Vereador diz ter morrido paciente na UPA Divinópolis no dia em que começou a paralisação


O vereador Marcos Vinicius (PROS) em entrevista após o término da sessão ordinária da Câmara, desta quinta (07), reforçando o seu pronunciamento, afirmou ter tido informações que um senhor de 87 anos, com as iniciais DDA teria falecido na UPA na última segunda-feira (04), no mesmo dia que começou o movimento de paralisação dos médicos – O Edil afirmou ser ainda uma situação temerária e preocupante por que remete aos questionamentos e procedimentos adotados. O vereador como prova da morte, disse que conseguiu ter acesso ao prontuário de forma não oficial, mas que está requerendo que o prontuário lhe seja entregue oficialmente, para se certificar do tipo de atendimento que o paciente teve, para saber se a morte poderia ter sido evita e se a paralisação foi um fator preponderante nó óbito – “O paciente foi levado pelo SAMU e faleceu de segunda para terça-feira”.
O Divinews ainda na noite desta última, quarta-feira obteve a mesma informação que o vereador Marcos Vinicius, ora denúncia. Contudo ao questionar o diretor clinico, Lobão sobre se existiu ou não o óbito, foi informado que não procedia a fonte de informação do Divinews. Porém, na ocasião, o denunciante chegou a afirmar o nome do paciente, Divino Domingues de Araújo, assim como seus contatos

Um comentário em “Vereador diz ter morrido paciente na UPA Divinópolis no dia em que começou a paralisação

  • 8 de dezembro de 2017 em 17:23
    Permalink

    Meu deus, um vereador que sequer tem formação na area da saude questionando a morte de um senhor de 87 anos querendo achar o culpado???
    Por que nao esta fazendo seu papel tentando resolver o problema maior que a falta de material e condiçoes basicas de trabalho.
    Este sujeiro deveria se justificar em questao de uma acusação destas.
    Jamais tera meu voto.

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.