Prefeitura reafirma ataques de hackers; e que só tem 1.300 doses de vacinas para profissionais da saúde


Segundo informações do MPA, que esteve presente na entrevista coletiva da Prefeitura de Divinópolis, com a participação da vice-prefeita Janete Aparecida, junto com o secretário de saúde, Alan Rodrigo e mais o diretor de desenvolvimento tecnológico, segundo eles, o que causado a instabilidade do site da prefeitura no início da noite desta última quinta-feira (18), às 18 horas, horário em que começou o cadastramento dos profissionais de saúde fora da linha de frente da covid-19, foi, um ataque de hackers simulando quase 500 mil acessos, e isso sobrecarregou o provedor de conteúdo provando a do site.  

Na mesma entrevista, ainda de acordo informações do MPA, o secretário de saúde Alan Rodrigo Silva explicou que apesar do problema registrado no procedimento de cadastramento, ele estimulou que os profissionais da saúde continuem se cadastrando, pois os que fizeram inscrições acima das 1.300 doses existentes neste momento, sendo vacinados amanhã, sábado (20), segunda-feira (22) e terça-feira (23), os demais, sequencialmente, serão vacinados somente após o Estado enviar uma nova remessa.

 

4 comentários em “Prefeitura reafirma ataques de hackers; e que só tem 1.300 doses de vacinas para profissionais da saúde

  • 20 de fevereiro de 2021 em 10:18
    Permalink

    Quando os idosos com menos de 90 anos serão vacinados? Por que Divinópolis não consegue sequer acompanhar o ritmo lento da vacinação em outras cidades? Parece que os idosos de Divinópolis serão os últimos e muita gente que não faz parte de nenhum grupo de risco terá a oportunidade de passar a frente daqueles que desde o início da pandemia tentamos proteger.

    Resposta
  • 19 de fevereiro de 2021 em 21:47
    Permalink

    Depois de muita indignação, Pelotas, no RS, SUSPENDEU A VACINAÇÃO de profissionais de saúde e começou a vacinar os idosos.

    Resposta
    • 20 de fevereiro de 2021 em 09:09
      Permalink

      O bacana (Lucrativo) mesmo é vacinar quem trabalha e deixar os idosos morrerem como está acontecendo, quase 60 só este ano. Sem lógica esse grupo ser prioridade.

      Resposta
  • 19 de fevereiro de 2021 em 16:41
    Permalink

    O site continua fora do ar…

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!