Divinópolis: Moradores de rua provocam explosão em via pública e um sofre queimadura (vídeo)


Um grupo de moradores de rua que se instalou na Rua Rio de Janeiro, quase esquina com a Sete de Setembro, sob a marquise onde funcionava a Biblioteca Ataliba Lago, local que montaram barraca e ali fixaram residência, na tarde desta última segunda-feira (08), um casal, no momento em que estavam com um fogareiro acesso, o álcool explodiu provocando uma explosão que além de ferir por queimadura a mulher em situação de rua, que foi atendida pelo SAMU, deixou também os moradores do prédio apavorados com o barulho da explosão, e ainda mais preocupados com a inoportuna vizinhança que se recusa a sair do local,  e as autoridades nada no âmbito social para tirá-los de lá l – Ainda de acordo com o morador José Renato Inácio, existe o temor de que se a Prefeitura nada fizer o local acabe se tornando tipo uma cracolândia, por ter dias que chegam a juntar cerca de 10 pessoas amontoadas em um exíguo espaço.

 

4 comentários em “Divinópolis: Moradores de rua provocam explosão em via pública e um sofre queimadura (vídeo)

  • 9 de março de 2021 em 14:09
    Permalink

    Tenho observado o aumento gigantesco de moradores de rua em Divinopolis, aumentando nossa insegurança e riscos.Entendo também que deveria retorna-los para a cidade de origem.

    Resposta
    • 10 de março de 2021 em 16:06
      Permalink

      Realmente tem aumentado sim mas não é só aqui não.
      Nas cidades maiores da região o fenômeno se repete.
      Estive em Belo Horizonte semana passada e fiquei impressionado com a quantidade de gente morando nas ruas, principalmente nas ruas de mais movimento de carros. Terrível
      Aqui e lá ocorre o mesmo problema: a maioria das pessoas não são da cidade, são pessoas que andam vagando e vão parando de tempos em tempos.

      Resposta
  • 9 de março de 2021 em 09:44
    Permalink

    Porque não aproveitam o “barulho” e os tiram de lá????

    Resposta
  • 9 de março de 2021 em 08:41
    Permalink

    Essa turma está aí há muuuuito tempo. A gestão passada, do Galileu, tentou por várias vezes tirar essa turma e essa gestão também já tentou mas eles sempre voltam! É UM ABSURDO! Fizeram do passeio sua casa, e ali fazem de tudo: dormem, comem, fazem festa (uma barulheira danada de madrugada), fazem xixi e cocô e até davam uns amassos quando havia barracas. É um absurdo!!!!

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  +  69  =  74