Conselho Municipal de Saúde (CMS) emite oficio para SEMUSA e MP sugerindo que Divinópolis continue na ONDA VERMELHA


Os membros do Conselho Municipal de Saúde (CMS), em deliberação na última Sexta-feira (08) enviaram um oficio para o Secretário Municipal de Saúde, Alan Rodrigo Silva, ao mesmo tempo em que encaminhou também para o Ministério Publico a posição colegiada de que Divinópolis siga na ONDA VERMELHA e não retroceda para a ONDA AMARELA, como está programado e já foi emitido um decreto pelo prefeito Gleidson Azevedo.

No oficio, é explicado que o CMS é um órgão deliberativo pertencente ao controle social, resguardado pelo que é preconizado pela Constituição Federal, através das Leis Orgânicas da Saúde e de uma resolução que está pautada em decisões técnicas do Comitê da Macrorregião no momento em que o município atingiu 18 pontos no Programa Minas Consciente e na recomendação recente do Comitê Municipal, desta forma se posicional para que Divinópolis permaneça na Onda Vermelha, vista que os dados epidemiológicos recentes indicam um avanço alarmante de casos e óbitos pela Covid-19 no município.

O Conselho Municipal de Saúde se posiciona com veemência para que sejam seguidas e respeitadas as deliberações e recomendações do Programa Minas Consciente e do Comitê Municipal Covid-19.

É preciso recordar que a Macrorregião Oeste, foi para a onda vermelha, contudo, a microrregião Divinópolis, por sua pontuação ainda estava na onda amarela, e a regressão para a onda vermelha só ocorreu por que o atual secretário de saúde, Alan Rodrigo Silva, na ocasião como presidente do Comitê do Estado de Enfrentamento a covid-19, já que era da SRS, aconselhou que independentemente de as cidades estarem na onda amarela, que elas fossem para a Onda Vermelha, e dessa forma o ex-prefeito Galileu Machado, emitiu um decreto acatando a recomendação do agora secretário municipal de saúde.

 

Foto: Warlon é presidente do CMS

6 comentários em “Conselho Municipal de Saúde (CMS) emite oficio para SEMUSA e MP sugerindo que Divinópolis continue na ONDA VERMELHA

  • 11 de janeiro de 2021 em 22:16
    Permalink

    O cara vai pra upa só com pressão alta, é internado, fazem o teste de covid depois da internação e da positivo. Onde ele pegou?

    Resposta
  • 11 de janeiro de 2021 em 15:13
    Permalink

    O SALARIO DOS FUNCIONARIOS PUBLICOS SAO PAGOS COMO?

    Resposta
  • 10 de janeiro de 2021 em 21:34
    Permalink

    Divinópolis não pode e não precisa voltar para onda vermelha. Os comerciantes, empregados, a economia do município precisa caminhar. O país está quebrado, o estado de Minas Gerais está quebrado, a Prefeitura Municipal de Divinópolis está quebrada. Não podemos quebrar o comércio. Ele não é o culpado. Os grandes geram aglomerações.

    Resposta
    • 11 de janeiro de 2021 em 11:16
      Permalink

      Caro Humberto Pozzolini, a questão é sanitária. Suas opiniões se baseiam unicamente em dados econômicos. Se os cidadãos se cuidassem, sem festas e aglomerações, não seria necessário o retrocesso à onda vermelha. Todas as vezes que vou em algum comércio, tem funcionário com máscara no queixo, cliente sem máscara e patrão sem máscara (geralmente no caixa).
      Logo, enquanto os dados epidemiológicos apontarem para a onda vermelha, que siga a onda vermelha.
      É só ter conciência.

      Resposta
      • 11 de janeiro de 2021 em 22:12
        Permalink

        Quem são os membros desse conselho???

        Resposta
    • 11 de janeiro de 2021 em 11:26
      Permalink

      Não precisa? Que mundo vc vive sr. empresário? tem visitado a UPA recentemente? Ou tem plano de saúde? Se bem que bem plano esta salvando.

      Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!