Por R$ 91 milhões, Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Social (IBDS) ganha licitação para administrar UPA Divinópolis; INSAUDE diz que vai recorrer


A licitação aconteceu na tarde desta terça-feira (30) em uma das salas da Secretaria Municipal de Saúde de Divinópolis (SEMUSA), com a abertura dos envelopes da Concorrência Pública 001/2019, com o objetivo de contratar uma entidade de Direito Privado sem fins lucrativos para administrar a Unidade de Pronto Atendimento Padre Roberto, UPA Divinópolis, ocasião em que se reunião os membros da Comissão Permanente daquela Secretaria, Alysson Paulinelli Rabelo Vilaça, Karina Alves de Oliveira, Sidney Henrique Duarte Martins, e Flavia Alves da Silva. Além dos convidados, Leandro Luiz Mendes (procurador), Cristiane Silva Joaquim (Diretor de Urgência e Emergência) e Simone de Freitas Guimaraes Dias, para escolher sobre o menor preço que foi apresentado por 5 (cinco) empresas que compareceram ao certame.  Organização Social João Marchesi, apresentou o maior valor do certame, ou seja,  R$ 111 milhões; a seguir em ordem decrescente a HMTJ (Hospital Maternidade Therezinha de Jesus), apresentou o valor de R$ 104 milhões; a seguir a INSAUDE (Instituto Nacional de Pesquisa e Gestão em Saúde) com o valor de R$ 101 milhões, foi a empresa que através de sua representante, Amanda Costa Melone, afirmou que entrará com recurso; IBRAPP (Instituto Brasileiro de Políticas Públicas) apresentou a proposta de R$ 91.691.488,89; já a empresa vencedora a IBDS (Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Social) apresentou o valor de R$ 91.043.671,20 (Noventa e um milhões, quarenta e três mil, seiscentos e setenta e um reais e vinte centavos).

Bráulio Henrique Dias Viana, representante da empresa vencedora, explicou que o IBDS tem sede em Belo Horizonte, e já está pronta com uma equipe de gestores para trabalhar em Divinópolis. Reconhece que existem recursos e contra recursos, mas acredita que sua empresa confirmará a vitória e logo estará assinando contrato, “trazendo mais saúde para a população de Divinópolis”. Explicou ainda que a empresa administra a UPA de Matosinho

A vereadora Janete, a única parlamentar municipal que esteve presente do início ao fim da da licitação, embora o vereador Renato Ferreira também esteve no local antes do início da escolha, afirmou que ela tem fiscalizado todo o processo e os problemas da UPA. Tem a expectativa de que a empresa escolhida faça uma boa gestão para sanar os problemas crônicos de atendimento na UPA.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

62  −    =  60

PODCAST: escuta essa!!