Prefeitura de Divinópolis tenta aprovar projeto de empréstimo de R$ 5 milhões para pagar empresa de georreferenciamento


Ao final da sessão ordinária da reunião da Câmara de Vereadores, nesta última quinta-feira (21), o líder do Governo, Eduardo Print Junior, que na sessão anterior, da última terça-feira (19), já havia solicitado que o projeto EM-002/2019, que trata sobre o empréstimo de R$ 5 milhões para realização do georreferenciamento no município, fosse pautado. Fato esse que não aconteceu. O líder tornou a falar sobre o assunto. Porém, solicitando que os vereadores estudassem bem a matéria neste fim de semana, para que na reunião da próxima terça-feira (26) eles  sanassem suas dúvidas sobre o que Divinópolis contratou, comparando o que está sendo feito no municipio, com a cidade de Santos (SP) e também com as cidades vizinhas que ja passaram pelo processo, como elas contrataram, e de que forma. E ainda que, eles, os vereadores, se informem por que motivo que empresa divinopolitana Mastergeo não participou da licitação. Conforme o líder do Governo, o objetivo do pedido é para que seja feito um debate saudável na próxima reunião. E que embora a oposição tenha uma tendência de votar contrário ao projeto, disse também que eles se conscientizem sobre a necessidade da aprovação deste projeto para o crescimento da cidade. 

Print, debitou todo o crédito da seriedade dos estudos técnicos e da necessidade financeira do município pela aprovação do projeto para a secretária da pasta, Flávia D´Alessandro por ela, e a Diretora, Maria Elisa, ambas servidoras de carreira, e com visão essencialmente técnica, e não política que precisam de quatro em quatro anos se submeterem à vontade das urnas, com acontece com os vereadores. “Acho difícil que elas coloquem seus cpf seus nomes em alguma coisa ilegal, ilícita, sabendo que vão responder por isso, independente dos vereadores que estarão na Casa, no futuro. Confio no trabalho que foi feito por elas, e na licitação que foi realizada”

O líder conclamou que o projeto fosse aprovado para sanar as reclamações de disparidades de valores que atualmente estão acontecendo. Que não vai adiantar ficar reclamando das injustiças, se o problema que está nas mãos dos vereadores não for definitivamente resolvido com o georreferenciamento.

Print foi tão democrático e republicano na liderança do Governo, que precisa aprovar o projeto, que finalizou até abrindo a possibilidade de que os opositores possam votar ao contrário dizendo: “Vai votar ao contrário, é uma decisão de cada um de vocês, não cabe a nós fazermos julgamento de vereadores que votam contrário ou favorável. Não é crime nenhum ser base, crime é se abster da responsabilidade, de fazer o voto do sim ou não aqui no plenário, isso sim é crime. Um crime contra a população que te elegeu e colocou você aqui no plenário para representar ele durante quatro anos”

9 comentários em “Prefeitura de Divinópolis tenta aprovar projeto de empréstimo de R$ 5 milhões para pagar empresa de georreferenciamento

  • 26 de fevereiro de 2019 em 08:24
    Permalink

    que venha o MARQUINHO CLEMENTINO para moralizar a prefeitura

    Resposta
  • 25 de fevereiro de 2019 em 07:32
    Permalink

    Print é espertalhão, falastrão do tipo sambari love. Apoiou, apoiou até no último ano do governo o ex prefeito Vladimir Azevedo quando foi secretário de esporte, dizem q fez rolo. É o Ministério Público chamar chamar o Ricardo que trabalhou na Câmara que as tretas aparecem. Nessa vez começou como oposição, virou base disfarçada e virou líder do governo, quer ser herói na aprovação do projeto ganhando mais uns carguinhos e outros favores mais de ter pedidos atendidos com rapideza

    Resposta
  • 24 de fevereiro de 2019 em 22:16
    Permalink

    É o tal negócio, votam nos caras depois vão pra rede social reclamar!!!! Estudar pra conhecer o funcionamento das regras políticas ninguém quer!!!

    Resposta
  • 23 de fevereiro de 2019 em 17:19
    Permalink

    Concordo plenamente. Nossa cidade está esfacelada por causa do amadorismo e da politicagem que aqui se instalou há muito tempo. Tem que fazer a correção da planta sim, doa a quem doer.

    Resposta
  • 23 de fevereiro de 2019 em 08:32
    Permalink

    Esse Print Junior, se olhasse para o POVÃO mais humildes ele sim, iria pedir para abrir uma CPI DO CADASTRO, pois lá ainda tem os funcionários que a décadas vem ajudando os ricos que tem vários imóveis a pagar a mixaria de IPTU conforme já foram mostrados pelos vereadores ultimamente.

    Resposta
  • 22 de fevereiro de 2019 em 22:25
    Permalink

    Concordo este vereador prin Júnior nunca olhou o lado do povo , somente seu ego e o lado financeiro 2020 está aí

    Resposta
  • 22 de fevereiro de 2019 em 19:41
    Permalink

    Senhores leitores: Tem que aprovar sim. Divinópolis precisa sair desse amadorismo que se encontra a anos. Somos uma cidade de 250.000,00 habitantes com toda uma estrutura para evoluir. Todos no dia da votação contra esses senhores feudais que usurpam nossa cidade.
    Esses vereadores só legislam em causa própria. Você vereador e politico … informa que foram escolhidos para prestação de serviço temporário, portanto, não confunda com profissão.

    Resposta
    • 23 de fevereiro de 2019 em 17:18
      Permalink

      Concordo plenamente. Nossa cidade está esfacelada por causa do amadorismo e da politicagem que aqui se instalou há muito tempo. Tem que fazer a correção da planta sim, doa a quem doer.

      Resposta
  • 22 de fevereiro de 2019 em 19:19
    Permalink

    Esse Print Junior, vai perdeu essa mamata em 2020, vamos investigar quantos cargos comissionados ele tem lá na Prefeitura..

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

5  +    =  14