160 parcerias de empresas privadas com a Prefeitura de Divinópolis de reformas e obras é pelo projeto “Adote Um bem Público’, do vereador Print Jr.


A quase totalidade das obras de melhoria na infraestrutura da cidade, tais como reformas de praças, pinturas de canteiros, calçamentos e mesmo asfaltamento de algumas vias públicas, tudo é em consequência da existência do projeto de autoria do vereador Eduardo Print Junior (PSDB), apresentado, votado e aprovado em 2018, ainda na gestão do ex-prefeito Galileu Machado, que sua equipe de governo não colocou em prática, e a atual administração tem o mérito de ter realizado cerca de 160 ações. Entre as mais importantes estão a reforma da Praça do Santuário, adotada pela Sicoob/Divicred;  da Catedral, adotada pela Sicredi; Reforma do Parque da Ilha, pela Farmax; Reasfaltamento da JK, pelo ABC Supermercados; Entrada da Avenida Autorama, pela Cofer; assim como o repavimentação pelo Mart Minas, entre outras dezenas.

Segundo o vereador e presidente da Câmara, o ‘Adote Um Bem Público’ possibilita a adoção de espaços, como praças, escolas, quadras e canteiros, por parte das empresas particulares e pessoas físicas, que se comprometem em cuidar da área e, em troca, são autorizadas a instalarem placas de divulgação de suas atividades “Quando apresentei o projeto, em 2018, já foi visando uma transformação na cidade. E estamos vendo isso acontecer nos últimos meses. Uma cidade mais bem cuidada significa novos atrativos, novos investimentos e novas oportunidades”,

O vereador reconhece o mérito da atual gestão do executivo no sucesso do projeto. “Para que o Adote Um Bem Público fosse um sucesso, precisava de uma vontade maior por parte da Prefeitura. E vemos isso no prefeito que vem firmando várias parcerias com empresários da cidade. Quem ganha com isso é a população, que passa a usufruir de espaços mais bem cuidados”

2 comentários em “160 parcerias de empresas privadas com a Prefeitura de Divinópolis de reformas e obras é pelo projeto “Adote Um bem Público’, do vereador Print Jr.

  • 5 de julho de 2022 em 13:27
    Permalink

    Boa tarde!

    Deveriam começar a fiscalizar se o bem público realmente está sendo reformado, pois o que estamos vendo na maioria dos casos é a empresa adotar, colocar uma placa de propaganda e deixar esse bem em péssimo estado de conservação. Ou seja, só vai lá e faz uma média com prefeito e vereador e não faz mais nada.

    VAMOS FISCALIZAR O BEM ADOTADO AUTORIDADES RESPONSÁVEIS

    Resposta
  • 4 de julho de 2022 em 17:16
    Permalink

    Explorando os empresarios mas isso vai acabar

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  +  78  =  79