Divinópolis: Casal ouve conversa de filho sobre ‘poliamor’, se aconselha com padre, que transforma conteúdo em sermão de missa (vídeo)


O padre Chrystian Shankar, Reitor do Santuário Diocesano de São Frei Galvão, em Divinópolis,  famoso por atrair milhares de pessoas em suas celebrações de missas, e que tem nas redes sociais quase 2 milhões de seguidores, no Instagram 1,1 milhão e no Facebook 785 mil, em um sermão de uma missa, contou que um casal o procurou para aconselhamento do que deveria fazer diante da conversa que eles por acaso ouviram do filho que estava ao telefone com uma amiga, e com a porta aberta de ambos os quartos, tanto o do casal quanto o do filho, foi possível claramente perceber que o assunto era o “poliamor”. Após ouvir o relato do casal, o padre indignado, além de usar a missa para exortação dos cristãos aos valores familiares, postou também um vídeo em seu perfil pessoal, dizendo diretamente que a escola, que ele não quis revelar o nome por temer ser processado, e disse ainda que ele não ter tempo de ficar na frente de juiz respondendo perguntas, está pervertendo as crianças: “Querem perverter as crianças na mais tenra idade! Pais: cuidem de seus filhos! Acompanhem seu crescimento integral! Procure saber o que andam aprendendo e ouvindo em sala de aula. Se você não cuida da sua família, você a perderá! Se você não cuidar de seus filhos, eles se perderão. MUITOS JÁ SE PERDERAM! Não sejamos omissos e passivos! Quem ama cuida! Deus está conosco!” afirmou na rede social

Nas redes sociais trafegam dois vídeos, em um o padre está celebrando uma missa, e no outro gravado posteriormente à missa ele está em sua residência falando sobre o  poliamor que levantou polêmica em Divinópolis e foi pauta das redes sociais nesta última segunda-feira (21), com manifestações radicalmente contrarias, e outras condescendentes. Houveram ainda manifestações de apoio, pois avaliaram que o procedimento dos pais foi correto em buscar auxilio espiritual, e também contrárias, pelo fato de os pais invadirem a privacidade do filho ao ouvirem sua conversa e o expor, mesmo sendo para um padre.

No Instagram do Padre Chystian Shakar o vídeo sobre o assunto já teve, até a noite de ontem,  mais de 50 mil curtidas, em menos de 12 horas de postagem. Existem outros temas que são abordados pelo religioso que chegam a alcançar a marca de mais de 100 mil curtidas.

Embora o padre Chrystian Shankar tenha fica surpreso pela descoberta, e supostamente atribuindo que a escola onde está estudando o filho do casal que ouviu a conversa por acaso, possa ser a responsável pela criação do poliamor, segundo várias publicações na internet sobre o tema, a enciclopédia Wikipédia, explica que o  termo deriva de uma palavra grega πολύ – poli, que quer dizer a muitos ou vários, e do Latim amor, significando amor), isso sinaliza que, mesmo sendo o poliamor considerado ato ‘pervertido’ sob o prisma do olhar cristão, pois é a  prática ou desejo de ter mais de um relacionamento, seja sexual ou romântico, simultaneamente com o conhecimento e consentimento de todos os envolvidos, o fato é que ainda em 2005 foi realizada a Primeira Conferência Internacional sobre o Poliamor, em Hamburgo, na Alemanha. E no Brasil atualmente existem grupos de poliamor que se dedicam politicamente à causa, chegando a existir, segundo o wikipédia, até mesmo jurisprudência reconhecendo relações póliamorosas.

O padre na missa execrou tanto a escola quanto de forma quase generalizada os psicólogos, chegando mesmo, na celebração religiosa simular cuspir quando pronunciava a palavra “psicologa”. Shankar leu um “paper” que ele afirmou ter sido uma orientação escolar sobre a prática do políamor, no entendimento dele, a escola estava incentivando tal prática.

Diante de um tema tão polemico e da forma como foi tratada, o Divinews segue tentando investigar que escola é essa para dar o direito do contraditória à pregação do padre.

Alguns grupos brasileiros entendem o poliamor como o modelo de relacionamento não-monogâmico que possui três características principais: não exclusividade romântica ou sexual a dois, consensualidade e equidade entre todas as partes.

Por outras palavras, o poliamor como opção ou modo de vida, defende a possibilidade prática de se estar envolvido — romântica ou sexualmente — em relações íntimas, profundas e estáveis com mais de um parceiro simultaneamente, de forma consensual, honesta e igualitária, informa o wikipédia.

O poliamor como movimento é mais visível e organizado principalmente nos Estados Unidos, acompanhado de perto por movimentos na Alemanha e Reino Unido. No Brasil, já há até jurisprudência reconhecendo relações poliamorosas.

