Secretaria Municipal de Cultura de Divinópolis eleva participação do município no ICMS Cultural para 11,65 propiciando R$ 230 mil de repasse


Anteriormente o município tinha conseguido a nota provisória de 5,65, após as análises dos recursos em alguns quesitos a nota foi revisada e chegou a 11,65, a maior nota já registrada na história de Divinópolis. Os dados foram divulgados pelo Instituto Estadual de Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (IEPHA). A nota anterior foi de 0,65.

O aumento da pontuação vai propiciar ao município aproximadamente R$ 230 mil reais a mais de repasse financeiro por parte do Governo do Estado, refletindo em mais recursos para investir em ações culturais e preservação do patrimônio cultural. Os repasses aos municípios que pontuaram no Programa, serão feitos ao longo do ano de 2021. Em 2019 foram repassados apenas R$10 mil reais.

Em 2019 a secretaria começou a reestruturação do ICMS Cultural do município, reformulando as ações de gestão para a preservação do Patrimônio Cultural. Uma das primeiras ações foi reativar o Conselho Municipal do Patrimônio Histórico e criar o Fundo Municipal de Preservação do Patrimônio Cultural, com o objetivo de alcançar uma melhor pontuação no programa.

Segundo a Diretoria de Comunicação da Prefeitura, o Secretário de Cultura, Gustavo Mendes ressaltou a importância do trabalho conjunto da equipe e reformulação do ICMS para a cudade: “Estamos trabalhando em cima disso desde que assumi a gestão da pasta. Foram várias pessoas, técnicos, profissionais, servidores e voluntários que participaram da criação e execução de estratégias com o objetivo de elevar a pontuação ao mesmo tempo em que resgatava a história de Divinópolis. O processo não foi fácil, mas é inegável como toda esta mudança fez a diferença. Seguimos trabalhando para que a nota do ano seguinte seja ainda maior”.

Gustavo, segundo opiniões corrente na Câmara de Divinópolis é um dos melhores secretários de Galileu, e lamentam que ele não estivesse no cargo desde o inicio, isso por que o secretário anterior nada fez de pró-ativo para a pasta. “Mas que o prefeito Galileu tem disso, escolhe os amigos, dificilmente vê competência, e que o seu olhar e embaçado com visões de terceiros que lhe vende o peixe errado”

 

EM CONSEQUÊNCIA DO PERÍODO ELEITORAL OS COMENTÁRIOS ESTÃO SUSPENSOS

PODCAST: escuta essa!!