Por votação de projeto, Eduardo Azevedo (PSC) tenta dividir a Câmara de Divinópolis entre vereadores ‘cristãos e os ‘não cristãos’ (vídeo)


O vereador evangélico Eduardo Azevedo, filiado ao Partido Social Cristão (PSC), irmão do prefeito Gleidson Azevedo e do deputado estadual Cleitinho Azevedo, na reunião ordinária desta última terça-feira (02), na votação do projeto CM-002/2021 que sequer era de sua autoria, e sim dos vereadores Flavio Marra e Wesley Jarbas, por envolver questões de cunho religioso decidiu ele que se os vereadores votassem contra o projeto que definirá se as igrejas católicas, os templos evangélicos e outros tipos de encontros religiosos podem ser classificados dentro do programa Minas Consciente, como atividade essencial ou não, de acordo com a fala da vereadora Lohanna França, ele se arvorou em “cassar a carteirinha de cristãos” ao declarar que os edis que votassem contra o projeto dariam provas de que não eram cristãos e os que votassem favorável seriam legítimos cristãos. O que gerou grande polêmica no plenário.

Inicialmente o vereador Rodyson do Zé Milton pediu um sobrestamento (adiamento) na votação da matéria por 15 dias, posteriormente o vereador e líder do Governo, Edsom Sousa, diminuiu o prazo solicitando vistas de apenas 7 dias. Como no Regimento Interno da Câmara prevalece o menor prazo, o projeto voltará a ser discutido na próxima terça-feira (09), isso se o Presidente da Casa o pautar.

O  vereador Eduardo Azevedo, que pertence ao Partido Social Cristão  (PSC), inflamado inquiriu os 16 vereadores, com uma prova de fogo “Hoje eu quero ver aqui quem é cristão ou não”, disse ele.

A vereadora Lohanna França se indignou com a postura do filiado ao Partido Social Cristão:  “Não sabia que vereador tinha orientação divina para cassar carteirinha de cristão dos outros”, ironizou a vereadora Lohanna França (Cidadania).

Apesar de fazer frente ao vereador Eduardo Azevedo, Lohanna França já havia se manifestado anteriormente, tanto na matéria em questão – a qual não é contra ao fechamento das igrejas, como também numa possível inclusão de líderes de igrejas e templos na fila preferencial da vacinação contra o vírus. “Se todo mundo é prioridade, ninguém é prioridade”. Mesmo com seus posicionamentos, a edil ressaltou que ela própria optou por assistir as celebrações de forma remota, nos canais de comunicação da Diocese de Divinópolis.

Comissões

I – COMISSÃO DE JUSTIÇA, LEGISLAÇÃO E REDAÇÃO:

EFETIVOS

SUPLENTES

1) Hilton de Aguiar – MDB

1) Josafá Anderson

2) Israel da Farmácia – PDT

2) Ney Burguer

3) Rodrigo Kaboja – PSD

3) Zé Braz

Essa Comissão deu pela constitucionalidade do projeto em discussão. Contudo, a Comissão de Administração da qual faz parte um dos autores do Projeto, Wesley Jarbas, deu pela não aprovação.

COMISSÃO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, INFRAESTRUTURA, SERVIÇOS URBANOS E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO:

EFETIVOS

SUPLENTES

1) Josafá Anderson – CD

1)Roger Viegas

2) Rodyson Kristinamurti – PV

2) Israel da Farmácia

3)Wesley Jarbas – Republicano

3) Ney Burguer

Funcionamento das igrejas e templos na pandemia

Igrejas, templos e demais espaços de culto religioso tiveram de se adequar não só em Divinópolis, como em todos os outros municípios mineiros e dos demais estados brasileiros. Antes do plano Minas Consciente, os locais ficaram fechados por muitos meses, até que no meio do ano de 2020 a cidade aderisse as recomendações sanitárias estaduais. De lá pra cá, seja na Onda Verde, Amarela ou Vermelha, os locais de celebração religiosas devem comportar um número reduzido de pessoas.

