ITAPECERICA: Têko, diz que o ideal seria fechar todo comércio, mas não se pode ficar sem comida. Porém, a saúde da população é prioridade


De acordo com informações da comunicação da Prefeitura de Itapecerica, desde a publicação do decreto que ocorreu neste último domingo, que visa conter o avanço do coronavírus, em que foi determinado o fechamento dos estabelecimentos comerciais considerados não essenciais no período de 4 a 10 de janeiro no município, muitas discussões têm sido levantadas, principalmente entre os comerciantes, que não estão aceitando a onda vermelha do programa estadual Minas Consciente em que o Município segue as recomendações do Programa do Governo do Estado.

Têko explica que um novo posicionamento apenas será possível após reunião do Comitê Estadual agendada para a próxima quarta-feira (06), que podem resultar em novas determinações que da qual poderão resultar novas definições a serem seguidas pelos municípios da região.

“Quero deixar muito claro que não sou eu, Têko, quem determina quais os tipos de comércio podem ou não abrir. Estas determinações são superiores. Aliás, desconheço um prefeito que queira desacelerar a economia da cidade que governa. Isso não existe. Um dos maiores objetivos de um gestor é o fomento da economia local, é a geração de renda, é o dinheiro girando. Não há perseguição. O ideal, em relação à saúde, seria o fechamento de todo o comércio. Mas como iremos ficar, por exemplo, sem comida?” afirmou o prefeito

Teko segue com sua explicação sobre o momento crítico diante da pandemia: “Além disso, medidas como essa, de restrição do comércio, são extremamente impopulares, algo que, para quem tem uma vida pública, é muito negativo. No entanto, não posso ser irresponsável e fechar os olhos para a realidade por não querer desgastar a minha imagem perante um ou outro setor”

“A questão é que estamos atravessando uma crise sanitária que pode custar a vida de muitas pessoas e, para que isso não ocorra, necessitamos da colaboração de todos, cada um com a sua cota de responsabilidade. Em Itapecerica foi registrado um aumento significativo de casos de Covid-19 nos últimos dias e, se nada for feito, não haverá leitos para tratar dos doentes”

“Estamos sim, não só Itapecerica, mas o estado, o país e o mundo – vivendo um processo de tentativas, de erros e acertos, buscando incansavelmente um equilíbrio entre a saúde e a economia, buscando defender os interesses de todos. Mas, caso a nossa administração venha a errar, que seja por excesso de cuidado com a saúde da população, que neste momento é a prioridade absoluta. Para mim não é nem um pouco confortável ter que tomar esse tipo de decisão, mas como gestor não posso fugir a essa responsabilidade”

“Vamos nos resguardar, vamos ser conscientes e pensar na coletividade, com esperança de que logo esta pandemia terá um fim e não precisaremos mais passar por todos esses percalços.”, finalizou o prefeito Têko.

 

Um comentário em “ITAPECERICA: Têko, diz que o ideal seria fechar todo comércio, mas não se pode ficar sem comida. Porém, a saúde da população é prioridade

  • 4 de janeiro de 2021 em 20:21
    Permalink

    Parabens ao prefeito de nossa vizinha Itapecerica, como gestor diz sem demagogias, sem ser arrogante , com sabedoria , sabedor de suas obrigacoes e a elas abraça com responsabilidade de um governante.

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!