Empresários de Divinópolis são conduzidos à Delegacia de Polícia Civil por suspeitas de crimes contra a saúde pública


Nesta quarta-feira (02), a Polícia Civil por meio da Delegacia de Fraudes de Divinópolis, com a ação da Delegada Adriene Lopes foi realizada diligências em uma Clínica de Estética localizada na Rua Paraíba, no centro de Divinópolis  com o objetivo de apreender equipamentos falsificados que estão sendo alugados para outras empresas do mesmo ramo, na cidade e em outros municípios. 

Segundo a Delegada Adriene Lopes as máquinas de laser são vendidas no mercado ilegal e oferecem riscos à saúde, haja vista a ausência de conhecimento sobre sua composição, condições de fabricação, armazenamento, eficácia nos tratamentos entre outros problemas. Trata-se de um mercado clandestino da estética e na mencionada clínica fora apreendido o equipamento Soprano Ice Platinum, que estava com uma etiqueta de fabricação falsa.

A empresa LBT LASER BRASIL COMÉRCIO IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO EIRELI com sede na cidade de São Paulo, é a única no Brasil que tem autorização da ANVISA para importar e comercializar equipamentos produzidos pela empresa israelense ALMA LASERS tendo exclusividade sobre a marca.

O casal F.R.P e H.A.S. proprietários da clínica foram conduzidos a Delegacia de Polícia para prestar esclarecimentos, sendo que os mesmos responderão por crime contra a saúde pública, prevista nos artigos 273 e 334 do Código Penal, com penas de 10 a 15 anos de reclusão e multa;

A Polícia Civil faz um alerta para as consequências de se operar aparelhos não regulamentados no País podem ser muito graves e se houver alguma intercorrência com o paciente, a clínica pode ser processada civil e criminalmente.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

8  +  2  =