hospitais mostraram neste último dia 31 do mês de março, o pior da história desde o início da pandemia, a seguinte situação: Santa Lúcia, dos 29 leitos, 20 estão ocupados, ou seja, 69,97%; Santa Mônica, dos 24 que estavam disponíveis, 16 tinham pacientes, correspondendo a 66,67%; O Hospital São João de Deus para o atendimento SUS informou que 36 leitos de enfermaria 24 estavam ocupados, significando 66,67%, enquanto na saúde suplementar/planos de saúde, a ocupação era de 17 leitos dos 28 existentes, portanto 60,71%.

INTERNAÇÕES INFANTIL

A UPA Padre Roberto é que apresenta o quadro mais preocupante, pois na enfermaria infantil das 8 vagas existentes, 5 estão ocupadas, significando o percentual de 62,50% – O Hospital São João de Deus não possui enfermaria infantil, mas o seu CTI infantil das 10 vagas, 4 estão ocupadas, ou seja, 40% – O Hospital Santa Mônica possui CTI Infantil com 1 vaga, que está sem paciente, logo tem zero de ocupação.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  +  10  =  15