Secretaria de Saúde de Divinópolis repassa novas informações sobre cronograma da vacinação e intervalo das doses


A Secretaria de Saúde de Divinópolis, informou sobre as atualizações no intervalo e reforço entre doses da vacina contra a Covid-19. Na última quarta-feira (22) foram encerradas as atividades do drive thru do Centro Administrativo. Quem precisar tomar doses da vacina contra a Covid-19 poderá procurar diretamente, sem necessidade de agendamento, uma das 27 unidades de saúde que já oferecem esta vacina. Antes de procurar uma unidade de saúde para se vacinar contra a Covid-19, o cidadão poderá consultar um cronograma de vacinação que será atualizado diariamente. Nele constam informações sobre os critérios para a vacinação, datas, horários, imunizantes disponíveis e quais as unidades de saúde que o oferecem. O link para consulta do cronograma.

As unidades que aplicarão os imunizantes contra a Covid-19, são: Afonso Pena, Belvedere, Bom Pastor, Candidés, Central, CSU, Danilo Passos, Ermida, Icaraí, Ipiranga, Itaí, Jardinópolis, Maria Lúcia Gregório, Nações, Nilda Barros, Niteroi, Nossa Senhora das Graças, Nova Holanda, Planalto, Primavera, Santa Lúcia/Sagrada Família, Santos Dumont, São José, São Paulo, São Roque/Tietê, Serra Verde, Vale do Sol.

Esquema Vacinal Primário:

Coronavac: o intervalo entre 1ª e 2ª dose é de 28 dias.

Astrazeneca : intervalo de oito semana entre a 1ª e 2ª dose.

Pfizer: intervalo de 21 dias entre a 1ª e 2ª dose.

Janssen: Duas doses com intervalo de dois meses entre a 1ª e a 2ª

Dose Adicional para Imunossuprimidos:

Para os indivíduos com alto grau de imunossupressão o intervalo para aplicação da dose adicional deverá ser de 28 dias após a última dose do esquema vacinal primário.

São consideradas alto grau de imunossupressão:
I – Imunodeficiência primária grave.
II – Quimioterapia para câncer.
III – Transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) uso de drogas imunossupressoras.
IV – Pessoas vivendo com HIV/AIDS.
V – Uso de corticóides em doses ≥20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por ≥14 dias.
VI – Uso de drogas modificadoras da resposta imune
VII – Auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias. VIII – Pacientes em hemodiálise.
IX – Pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas.

Dose de reforço

Devem receber a dose de reforço, pessoas, com mais de 18 anos, pessoas que tenham recebido a primeira e a segunda dose de Astrazeneca, Coronavac ou Pfizer. A dose reforço será aplicada 4 meses depois do recebimento da segunda dose.

O reforço será feito, preferencialmente, com a vacina da Pfizer, independente do imunobiológico utilizado no esquema primário. Eventualmente poderão ser utilizados os imunizantes Astrazeneca ou Janssen.

Indivíduos imunocomprometidos, acima de 18 anos de idade, que receberam três doses no esquema primário (duas doses e uma dose adicional), devem tomar uma dose de reforço que deverá ser administrada a partir de 4 meses após a dose adicional.

Janssen: Pessoas que tomaram a dose única da Janssen (exceto gestantes) devem tomar uma dose da Janssen com intervalo mínimo de 2 mes após a dose úinica do esquema primário.

Gestantes: deverão tomar o reforço com a vacina Pfizer após 5 meses da 2ª dose do esquema primário. Os imunizantes Astrazeneca e Janssen não são recomendadas para o uso em gestantes.

Adolescentes: A única vacina com autorização pela Anvisa para aplicação em adolescentes, de 12 a 17 anos, é a Pfizer. Para este grupo ainda não está prevista a aplicação de dose de reforço.

Todas as medidas deste informativo tem como referência a Deliberação CIB-SUS/MG Nº 3.632, de 19 de novembro, a Nota Técnica nº 65/2021-SECOVID/GAB/SECOVID do Ministério da Saúde e a Deliberação CIB-SUS/MG Nº 3.610, de 11 de novembro.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  +  41  =  45

PODCAST: escuta essa!!