‘Grupo de Valorização à Vida Henrique Nunes’ impede autoextermínio em Divinópolis; e alerta sobre a depressão


Nesta última sexta-feira (24), o grupo de ‘Valorização à Vida Henrique Nunes’, com o apoio do Poder Público, Secretaria de Saúde, Corpo de Bombeiro Militar, mais a Polícia Militar, a UPA Divinópolis, além do Sersam e o escritório ‘Ferreira Advocacia’, conseguiram impedir um homicídio seguido de autoextermínio, em Divinópolis.   

Diante da tragédia que não se consumou, uma das participantes do grupo fez um alerta sobre a depressão. Explicando que a doença é coisa muito séria e que tem ceifados muitas vidas. “Os números informados pelos órgãos oficiais são assustadores e estão longe de serem a realidade. Há muitos casos de ideação e tentativa que por serem tratados em consultórios particulares não chegam ao conhecimento das autoridades. Os números crescem a cada dia, a cada instante, mas não são apenas números, são pessoas.  Cada caso tem sua particularidade que o torna único”.

A participante adverte que aos primeiros sinais de tristeza de alguém que pode estar próxima. É importante logo o acolhimento, com um abraço, e principalmente ouvir o que o outro tem a dizer. Diz ainda sobre alguns cuidados, como por exemplo, pessoas que tomam medicação não pode ter acesso aos medicamentos, principalmente nos primeiros meses de tratamento. E em caso de surto, a pessoa não pode ficar sozinha, tem que ser tomada logo uma decisão, “Ela precisa de cuidados médicos”

“O acolhimento pode ocorrer mesmo que se esteja distante. A vitória conseguida nesta última sexta-feira foi pela dedicação, carinho e atenção”, explicou a participante. “Se existir alguém que  está precisando de ajuda e não consegue se abrir com quem conhece, ligue 188, Centro de Valorização a Vida”, finalizou

O grupo Valorização a Vida Henrique Nunes’ é um grupo de voluntários, formado pelo Poder Público e iniciativa privada e visa ajudar pessoas em situação de risco face a depressão. O grupo é apadrinhado pelo Promotor de Justiça, da Infância e Juventude,   Casé Fortes –  O nome ‘Henrique Nunes’ é uma homenagem a quem que era a alegria em pessoa (Prato da Casa, Bloco do Cléo), mas por dentro era alguém que sofria em silêncio.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  +  60  =  65