Prefeito e vice-prefeita de Divinópolis não cumprem promessa de campanha eleitoral (vídeo) e enfrentam ato de protesto


Segundo um comunicado do SINTRAM e SINTEMMD ambos representantes dos servidores públicos municipais de Divinópolis, nesta quinta-feira (10), em consequência do não cumprimento de promessa de campanha do prefeito Gleidson Azevedo e da vice-prefeita Janete Aparecida, ocorrera um ato de protesto na porta do Centro Administrativo da Prefeitura – Os dois chefes do Executivo diferentemente do que disseram em campanha estão negando ao servidor municipal o direito ao pagamento da recomposição salarial de 2021.

Os sindicatos avaliam que o responsável por levar o serviço público a todos os cidadãos e é quem está à frente da pandemia socorrendo à população, é o servidor que está sofrendo uma grande desvalorização. Isso porque, segundo eles, a correção salarial é direito  constitucional básico garantido a todo trabalhador, para repor o salário, que foi corroído pela inflação dos últimos 12 meses, mantendo seu poder de compra. Acrescentam que tudo nos últimos 12 meses sofreu reajuste da inflação (gasolina, alimentos, moradia, vestuário, etc) e como qualquer trabalhador, o servidor tem direito de ter seu salário corrigido, anualmente, no entanto, a atual administração está negando o cumprimento dessa obrigação.

Explicaram ainda que a data-base do funcionalismo municipal de Divinópolis é março, ou seja, desde os contracheques de março/2021 já era para o prefeito Gleidson Azevedo estar pagando 5,2% de recomposição salarial, conforme previsto na Lei Municipal 8.083 (Gatilho Salarial), que tem como índice de correção das perdas salariais o IPCA/IPEAD/UFMG.

Os sindicatos apresentaram seis pontos de pauta, em março, em negociação com a administração e nenhum foi atendido pela gestão Gleidson e Janete, inclusive o direito básico à revisão salarial.

O prefeito, diz os representantes dos sindicatos,  alega impedimento da Lei 173/2020, editada pelo Governo Bolsonaro relativo ao enfretamento da pandemia, para se esquivar da obrigação de pagamento da revisão do trabalhador municipal. No entanto, vários municípios, que vivem a mesma situação de pandemia e os ditames da Lei 173, já quitaram essa obrigação patronal com o funcionalismo. Confira cidades: ARAUJOS, ARAXA, BOM DESPACHO, CAETÉ, CARMO DA MATA, CARMO DO CAJURU, CLAUDIO, CORREGO DANTA, FORMIGA, JUIZ DE FORA, LAGOA DA PRATA, LUZ, SACRAMENTO, SÃO GONÇALO DO PARÁ, entre outros.

No ato que será realizado em frente a Prefeitura, os sindicatos afirmam que irão denunciar essa desvalorização e cobrar o pagamento ao prefeito e a vice, que inclusive em Campanha Eleitoral, no ano passado, garantiram respeitar todos os direitos dos servidores, com destaque o gatilho, e promover a valorização do trabalhador municipal de Divinópolis.

8 comentários em “Prefeito e vice-prefeita de Divinópolis não cumprem promessa de campanha eleitoral (vídeo) e enfrentam ato de protesto

  • 10 de junho de 2021 em 13:34
    Permalink

    Só cumprir a promessa de campanha

    Resposta
  • 10 de junho de 2021 em 11:34
    Permalink

    Me ajuda aí,estamos numa pademia..cadê bom senso dos membros do sindicato…
    Um monte de gente querendo empregos e vcs querendo reajuste…a não…me ajuda ai…
    Vão trabalhar é melhor o que vc fazem

    Resposta
  • 10 de junho de 2021 em 11:13
    Permalink

    Votei na dupla, e o mínimo que espero é que o prefeito tenha a Hombridade de cumprir o que prometeu. Assim fica feio né Gleidson!!! Sou apoiador. Mas fica aqui a cobrança: VC não é obrigado a prometer nada, mas prometeu faça o favor de cumprir!!

    Resposta
  • 10 de junho de 2021 em 10:57
    Permalink

    Um serviço público de qualidade além de planejamento, execução e controle por parte dos gestores, necessita imprescindivelmente de servidores devidamente remunerados, qualificados, valorizados. Assim como em qualquer empreendimento, o segredo do sucesso é a relação equilibrada entre as partes. A população, público alvo destas demandas, certamente agradecerá. Precisa haver diálogo bilateral, estudar as possibilidades de atendimentos às requisições dos servidores, que além de ser um direito legal, constitucional, também é a melhor maneira de se chegar a um objetivo comum. Os servidores são as engrenagens que fazem esta grande máquina funcionar, portanto precisam de estímulo para que suas atividades tenham eficácia. Todo trabalhador merece ser reconhecido e exercer seus direitos, reivindicar melhorias. Espero que tenha um desfecho feliz!

    Resposta
  • 10 de junho de 2021 em 10:57
    Permalink

    Servidor de carreira, concursado hoje na Prefeitura é Lixo….

    Resposta
  • 10 de junho de 2021 em 03:15
    Permalink

    Prefeito justo seria o Marquinho Clementino pelo seu grande conhecimento do executivo e legislativo e por ser amigo dos servidores quanto a esse prefeito a populaçao ja esta abrindo o olho e vendo que e so falacias e videozinho. Obras mesmo e industria pra nossa cidade necas

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!