A palavra em si já foi inventada várias vezes, a maior parte das quais sob a forma de adjetivo (inclusivamente utilizado para referir Henrique VIII, Rei da Inglaterra). Existe publicada em Português uma breve história sobre a palavra. A palavra foi, em 2014, reconhecida oficialmente em vários dicionários online de Português de Portugal.

Publicação na internet (Instagram)

Publicação da Missa 

 

30 comentários em “Divinópolis: Casal ouve conversa de filho sobre ‘poliamor’, se aconselha com padre, que transforma conteúdo em sermão de missa (vídeo)

  • 24 de junho de 2021 em 18:15
    Permalink

    Mateus 23:

    Então Jesus disse às multidões e a seus discípulos: 2 “Os mestres da lei e os fariseus ocuparam o lugar de intérpretes oficiais da lei de Moisés.[a] 3 Portanto, pratiquem tudo que eles dizem e obedeçam-lhes, mas não sigam seu exemplo, pois eles não fazem o que ensinam. 4 Oprimem as pessoas com exigências insuportáveis e não movem um dedo sequer para aliviar seus fardos.

    5 “Tudo que fazem é para se exibir. Usam nos braços filactérios[b] mais largos que de costume e vestem mantos com franjas mais longas. 6 Gostam de sentar-se à cabeceira da mesa nos banquetes e de ocupar os lugares de honra nas sinagogas. 7 Gostam de receber saudações respeitosas enquanto andam pelas praças e de ser chamados de ‘Rabi’.[c]

    8 “Não deixem que pessoa alguma os chame de ‘Rabi’, pois vocês têm somente um mestre, e todos vocês são irmãos. 9 Não se dirijam a pessoa alguma aqui na terra como ‘Pai’, pois somente Deus no céu é seu Pai. 10 Não deixem que pessoa alguma os chame de ‘Mestre’, pois vocês têm somente um mestre, o Cristo. 11 O mais importante entre vocês deve ser servo dos outros, 12 pois os que se exaltam serão humilhados, e os que se humilham serão exaltados.

    13 “Que aflição os espera, mestres da lei e fariseus! Hipócritas! Fecham a porta do reino dos céus na cara das pessoas. Vocês mesmos não entram e não permitem que os outros entrem.

    Resposta
  • 23 de junho de 2021 em 07:22
    Permalink

    Já que o pessoal da lacração gosta tanto de se exibir. Eu quero ver a escola e a psicóloga virem a público e assumirem que estão tentando disseminar essa pouca vergonha dentro das famílias.
    Realidade vai fechar as portas!
    Meus aplausos ao padre, tem meu incondicional apoio.

    Resposta
    • 23 de junho de 2021 em 16:05
      Permalink

      O ponto de vista foi aquilo que a igreja acredita, ridícula essa reportagem ao insinuar que o padre generaliza os psicólogos. Óbvio que ele falou especificamente dessa que resolveu ensinar um assunto que não precisaria ser citado em uma instituição de ensino.
      Não há necessidade de resposta da escola, é isso que a igreja acredita, não foi citado nome, nem local específico, deveriam respeitar aquilo que a religião acredita, e quem quiser deixar os filhos nesses tipos de escola, que continuem. O padre com sua missão dentro da paróquia e as famílias com sua missão em educar os filhos. Quem vai a missa, o faz por vontade própria, ninguém é obrigado a frequentar religião “x” ou “y”.

      Resposta
    • 23 de junho de 2021 em 19:50
      Permalink

      Concordo plenamente com Padre. É uma pena ter que falar em “parábolas” para atingir os cristãos que se preocupam com sua família e não correr o risco de um processo. Padre Christian, “estamos juntos”

      Resposta
  • 22 de junho de 2021 em 20:26
    Permalink

    Estava lendo alguns comentário contra o padre, só que a nossa constituição nos garante expressar nossas crenças,sou evangélico e concordo cem por cento no que o padre falou a esse respeito de poliamor. Nós cristãos temos quer defender a palavra de Deus.

    Resposta
  • 22 de junho de 2021 em 20:18
    Permalink

    Porque vcs nao aceita opinião contraria ?

    Resposta
  • 22 de junho de 2021 em 20:05
    Permalink

    A esquerda marxista, o alvo deles é destruir a família, porque família fraca nação fraca,nação fraca fica fácil de implatar suas ideologias.Combatem o cristianismo, porque o cristão que conhece a palavra de Deus, jamais aceitaria uma aberração desse tipo.

