31 profissionais da saúde contraem Covid-19 em Formiga; Penitenciária apresenta surto da doença


Nessa quinta-feira (25) a Prefeitura de Formiga divulgou que 26 profissionais da área da saúde do município, que atuavam na linha de frente do combate à Covid-19, testaram positivo para a doença. E mais cinco casos foram confirmados no boletim epidemiológico desta sexta-feira (26), chegando a 31 profissionais da área contaminados.

De acordo com o Executivo, cinco profissionais já estão recuperados e retornaram ao trabalho, já os outros permanecem em isolamento domiciliar e não apresentaram complicações da doença, até o momento.

Com estes números, o município tem, até o momento, 124 casos confirmados da doença e mais 29 detentos que tiveram confirmação por “critério clínico epidemiológico”. A cidade tem quatro óbitos confirmados por Covid-19.

Secretário de Saúde testa positivo

Além dos agentes da saúde, o secretário municipal de Saúde, Leandro Pimentel, testou positivo para o novo coronavírus. O chefe da pasta está em isolamento domiciliar, mas faz um apelo aos formiguenses para que casa um faça sua parte e ajude na prevenção e combate ao vírus, principalmente as pessoas que forem suspeitas ou tiverem confirmação para a doença.

“Nós sabemos que os números estão aumentando (…) mas se cada um fizer a sua parte, nós vamos vencer essa situação, então fiquem em casa. E você que está suspeito ou teste confirmando a infecção, siga direitinho o isolamento, não saia na rua, não tenha contato com as pessoas. Tudo isso, é para o bem da nossa população”, disse o secretário em vídeo divulgado pela Prefeitura.

Surto em penitenciária

Nessa terça-feira (24) a Prefeitura de Formiga divulgou que a Penitenciária da cidade apresenta surto da Covid-19.

O registro foi feito pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) com base nos seis casos da doença, já confirmados na unidade prisional, por se tratar de recinto fechado.

De acordo com o secretário de saúde, Leandro Pimentel, o Estado está considerando “surto” quando há registro, de pelo menos duas pessoas com confirmação da doença em locais como asilo, albergue ou abrigo.

Os seis detentos diagnosticados com o vírus continuam isolados em uma cela na ala da enfermaria e não apresentam outras complicações de saúde. Há na Penitenciária, também, outros 38 casos considerados suspeitos.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!