Divinópolis: Obras na Avenida Magalhães Pinto vão completar aniversário de um ano, enquanto comerciantes amargam prejuízos; moradores e motoristas seguem prejudicados

Publicado por: Vinicius Xavier

Em meados do ano passado, foi anunciada grandes obras de drenagem e recapeamento asfáltico em toda extensão da Avenida Magalhães Pinto, no bairro Niterói. O comunicado foi feito pela Prefeitura de Divinópolis por meio do Prefeito Gleidson Azevedo, do irmão, Deputado Estadual Eduardo Azevedo, do Secretário de Obras da cidade e outros vereadores da base, como à época o parlamentar cassado na Câmara Municipal, Diego Espino. Todos esses gravaram vídeos na região. Notificada da intervenção na infraestrutura naquela área, a Secretaria de Trânsito e Transporte interditou a via no dia 08 de agosto de 2023.  

De lá para cá, dez meses depois, centenas de comerciantes tem sofrido com a queda vertiginosa do movimento econômico. Moradores também penam para chegar e sair de suas casas, para além de terem transtornos com os entulhos e sujeira. Sem contar a alteração do fluxo de veículos por bairros vizinhos ou de acesso à cidade, como Danilo Passos, Vila Romana, Bom Pastor, entre outros, os quais pessoas de lá também se queixaram.  

Continua depois da publicidade

Donos de comércios desde o início das obras, questionaram o cronograma, celeridade e conclusão delas, pois, a cada dia de atraso ou descumprimento de datas prometidas, mais prejuízo sofrem. Uma Audiência Pública foi realizada ainda no ano passado e tentativas de reuniões com os representantes locais foram rechaçadas pelos responsáveis. 

Com a manutenção dos preços de aluguéis e das despesas, mas a baixa receita de faturamento das vendas, muitos de fato decidiram encerrar as atividades, ao passo que alguns tem se esforçado para conseguirem se manter, caso de mercearias tradicionais, padarias, restaurantes, lojas, postos de gasolina e outros pontos em toda Avenida. 

Nessa semana, por exemplo, muitos foram ainda mais lesados, uma vez que tiveram obstrução ou dificuldade para se locomover aos pontos comerciais durante o dia do “Imposto Zero” anunciado pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Divinópolis.   

A questão ainda deve se arrastar por mais algum período indeterminado, uma vez que o contrato com a antiga empreiteira precisou ser rompido pela demora e descumprimento do cronograma. Moradores e comerciantes continuam indignados e impacientes com a inconclusão das obras, agora quase as vésperas de completar um ano.  Nesse instante, a faixa da esquerda da avenida se encontra obstruída, o que compromete ainda mais o acesso e o estacionamento naquela região. 

 

 

Entre no grupo do Whatsapp do Divinews e fique por dentro de tudo o que acontece em Divinópolis e região

comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estamos felizes por você ter escolhido deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de privacidade.

  1. PEDRO MARTINHO DE ALCANTARA disse:

    Agora vem eleições simplesmente ninguém vota mais,neste prefeito é deputado federal e estadual.
    Vamos todos mostrar pra eles que unidos podemos muito!!!

  2. GIL disse:

    Senhor redator, toda e qualquer obra de porte pequeno, médio ou grande porte, gera desconforto.
    Resta esperar pelo final da mesma para aproveitar as melhorias que ela vai trazer. Ajude aí …

Continua depois da publicidade