PROBLEMA ADIADO: por dívidas de ex-prefeito, AZUL pode suspender voos se Galileu Machado não pagar R$ 1 milhão para Socicam, até 5 de abril


O que já era esperado, e foi anunciado previamente, está para acontecer, quando a empresa de aviação civil, Azul Linhas Aéreas, inicialmente, confirmou nesta última sexta-feira (30), que os voos da empresa, do aeroporto de Viracopos em Campinas, para o Brigadeiro Cabral em Divinópolis, e na rota contrária, estariam suspensos já a partir deste próximo domingo (01/04), em consequência de uma antiga dívida de R$ 2,6 milhões que a Prefeitura de Divinópolis tem com a empresa Socicam, que administra o aeroporto. Com isso, inviabilizaria operacionalmente os pousos e decolagem da Azul em Divinópolis – Ocorre que, após uma intensa negociação, o secretário de Desenvolvimento Econômico, José Alonso Dias, mais o Presidente da FIEMG Regional Centro-Oeste, Afonso Gonzaga, conseguiram fazer com que a Azul mantivesse os voos até o próximo dia 5, quinta-feira próxima. Desde que a Prefeitura pague para a Socicam, no mínimo o valor de R$ 1 milhão, dos R$ 2,6 que estão atrasados ainda da administração ex-prefeito Vladimir Azevedo (PSDB). Da gestão do atual prefeito, Galileu Machado, existem apenas duas parcelas de R$ 168 mil reais em atraso – O Divinews, neste sábado (31) esteve no Aeroporto Brigadeiro Cabral, e conforme informações de um funcionário da Socicam, já estava programado que a empresa estaria enviando um caminhão para retirar todo o seu material, já na manhã deste domingo (01), confirmando com isso o que o próprio secretário de Desenvolvimento Econômico tinha informado para o site. Com isso o problema da suspensão do voo da Azul foi empurrado para frente, e poderá ser resolvido definitivamente se a secretária de Fazenda, Suzana Xavier, se sensibilizar da importância em manter a empresa operando no município.

O problema da interrupção dos voos, não é pela Azul, e sim em consequência do término das atividades da Socicam, que inviabiliza operacionalmente os pousos e decolagens dos aviões da companhia aérea no Aeroporto Brigadeiro Cabral. Criaria insegurança para os voos. 

NOTA OFICIAL DA PREFEITURA  ( enviada às 16:38, após a publicação da matéria do Divinews, às 15:03 )

Nota à imprensa

Divinópolis, 31 de março de 2018 – A Prefeitura de Divinópolis e a Socicam Terminais de Passageiros selaram um acordo neste sábado (31/03) para os voos da Azul Linhas Aéreas continuarem operando no município. A Socicam, responsável pela gestão do Aeroporto Brigadeiro Cabral, manterá a prestação de serviços.

O município tem uma dívida de R$ 2,6 milhões com a Socicam referente a um contrato da gestão passada.  O custo mensal para a prefeitura é de R$ 168 mil. Além da dívida com a Socicam, município tem R$ 1,4 milhão em crédito para receber de taxas dos permissionários dos hangares do Brigadeiro Cabral. A quitação dessa dívida seria fundamental para amenizar essa situação.

 

Leia também:

3 comentários em “PROBLEMA ADIADO: por dívidas de ex-prefeito, AZUL pode suspender voos se Galileu Machado não pagar R$ 1 milhão para Socicam, até 5 de abril

  • 24 de abril de 2018 em 17:38
    Permalink

    Um absurdo a suspensão dos voos por dívidas da prefeitura! Mais uma vez, os cidadões contribuintes de impostos, sendo prejudicados por má gestão do dinheiro público!

    Resposta
  • 1 de abril de 2018 em 08:14
    Permalink

    Bom dia. Como já disse, é simples de resolver. Transfiram os pousos e decolagens para a cidade vizinha Cláudio. Pois lá em um aeroporto, cuja construção, foi feita baseada na necessidade de voos, pois a região, tida como grande polo industrial e de comercio, assim o exigiam.

    Resposta
  • 31 de março de 2018 em 18:03
    Permalink

    É um absurdo este contrato feito pelo ex prefeito Vladimir(PSDB), tem que investigar isto urgente, Divinópolis não pode ter estes tipos de contratos mais não, passar para empresas que só faturam e não presta serviços nenhum a contento. PASSAGEM MUITO CARA E TAXAS EMBARQUE.

    Também vale para a COPASA, UPA, AEROPORTO, COLETA DE LIXO, etc

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

3  +  4  =