“Em breve, Divinópolis se tornará um canteiro de obras”, garante Galileu antes do fim de seu mandato


O prefeito Galileu Machado concedeu uma entrevista ao programa Bom dia Divinópolis, da rádio Minas, em que explica os recursos que estão para chegar na cidade e as ruas que serão beneficiadas com obras que podem começar já na próxima semana.

Segundo o chefe do Executivo, em breve, Divinópolis se tornará um canteiro de obras. “O que nós queríamos fazer no início do nosso mandato, não foi possível devido aos problemas financeiros com o Estado e do próprio município, então, com esses recursos tornaremos Divinópolis quase toda asfaltada”, disse.

Galileu afirma que a atual gestão foi prejudicada com a dívida do Estado e agora, com a pandemia da Covid-19. “Foi um governo atípico, nós pegamos o município endividado, e em 2018, o governador da época sequestrou nossos recursos de IPVA e ICMS, chegando a totalizar uma dívida de R$ 106 milhões, que o Estado ainda deve à Divinópolis. Nós achamos que com Governo Zema as coisas iriam normalizar, contudo, o governador eleito continuou com os mesmos critérios do anterior”, explicou.

Devido à isso, o prefeito ressalta que não realizou o que prometeu na campanha e que estava em seu projeto de governo, dessa forma, a administração resolver realizar financiamentos, para que pelo menos uma ponte fosse construída.

“Nós credenciamos há um ano e meio no Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa), em que procuramos a Caixa Econômica Federal e solicitamos um financiamento de R$ 40 milhões para fazer obras de infraestrutura e drenagem pluvial, só que a Caixa achou o valor muito alto. Para não perdemos, nós dividimos o valor e pegamos R$ 25 milhões na Caixa e R$ 15 milhões no Banco do Brasil”, relatou.

Nesta semana, o financiamento do Banco do Brasil foi aprovado e com a licitação feita, diversas ruas já serão beneficiadas neste primeiro momento. De acordo com Galileu, a expectativa é assinar o contrato com o banco na segunda-feira (15) e dar a ordem de serviço para a construtora já na terça-feira (16).

O desejo é que a Caixa aprove os R$ 25 milhões ainda nesta semana. Enquanto isso, a Prefeitura já revelou quais são as vias que serão beneficiadas pelos R$ 15 milhões do Banco do Brasil. São elas:

Rua Bairro Obra
Avenida das Embaúbas Jardim das Acácias Drenagem pluvial e asfalto
Avenida 21 de abril Desde a linha férrea até a rua Anita Garibaldi Recapeamento

 

Mendes Mourão e Cambuquira Afonso Pena Recapeamento
Guaraci Carlos de Freitas Afonso Pena

 

Asfalto
Cobre e Bronze São João de Deus Recapeamento
Ruas e becos Buritis Calçamento poliédrico
Praça Elizeu e vias em seu entorno São José Asfalto
Tiradentes e Amazonas São Sebastião Asfalto
Rua Iraque Sagrada Família Calçamento poliédrico
Ruas da linha de ônibus Tietê Recapeamento
Rinaldo Passos Jardim Capitão Silva Asfalto
Ruas da linha de ônibus Nossa Senhora das Graças Asfalto
Ibirité Serra Verde ao Bom Pastor Drenagem pluvial
Guapé Jardim Belvedere Asfalto
Ruas da linha de ônibus Icaraí Recapeamento
Vicente Ferreira Valério Centro Recapeamento

Galileu ainda diz que pretende entregar o mandato com a entrega da ponte da Quinta das Palmeiras e o Complexo da Ferradura. “Não aguento mais ouvir o pessoal reclamando de buracos, o asfalto agora é uma realidade. No segundo financiamento, está incluso a Ponte da Quinta das Palmeiras, o projeto já foi licitado, com uma empresa de São Paulo como ganhadora, e essa obra é de suma importância, pois dará acesso do Realengo até o Hospital Regional”, diz.

Em relação ao Complexo da Ferradura, que ligará o Distrito Industrial com a estrada para Carmo do Cajuru, o prefeito afirma ser uma parceria com o Governo do Estado. “Nós cedemos o terreno para o Estado e o secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, Marco Aurélio de Barcelos Silva, nos propôs a darmos o terreno e ele daria o encabeçamento da viaduto da Ferradura e também, faria o trevo na cidade indo para Cajuru, que tem um grande trafego de veículo, seguindo o trajeto dentro de Divinópolis até a Quinta das Palmeiras”, explicou.

Galileu ainda ressalta que o município está prestes a receber o auxílio do Governo Federal previsto para chegar no dia 15, que destina R$ 21 milhões para a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) e R$ 30 milhões para o município. “É um valor que receberemos parcelado, mas que é uma grande ajuda, apesar de ser financiado, e com isso, o Governo Federal cobre um pouco do que o Estado não deu aos municípios, que estão todos sacrificados com problemas financeiros, principalmente neste momento de pandemia”, retrocou.

