Governo determina que intervalo entre doses de vacina para crianças será de oito semanas, Anvisa defende três


Na entrevista coletiva além de voltar atrás na decisão de vacinar as crianças de 5 a 11 anos, o Governo determinou que o intervalo entre as doses será de oito semanas, ao passo que a orientação da Agência  Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) era de aplicar a segunda dose com três semanas após a primeira dose. As crianças nesta faixa etária receberão um terço do volume habitual do que é aplicado em adultos. A vacinação desta faixa etária vai começar por crianças com comorbidades. Será necessária a autorização dos pais. Caso os responsáveis estejam presentes durante a imunização, não será necessária a apresentação de termo por escrito. O Ministério da Saúde recomenda ainda que a criança tenha uma consulta prévia de um médico ante de tomar a vacina. 

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

5  +  4  =  

PODCAST: escuta essa!!