    Resposta
    • 23 de junho de 2021 em 07:09
      Permalink

      Acho que deveria haver uma investigação sobre este assunto. Não acredito nessa história. É só mais uma armação para difamar a escola. Cadê o nome da escola? Quem é a psicóloga?

      Resposta
  • 22 de junho de 2021 em 19:24
    Permalink

    Realmente a hipocrisia e os valores estão invertidos, não tenho nada contra meu filho aprender sobre esse assunto, até pq conhecimento sempre é bom.
    Exemplo não explique para seu filho q drogas fazem mal, que destroem o ser humano e que adoecem famílias inteiras, talvez por falta de conhecimento ele experimente. Acho q o tema abordado não é para crianças elas não tem mente formada para entender e respeitar isso, mais sim um assunto para ser abordado para adolescentes que já entendem. Conhecimento e bom e ensina a respeitarmos o próximo. O Maior mandamento de Deus e amar ao próximo como a ti msm. São por esses discursos de ódio que muitos se afastam das igrejas, onde deveria pregar o amor de Deus se prega condenação. Acusador é o diabo, disseminador de ódio e contendas e Jesus é nosso advogado. Não condeno ninguém, como Jesus disse aquele que dentre vós não tiver pecado que atire a primeira pedra, todos somos pecadores. Por isso olho mais para a palavra de Deus do que p quem está pregando. Pra Finalizar p muitos Pregadores que se acham juízes deixo esta frase: Apenas pregue a palavra de Deus pq a obra quem faz é o Espírito Santo.

    Resposta
  • 22 de junho de 2021 em 17:37
    Permalink

    Isso eh mto serio esse padre que tbm eh metido a ser psicologo O conselho de Psicologia tem que tomar providencia.
    Ele nao.eh nada alem de um.padre mediocre abaixo da media.
    Isso que ocorreu eh mto serio quebra de etica e mesmo nao falando nomes ele desenhou e desdenhou. Expos sim a escola a profissional e pior o aluno que vai sofrer bullyng de toda proporcao.
    E esses pais deveriam perder a guarda do filho ate aprender sobre o respeito.
    Cristian chancarca pede pra sair vai plantar batata CALADO HIPOCRITA.

    Resposta
    • 22 de junho de 2021 em 20:32
      Permalink

      poliamor é o mesmo bacanal uma putaria,o verdadeiro cristão jamais aceitaria isso se eu tivesse filho nessa escola além de tirar meu filho de lá iria aconselhar os pais a retirar seus filhos de lá, porque escola é aprender curriculo escolar não putaria

      Resposta
  • 22 de junho de 2021 em 16:53
    Permalink

    Eu DUVIDO que qualquer escola, seja ela qual for, ministrou uma aula pra incentivar o poliamor.

    O Padre não contextualizou e, pelo visto, não quis saber com a escola o que aconteceu. Não buscou o contraditório. Não orientou. Não conduziu pra uma solução do bem. Só incentivou ódio à escola e à psicóloga. Percebeu logo, do alto de seu ego, que era uma forma de ganhar fama, curtidas e seguidores.

    O Bispo precisa tomar uma providência. A igreja precisa de pastores e não de instagramers disseminador de ódio. O Brasil não precisa de mais ódio! Estou envergonhada e indignada com a minha religião e indignada com as escolas que estão apoiando o padre e destilando ódio sobre as outras escolas.

    Resposta
    • 22 de junho de 2021 em 20:03
      Permalink

      E a escola precisa de professores!!!

      Resposta
    • 22 de junho de 2021 em 21:43
      Permalink

      Isso não deveria nem ser citado na escola, não é ódio, é revolta desses covardes que bombardeiam adolescentes com tanto tema inútil! Se não se posicionar contra, daqui a pouco pode tudo. Não vi ódio, vi posicionamento contra, e muito bem colocado, e olhe que nem católico sou. Nossa geração é uma geração de frescos querendo se passar de bom samaritano do politicamente correto, tudo é delicado, não pode ser contra porcaria nenhuma! Tem que cair de cima desses lobos que estão nos meios das ovelhas, e não baixar cabeça.

      Resposta
  • 22 de junho de 2021 em 13:42
    Permalink

    Escola estimular orgias é horrível, se eu descobrir que isso aconteceu na escola onde meus filhos estudam eu as tiro na hora!

    Resposta
    • 23 de junho de 2021 em 07:30
      Permalink

      A missa foi sexta, o segundo vídeo do Padre foi na segunda-feira. Até agora ninguém sabe qual foi a escola, o professor e nem a psicóloga…

      Tudo indica que é mais uma fake news pro grupo da mamadeira e do kit gay.