Parecer da Comissão de Administração

 

12 comentários em “Por votação de projeto, Eduardo Azevedo (PSC) tenta dividir a Câmara de Divinópolis entre vereadores ‘cristãos e os ‘não cristãos’ (vídeo)

  • 4 de março de 2021 em 00:38
    Permalink

    Muito triste concordo com vereador,estava assistindo Lorrana franca que se diz cristã e de grupo de jovens ferrenha em desaprovar o projeto Edson souza cara católico pedir vista em um projeto tão simples que apenas garante as igrejas e templos religiosos abertos independente se os serviços essências saírem ou não do Minas conciente no mínimo muito bizarro até msm vereador Josafá da igreja Maranata dar o parece contrário não já que a comissão de justiça da o parecer da legalidade no mínimo estranho tudo isso essa camara está um circo e nos somos os palhaço 🤡

    Resposta
  • 3 de março de 2021 em 23:36
    Permalink

    Estão querendo abrir as igrejas na onda roxa, é isso? Pelo amor de Deus! Quem tem fé ora em casa e entende que a alma é o próprio templo de Deus.

    Resposta
  • 3 de março de 2021 em 17:57
    Permalink

    Que saudade do Estado laico…

    Resposta
  • 3 de março de 2021 em 11:59
    Permalink

    Mais uma vez, o Estado Brasileiro é laico, isto é, Estado e Religião são coisas separadas. Privilegiar está ou aquela crença, é desrespeitar a crença do outro. É muita arrogância, prepotência quer achar que sua crença é superior ou melhor do que outro. Se querem entrar na Política, deixem suas crenças em casa, pois o Parlamento é de todos.

    Resposta
  • 3 de março de 2021 em 11:50
    Permalink

    ENQUANTO ISSO NA VIDA REAL………………
    DIVINÓPOLIS CLUBE CONTINUA DANDO AULAS COM MUITA AGLOMERAÇÃO DE CRIANÇAS E ADULTOS E VIGILÂNCIA SANITÁRIA FAZ VISTA GROSSA

    Resposta
    • 3 de março de 2021 em 23:35
      Permalink

      Clube dá, vende e empresta coronavírus. Tem protocolo nenhum

      Resposta
  • 3 de março de 2021 em 11:49
    Permalink

    ENQUANTO ISSO NA VIDA REAL………………
    DIVINÓPOLIS CLUBE CONTINUA DANDO AULAS COM MUITA AGLOMERAÇÃO DE CRIANÇAS E ADULTOS E VIGILÂNCIA SANITÁRIA FAZ VISTA GROSSA

    Resposta
  • 3 de março de 2021 em 11:26
    Permalink

    Não comecem a brigar por coisas desnecessárias.O verdadeiro CRISTÃO pauta pelo respeito e amor ao outro.

    Resposta
  • 3 de março de 2021 em 11:10
    Permalink

    toma jeito moçada. daqui a pouco estarão discutindo times de futebol, marca de cerveja preferida, torcida do bbb, quem é mais feio, mais chato. e lá na prefeitura, a vice mandando e desmandando, dando tapa na mesa, xingando todo mundo e o irmão do cleitinho fazendo lives e mais lives e a cidade só buraco, mato e outras cositas mais. assim vamos levando.

    Resposta
  • 3 de março de 2021 em 11:09
    Permalink

    Quem aprovar esse projeto das igrejas estarão dando o atestado de HIPOCRISIA!
    SÓ PRESTAR ATENÇÃO AOS ATOS DE CADA UM DELES, DENTRO E FORA DA CÂMARA MUNICIPAL!

    Resposta
    • 4 de março de 2021 em 09:23
      Permalink

      Essa raca dos cleitim deveriam TRABALHAR. E ESTUDAR Nunca vi tanta IGNORANCIA numa so pessoa igual a esse caçador de carterinha..

      Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!