Pastores de Divinópolis acusam Comitê de Enfrentamento à Covid-19 de intolerância religiosa (Veja Vídeo)


Desde o decreto municipal que restringiu as atividades religiosas em Divinópolis, representantes de diversas religiões, principalmente alguns pastores de algumas igrejas evangélicas, através do vereador e pastor Marcos Vinicius, que já se reuniram com o prefeito Galileu Machado em seu gabinete buscam a reabertura dos templos com a justificativa de ser “serviço essencial para a alma”. Contudo, de acordo com o Comitê de Enfrentamento à Covid-19, as Igrejas e escolas serão os últimos segmentos a serem liberados, pelo número de aglomeração existente.

Dessa forma, o vereador e pastor Marcos Vinícius reuniu dezenas de pastores da cidade, em um vídeo que pede a reabertura das Igrejas ao Comitê, com a intensão de provocar uma mobilização social.

Enquanto alguns preferem parabenizar as ações realizadas até o momento pelo Comitê e pede que seja avaliada com cautela a reabertura, como alega o Pastor Rinaldo, da Assembleia de Deus, que diz ser uma aclamação do povo. “Nós sabemos que a Igreja faz muita diferença aqui, na Terra, estamos prontos para atender os requisitos que vocês imporem e prontos para atender as normas e especificações de cuidados preventivos”, disse.

Outros, questionam essas ações e chegam até a acusar o Comitê de perseguição religiosa como afirma o Pastor Luiz Rosendo, da Assembleia de Deus de Madureira. “Queria parabenizar vocês pelo trabalho, porém, quero também fazer um questionamento: qual o critério que vocês utilizaram para a abertura de cursos profissionalizantes, shoppings centers, shoppings populares e academias? Não estamos questionando essas aberturas, pelo contrário estamos alegres com isso, porém, nós queremos saber qual critério está sendo utilizado por esse comitê gestor para podermos nos enquadrar dentro deles. Contudo, se não houve critérios, a gente começa a entender que há uma perseguição religiosa por parte dessa comissão”.

O Bispo Jean Cunha, da Igreja Missão Apascentar, ainda completa que a comissão não estaria usando o princípio de isonomia, ou seja, o princípio geral do direito segundo o qual todos são iguais perante a lei, não devendo ser feita nenhuma distinção entre as pessoas que se encontrem na mesma situação, neste caso, os segmentos.

“Quero demostrar minha indignação à realidade presente na cidade de Divinópolis, em que as Igrejas estão fechadas até hoje. Estamos caminhando para 70 dias delas fechadas, um serviço essencial para a população, pois traz o alimento espiritual, ajuda a pessoas a lidarem com as dificuldades e é indignante que esta comissão que lida com a Covid-19 tem feito conosco”, reclama.

O próprio vereador e Pastor Marcos Vinícius chegou a desdenhar do Comitê ao dizer que “por sua intransigência, até parece que o coronavírus se converteu e apenas se encontra nas Igrejas”.

Ao DiviNews, o parlamentar reforça que as entidades religiosas foram muito penalizadas por estarem fechadas há quase três meses, mesmo colaborando. “Chegou a hora de reabrir nossos templos, com responsabilidade e um plano de controle que iremos obedecer. Contudo, se necessário, podermos fechar as portas novamente”, declara Marcos Vinícius.

Ainda de acordo com o vereador, nesta terça-feira (09) o Comitê se reunirá com ele, representando os líderes evangélicos, com o Bispo da Igreja Católica, Dom José Carlos e um representante da comunidade espírita.

13 comentários em “Pastores de Divinópolis acusam Comitê de Enfrentamento à Covid-19 de intolerância religiosa (Veja Vídeo)

  • 9 de junho de 2020 em 21:17
    Permalink

    Fato que tão usando os fiéis como argumento mas que todos querem e ofertas e dízimos igual Valdomiro Santiago, 1 devemos preserva vidas e tem muitas pessoas de risco que pode correr risco então pense nas vidas.
    E por trás disso tudo maquiagem usando a fe.
    Você me.da vergonha como cristão.

    Resposta
  • 9 de junho de 2020 em 18:51
    Permalink

    Sim, Deus está em toda parte, porém, é bíblico congregar. Jesus desde pequeno foi levado ao templo. Chegará O DIA em que não congregaremos no templo.

