Diocese de Divinópolis representada por Dom José Carlos em Nota afirma não apoiar e não autoriza o uso de sua imagem ou de qualquer padre na campanha eleitoral


Na manhã deste sábado (26), a Diocese de Divinópolis, através de um comunicado lacônico e direto fez um alerta de que, com o início da campanha eleitoral que começa neste próximo domingo (27). Afirmou que a igreja católica não tem opção político-partidária institucional, e que não apoia nenhum candidato, por isso não autoriza que usem o seu nome ou sua imagem e de nenhum sacerdote no sentido de fazer pensar que estamos indicando candidatos no próximo pleito eleitoral. E ainda que, tomará providências se isso ocorrer. 

Quem fizer isso, no clero e fora dele, estará em clara desobediência e declarado desrespeito, prestando um grande desserviço à missão de comunhão da Igreja.

Formar a consciência política não é indicar ou escolher para os outros em quem eles devem votar. É mais fácil e menos correto fazer isso que educar a consciência cidadã e ética para realizar a escolha pessoa.

 

No domingo dia 27 de setembro, começa a campanha eleitoral 2020. A Diocese de Divinópolis, representada na pessoa do seu Bispo e de cada um dos padres, não tem opção político-partidária institucional, não apoia nenhum candidato, não autoriza (e tomará providências se acontecer) a nenhum candidato e/ou seus apoiadores a usar o nome ou a imagem da Diocese, do Bispo e de algum sacerdote no sentido de fazer pensar que estamos indicando candidatos no próximo pleito eleitoral. Quem fizer isso, no clero e fora dele, estará em clara desobediência e declarado desrespeito, prestando um grande desserviço à missão de comunhão da Igreja. Formar a consciência política não é indicar ou escolher para os outros em quem eles devem votar. É mais fácil e menos correto fazer isso que educar a consciência cidadã e ética para realizar a escolha pessoal. – Dom José Carlos

EM CONSEQUÊNCIA DO PERÍODO ELEITORAL OS COMENTÁRIOS ESTÃO SUSPENSOS

PODCAST: escuta essa!!