Delegada de Estelionato da Policias Civil prende empresários trambiqueiros em Divinópolis


Nesta última quinta-feira (05), a Policia Civil de Minas Gerais, através da Delegacia de Estelionato e Outras Fraudes de Divinópolis, por sua delegada titular, Adriene Lopes prendeu em flagrante pela prática de crimes de Estelionato e Falsidade Ideológica, os empresários trambiqueiros, Carlos Augusto Ferreira de Freitas e Leila Dias da Costa, que vendiam falsos pacotes de turismo na cidade.

De acordo com a delegada Adriene Lopes para o Divinews,  os criminosos estavam hospedados no HOTEL EXCELLENCE COMFORT, localizado na Rua Paraíba, 135, no centro, e no mesmo local usando o salão de reuniões aplicavam os golpes contra as vítimas. Foram abordados no momento em que faziam atendimento de novas vítimas interessadas na compra de pacotes de turismo.

A denúncia chegou ao conhecimento da Polícia Civil sendo noticiado que os autores estariam enganando e ludibriando consumidores / vítimas a quem ofereceram bem como venderam pacotes de turismo e estadias em hotéis por um período de 10 anos, com direito a uma semana por ano, em qualquer hotel que desejassem.

A empresa envolvida no golpe é a Sky Multidestinos, com sede na cidade de São Paulo, que na sua propaganda diz ser conveniada a 215 hotéis. A ousadia era tanta que eles que chegaram a montar um stand de vendas em um CONHECIDO SUPERMERCADO DE DIVINÓPOLIS (Que não faz cadastro por que só quer ganhar dinheiro), onde faziam o primeiro contato com as suas vítimas ocasião em que ofereciam cupons para participar de um sorteio no fim de semana em um hotel a ser escolhido pelas vítimas incluindo além da hospedagem também a alimentação totalmente grátis.

Depois dessas essas mesmas vítimas eram contatadas sendo comunicadas que teriam sido sorteadas e deveriam procurar seus representantes no citado hotel. As vítimas acreditando ter sido contempladas, acabavam sendo convencidas a comprarem os pacotes oferecidos a elas. Mas de fato a SKY MULTIDESTINOS não era conveniada a nenhum hotel.

O hotel que os golpistas também usavam era o JB localizado na Rua Rio de Janeiro, centro desta cidade, onde de igual forma faziam atendimento ao público interessado.

Algumas vítimas ao acessar o site da citada empresa, e tentaram fazer reservam nos supostos hotéis conveniados. Como era uma fraude, não conseguiam, daí começaram as denúncias.

Com os autores foram apreendidos diversos contratos, cupons de sorteios promocionais intitulados “De Malas Prontas”, comprovantes de pagamento, máquinas de cartões de crédito/débito, cartões bancários em nome de diversas pessoas, cheques dentre outros.

As vítimas pagaram valores que variavam de R$3.700,00 (Três mil e setecentos a vista ou no cartão de débito,  e R$4.000,00 no cartão de crédito.

Ao término da descoberta do golpes, os autores foram presos e encaminhados ao presidio Floramar.

PODCAST: escuta essa!!