Fonte: Entrevista concedida ao Sistema MPA

15 comentários em ““Em breve, Divinópolis se tornará um canteiro de obras”, garante Galileu antes do fim de seu mandato

  • 6 de agosto de 2020 em 08:25
    Permalink

    Aqui na rua Maranhão asfaltou só o quarteirão do Delano . Porque será? Quando vem chuva alaga tudo , fora os buracos.

    Resposta
  • 10 de junho de 2020 em 08:53
    Permalink

    Cade os bairros que o povo sofre com poeiras ou barro

    Resposta
  • 10 de junho de 2020 em 08:50
    Permalink

    Tem que asfaltar é a onde esses povo sofre com poeiras ou com barro nao a onde ja exeste pelo menos calcamentos

    Resposta
    • 12 de junho de 2020 em 10:25
      Permalink

      Mas, antes da pavimentação tem que ser feita a rede de esgoto. Próximo a UFSJ tem asfalto, mas não tem rede de esgoto. Absurdo.

      Resposta
  • 10 de junho de 2020 em 08:45
    Permalink

    O senhor prefeito esses bairros jatem pelo menos calcamentos tem que ollhar é para os bairros grajau . sao simao . terra azul . e mais outros que exeste por ai sao povos sofridos . com chuvas e poeiras nao para bairros que ja estao estruturados

    Resposta
  • 9 de junho de 2020 em 21:06
    Permalink

    Conversa pra boi dormir.
    Acordem povo Divinopolitano.
    Não dará pra fazer a metade disso aí.
    Farão uma gambiarra qualquer.
    Todo mandato de prefeito é assim .
    Tentam fazer obras só nos últimos meses.
    Mas eu não sou trouxa, não votei nesse aí não.
    Não terá meu voto nem a poder de reza.
    Sinto muito ….nunca vi uma administração tão ruim assim.

    Resposta
    • 10 de junho de 2020 em 10:53
      Permalink

      Acabei de presenciar uma etapa do “canteiro de obras”, tipo tapa buraco, na Rua Itamarandiba, efetuado pela Emop.
      Serviço extremamente porco, mal efetuado, sem nenhuma preparação dos buracos, para receber o alfalto e sem nenhuma supervisão para execução do acabamento, deixando, como sempre, onde eram os buracos, agora com lombadas na rua.

      Resposta
  • 9 de junho de 2020 em 20:06
    Permalink

    Não entendo porque não pegou esses empréstimos no início do Mandato? Deixou pra fazer isso nos últimos seis meses. Não fez nada em três anos e meio. Agora que a eleição está chegado vai fazer um despiste na cidade. Eu tenho vergonha de ter um prefeito que trabalha com as velhas politicagens. 🥺

    Resposta
  • 9 de junho de 2020 em 19:43
    Permalink

    EMPRESTIMOS PARA O POVAO PAGAR COM JUROS ALTISSIMOS O RESTO SAO OBRAS ELEITOREIRAS PARA ENGANAR O POVO

    Resposta
  • 9 de junho de 2020 em 17:41
    Permalink

    15 milhões de reais só isto de ruas, é uma maracutaia essa prefeitura mesmo. e agora 6 meses pra esse Galileu que está perdendo as eleições, ele vai deixa tudo inacabado, anotem ai população

    Resposta
  • 9 de junho de 2020 em 17:36
    Permalink

    CADÊ MEU BAIRRO TERRA AZUL E COSTA AZUL, QUE NÃO TÁ NESTA LISTA, ESTAMOS SOFRENDO A 30 ANOS.

    Resposta
    • 10 de junho de 2020 em 10:42
      Permalink

      Todos os comentários efetuados acima PERFEITOS!
      Para fazer esse mentiroso “canteiro” de obras, não precisava de empréstimo, bastava aplicar a receita do município, acabando com o cabide de emprego e os desvios.

      Resposta
  • 9 de junho de 2020 em 17:12
    Permalink

    Essa política velha de não fazer nada o mandato todo e no finalzinho fazer uma maquiagem para enganar o povo com o ditado que o povo tem a memória curta, não cola mais. Graças a Deus está acabando……

    Resposta
    • 10 de junho de 2020 em 09:23
      Permalink

      Seu tempo acabou, renovação geral incluindo esses safados vereadores, que trocaram fazer um gigantesco empréstimo, em troca se recapiar rua, é de rir povo num vota mais nesse tipo de político, vamos renovar 100 por cento aquele covil de víboras, come quietos, politica num é carreira.

      Resposta
  • 9 de junho de 2020 em 16:59
    Permalink

    Sr Prefeito! Se quiser ter economia e fazer algo pela cidade nos últimos meses de mandato e sair com dignidade, exonera todos os cargos de chefias e não faça igual ao mandato passado que mesmo com a cidade em apuros financeiros deixou os comissionados até 31 de dezembro deixando um enorme rombo com acerto de férias que tinham pendentes e ainda pagando o salário deles sem fazer nada.

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

65  +    =  69