Fariseu se propõe a fazer jejum de Coca-Cola pela vitória de Bolsonaro (vídeo);

Publicado por: Redação

Gleidson Azevedo, prefeito de Divinópolis, irmão do deputado estadual Cleitinho Azevedo, que se elegeu senador por Minas Gerais, além de ser também irmão do vereador Eduardo Azevedo que também se elegeu deputado estadual, e substituirá Cleitinho em sua cadeira na Assembleia Legislativa de Minas, gravou um vídeo e postou em suas redes sociais que em “oferenda” à vitória de Bolsonaro à presidência da República, por 21 dias fará jejum de Coca-Cola, que ele afirmou gostar muito e será um verdadeiro esforço ele ficar sem beber o refrigerante – O irmão de Cleitinho disse estar atendendo um apelo do vereador Nikolas Ferreira, eleito deputado federal por sua convocação para que os cristãos façam jejuem. No vídeo Gleidson convoca todas as lideranças espirituais de Divinópolis para que façam o mesmo.

Em sua convocação, o prefeito de Divinópolis diz que é o momento de Deus agir, que a população que não votou ou que votou no concorrente ou que anulou o voto vote em Bolsonaro em prol do “nosso presidente”. E convocou aos divinopolitanos para virar o jogo. Lembrando que Bolsonaro ganhou em Divinópolis, mas perdeu em Minas.

Continua depois da publicidade

O jejum  era uma prática comum entre os servos de Deus, pois era uma forma de renovar as forças para enfrentar as dificuldades que tinham pela frente. É o ato de ficar sem comer e beber. O jejum religioso é aquele em que alguém deixa de comer por motivos relacionados à fé.

De algum tempo pra cá, os religiosos começaram a flexibilizar o jejum, não sendo mais necessário que seja feito totalmente, tanto de alimentos quanto de liquido. Passou a ser por um período do dia, e não necessariamente de alimentos, e sim de alguma coisa que o cristão goste muito, como no caso, o prefeito como adorador da Coca-Cola, se propôs ficar sem beber o liquido.

Entre no grupo do Whatsapp do Divinews e fique por dentro de tudo o que acontece em Divinópolis e região

comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estamos felizes por você ter escolhido deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de privacidade.

  1. Roni disse:

    É melhor fazer jejum de indio com banana

  2. Anônimo disse:

    Faz muito esforço pra ser ridiculo

  3. Carlos Roberto Alves disse:

    Esse pilantra deveria trocar a coca cola por gardenal.

  4. Fernanda disse:

    Faz promessas de não receber seu salário, de doar para uma instituição ou família que precisa, toma vergonha na cara discarado.

  5. Fernanda disse:

    Faz promessas de não receber seu salário, de doar para uma instituição ou família que precisa, toma vergonha na cara deiscarado

  6. Eduardo disse:

    Que vergonha. PQP.

  7. eduardo vieira lima disse:

    Deveria fazer um jejum de falar m##$*.; Duvido que consiga ficar mais de 5 minutos.

  8. Pedro disse:

    Eu não aguento mais tanta bobajada dessa família Azevedo. PQP!!! para esses caras!. Bolsonaro transformou o Brasil numa guerra de ideologia religiosa, dividindo ainda mais evangélicos e católicos, como se em política, onde a lama escoa em todos os poderes, fosse algo que pudesse ser revolvido com a Bíblia debaixo do braço. E encontra respaldo em bocós como essa turma da família Azevedo. A partir do momento em que se coloca religião e política em lados opostos, os resultados nunca são bons. Vamos considerar, guardadas as devidas proporções, o que acontece há milênios no Oriente Médio, onde política e religião matam quem tem opinião diversa. O Brasil está muito próximo disso. Esses “fariseus” apelam a Deus para manter suas mamatas, ao contrário de colocar a mão na massa e praticar algo que está na própria Bíblia: “Não roubarás”. Isso eles não fazem, pois continuam roubando não apenas o que é do povo, como também roubam até a sanidade de milhares de pessoas imbuídas no melhor espírito cristão, que deixam se levar por esse falso discurso ideológico. Nós, divinopolitamos, estamos ferrados. Aliás, ferradíssimos. Agora, é barba, cabelo e bigode: Prefeitura, Assembléia e Senado. Infelizmente o povo, levado pelos falsos profetas, está longe, muito longe, de saber o que é melhor para si mesmo. Com essa corja Azevedo dominando a política, tenho uma vergonha desgraçada de dizer que sou divinopolitano.

  9. Donizete disse:

    Nikolas, FABRICANTE DE FAKE NEWS

  10. Anônimo disse:

    Va trabalhar zurrador.Deveria receber punicao.
    Eh INACREDITAVEL. Ao inves de trabalhar e tbm explicar o ROMBO dos oito milhoes ta fazendo ApologiaS.

  11. Ja disse:

    Tá de brincadeira esse sujeito

    1. Ricardo disse:

      Larga de ser ridículo 🤣🤣🤣🤣

  12. Anônimo disse:

    Ridículo… Não adianta esse poder dessa família, sabe porque? Nunca deixarão de ser LACAIOS, vão continuar passando pano para alguém… não tem jeito…kkkk

    1. José disse:

      Menino Molequinho, você deveria fazer jejum é dessa ignorância, dessa asneira, dessa criancisse, cria vergonha na sua cara e honra a nossa cidade, faça valer pelo menos os votos evangélicos que te colocaram na Prefeitura, deixa de ser Jacu, nossa cidade já é considerada grande, então faça por merecer o cargo que você ocupa, seu moleque…..

  13. Eva Borges disse:

    Ridículo

  14. Anônimo disse:

    Esse sujeito envergonha Divinópolis em todos os sentidos… Até quando esse filme de terror…. 🤮

  15. Anônimo disse:

    Cris vergonha na sua cara, fazer promessa de. Não beber Coca cola. Vai arrumar um serviço e honrar suas palavras de candidato. Principalmente com os servidores municipais

Continua depois da publicidade