    Resposta
  • 9 de junho de 2020 em 13:08
    Permalink

    Caro anônimo, respeito sua opinião, mas… você também deve respeitar opiniões contrárias as suas.Existem pessoas precisando sim de uma igreja com as portas abertas, seja de que denominação for. Isso é democracia!!!!

    Resposta
  • 9 de junho de 2020 em 12:53
    Permalink

    Mas Deus não está em toda a parte?

    Resposta
  • 9 de junho de 2020 em 02:29
    Permalink

    Eu quero estar juntos com meus irmaos e familia na igreja louvando a Deus

    Resposta
  • 8 de junho de 2020 em 23:52
    Permalink

    A igreja unida traz fé oração autoajuda, é com os templos fechados vai morrer muitos de desespero, a oração em união é força é coragem ânimo, precisamos de nossas igrejas abertas,ninguém merece não poder unir para oração, as filas nas ruas tem muito mais aglomeração e facilidade em doenças, então pq não poder cumprir a palavra de Deus,que bom aos irmãos que vivam em união, Vamos unir pq assim vencermos

    Resposta
  • 8 de junho de 2020 em 22:27
    Permalink

    Bando de vagabundo vá trabalhar, parem de assaltar o rebanho, que tal arrumarem um emprego.

    Resposta
  • 8 de junho de 2020 em 20:46
    Permalink

    Podem passar a sacolinha!!!! Esses pastores querem as ovelhas no abatedouro e o dinheiro no bolso!

    Resposta
  • 8 de junho de 2020 em 20:39
    Permalink

    Absurdo esse cara ser vereador e apoiar cultos sabendo que por em risco a vida das pessoas. É muita vontade de usar essa desgraça para eleição. Basta de sermos idiotas.

    Resposta
  • 8 de junho de 2020 em 19:45
    Permalink

    TEMOS QUE SABER ESPERAR , OU SERÁ QUE ESTAO DESESPERADO COM O DÍZIMO ?
    CADA UM DEVE TER UMA BÍBLIA EM CASA E TENDO A BÍBLIA LENDO UM VERSÍCULO AO DIA E FAZENDO UMA REFLEXÃO NAO PRECISAMOS DE PASTORES PARA FALAR O QUE TODOS NÓS SABEMOS BASTA FAZER UMA REFLEXÃO PELO MENOS MEIA HORA TODOS OS DIAS .
    TUDO ISSO VAI PASSAR E QUANDO PASSAR VAMOS SAIR TODOS MELHORES (DIFERENTES ).
    DEUS ABENÇOE A TODOS .
    UM ABRAÇO .👪👪👪

    Resposta
    • 9 de junho de 2020 em 01:33
      Permalink

      Vc é um canalha GP! Sua história assemelha-se ao de Judas Iscariotes, comeu na mesa com Jesus, mesmo sabendo que estava em pecado preferiu as 30 moedas de prata pelo prazer que elas lhe traziam momentaneamente, triste fim o de Judas.
      A propósito o nome é “Missão Apascentar” e não “para Sentar”. Jornaleco que não sabe nem escrever um nome corretamente.

      Resposta
    • 9 de junho de 2020 em 07:33
      Permalink

      Não estão desesperado com os dízimos pq continuamos a devolver,se pq não é pastor que manda DEVOLVER o dízimo e sim a bíblia em Malaquias capítulo 3. Versículo 8/9/10, lê lá. Ha se for católico pede orientação ao padre e ele vai lhe assegurar que está na bilia e te explicar sobre o mesmo,tá bom. Queremos ser julgados iguais, se a academia pode,pq faz bem pro corpo,a igreja é vital pra alma,não estamos parados trancados dentro de casa,mas tem pessoas necessitando de ir até às igreja,e louvar JUNTAMENTE com os irmãos,pq em casa temos continuado a canta e orar.

      Resposta
    • 9 de junho de 2020 em 23:17
      Permalink

      Então que façam todos exercícios físicos em casa, plantem e colham do quintal da própria casa, e fiquem todos os estabelecimentos fechados . Pq o shopping tbm pode esperar e não vi ninguém reclamando de aglomeração…

      Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

7  +  3  =