      A dúvida: se for uma fake news ou, pelo menos, um fato muito distorcido, ela foi criada pelo padre, pelos pais, pelo adolescente ou por políticos que querem se aproveitar do medo das famílias? Quem está ganhando isso? Quem está perdendo?

      Resposta
  • 22 de junho de 2021 em 12:30
    Permalink

    padeco hipocrita apocrifo canalha. Mto serio isso.
    Qual a etica desse canalha?
    E essa familia se sao meus pais saio de casa sem olhar para tras.

    Resposta
  • 22 de junho de 2021 em 10:09
    Permalink

    Ah! A hipocrisia reina!
    Estes cristãos estão cheios de ódio. Dizem não ao POLIAMOR e se jogam nos braços do POLIÓDIO!
    Jesus Cristo era poliamor! Pessoas mal-amadas e rancorosas dão chilique com a felicidade alheia.

    Resposta
    • 5 de julho de 2021 em 14:51
      Permalink

      Tu acha legal poliamor sendo ensinado às crianças?

      Resposta
  • 22 de junho de 2021 em 09:37
    Permalink

    Por favor, publiquem as postagens a favor, mas tambem as contrárias, Ok?

    Resposta
  • 22 de junho de 2021 em 09:35
    Permalink

    E vocês, enquanto mídia, defendem esse tipo de aula? Os pais estão certíssimos, o Padre está certíssimo. Não somos obrigados a aceitar goela abaixo certas “atitudes” com desculpa de vida pós moderna. O cristão também merece respeito.

    Resposta
    • 22 de junho de 2021 em 14:08
      Permalink

      Você é só uma fodida insegura, Sonia. Ninguém está tentando enfiar na sua goela abaixo, até porque você é uma ninguém.

      Resposta
      • 23 de junho de 2021 em 06:05
        Permalink

        Você deve gostar de goela abaixo ne escroto!

        Resposta
  • 22 de junho de 2021 em 09:02
    Permalink

    Esse padre eh aberracao foi acusado de pedofilia deveria ficar calado e se.ater a sua insignificancia.
    sao pessoas como ele que dissemina a violencia.
    Idiotas esses pais mal.resolvidos.
    Deus nao eh isso nao. Esse chanvarca ta pior que o bolsinaro e seu escrete hipocrita.
    Falta de cultura eh pra cuspir na estrutura.
    Sei que mao vai ser publicado a pesar que nao agredi ninguem.mas os bons costumes e a falida instituivao Hipocita familial
    O bolsonaro defenfe a familia mas qual?
    Ele tem filhos com mulheres diferentes.
    Cristian chancarca vai estudar saia de tras da sua batina quem te conhece que te compre.
    etica que eh bao ce nao tem.

    Resposta
    • 23 de junho de 2021 em 21:47
      Permalink

      Concordo 100% com o padre. Alias, concordo com JESUS, que é o sábio dos sábios. A família é a base da sociedade. Família saudável significa sociedade maia saudável. Não podemos ficar calados! Nao podemos deixar de orientar nossos adolescentes! Temos que defender a familia, pois ela é SAGRADA.

      Resposta
    • 5 de julho de 2021 em 14:53
      Permalink

      Quem é você pra mandar o padre estudar,criatura?Olha a forma como você escreve!

      Resposta
  • 22 de junho de 2021 em 08:31
    Permalink

    Tudo dentro da normalidade do diretor e redator do jornal, sendo uma pessoa de esquerda esta dentro da realidade deles ou seja quanto mais conturbado melhor.
    Eu particularmente não sou contra o tal de Porem tenho quase 50 anos e personalidade formada, para um jovem de 15 anos esse assunto não é normal e os pais tem sim de tomar cuidado, saber se o filho tem ou nao interesse em aprofundar a conversa.
    Não podemos apoiar um lado ou outro, e este jornal esta dando IBOPE para um lado.
    Temos de ser coerente e sem opinião formada, Ou o redator tem de deixar claro sua opinião particular no assunto, escreva uma materia defendendo a família. sera que consegue ou vai contra as regras.

    Resposta
    • 22 de junho de 2021 em 13:52
      Permalink

      Aquele gado gordo gostoso! Pronto para ir pra brasa.

      Resposta
      • 23 de junho de 2021 em 05:14
        Permalink

        Temas atuais são sempre bem vindo para ser debatidos, agora num sei, mas depois do vídeo e a explicação sobre poliamor, vcs acreditão que me despertou o interesse de as vezes ter duas mulheres para namorar ou duas futuras esposas, acho que não terás problemas sendo que isto já acontece no dia a dia de alguns casais. mas sem que um não saiba. Será que os direitos civil serão apresentados em caso de herança, pensão etc mas se não tivesse tocado no assunto não tinha despertado meu interesse

        Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

8  +  2  =