Vereador cria “banzé” em coletiva de imprensa na Prefeitura de Divinópolis


O edil Matheus Costa, do partido CIDADANIA,  na manhã desta terça-feira (18), sendo exato por volta das 10 horas, horário que estava marcado a coletiva de imprensa para que o Prefeito Galileu Machado explicasse por que razão não pode assinar o convenio de R$ 1,5 milhão de reais que estava direcionado para a construção de uma usina de asfalto. O fato é que, Matheus Costa sabendo da existência da coletiva, através de um grupo “Produtores de Notícias”, no qual seus assessores estão inseridos, também se dirigiu para a Prefeitura com o objetivo de participar da coletiva junto com os assessores. Ao chegar lá, avocou sua condição de fiscalizador em nome do povo, e também queria participar da coletiva. Fato este que não teve a concordância dos membros do Executivo que solicitaram que o mesmo se retirasse. Como ele ficou resistente em sair, a Policia Militar foi chamada e  um Boletim de Ocorrência Policial foi lavrado – Com esse impasse a entrevista coletiva com os jornalistas atrasou por quase uma hora. 

2 comentários em “Vereador cria “banzé” em coletiva de imprensa na Prefeitura de Divinópolis

  • 19 de fevereiro de 2020 em 19:35
    Permalink

    Não é bem assim não. Em primeiro lugar não é só os bairros citados que seriam beneficiados, cidade toda seria.Mas a usina de asfalto tem que ser analisada na sua relação custo benefício ,senão vira uma nova draga que o então Prefeito Aristides Salgado trouxe para Divinopolis para limpar o rio e a máquina ficou mais parada do que trabalhou. Quanto aos lotes que não possuem construções isto tem outro nome:especulação imobiliária. O prefeito pode até ser incompetente mas parece que não é nem um pouco burro.

    Resposta
  • 19 de fevereiro de 2020 em 10:27
    Permalink

    Esse Galileu tá é em fim de mandato e vida política mesmo, a população está odiando ele a cada dia que passa e nossos bairros Terra Azul, Costa Azul, Candides etc estão na terra e na Lama, está usina irá fazer os bairros ter progresso e muitos mais moradias construídas e IPTU valor maior do que de Lote, como é incompetente este prefeito.
    Nos bairros sem asfalto donos de Lotes não constrói porque não tem asfalto e lá então para este prefeito vai ficar mais 30 anos na terra e lama, absurdo está administração e seus comissionados.
    Agora esses 40 milhões de financiamento de bancos e nós população que iremos pagar com juros viu, vai pra onde, duvido que chegará aqui Terra Azul e Costa Azul.

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  +  75  =  83