Sem autorização oficial, shoppings de Divinópolis já planejam reabertura para esta quarta-feira (ouça áudios)


Após mais de dois meses fechados, o  Shopping Pátio Divinópolis e o Divishop, entre outros centros de compras como o JK Shopping, Oeste Center e Planeta podem reabrir nesta quarta-feira (03). A decisão já estava sendo discutida pelo Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus, que vinha recebendo constantes pressões sobre o assunto. E muito embora o decreto que permite a reabertura das lojas nesses centros comerciais até o momento não foi publicado. Porém, após as últimas reuniões do Comitê de Enfrentamento ao coronavírus, com o pedido feito pelo promotor de saúde, Ubiratan Domingues para que o secretário de saúde, Amarildo Sousa fizesse uma matriz de planejamento das atividades, e que ainda em uma próxima reunião o regramento deverá ser definido.

O fato é que, pelos áudios vazados em grupos de redes sociais, que o Divinews teve acesso, os administradores Gilson Dias (Pátio Divinópolis) e Laercio Ribeiro (Divishop) estão orientando seus lojistas e dando como certo a reabertura dos locais, seguindo as medidas de higienização da Organização Mundial de Saúde (OMS).

“Nós determinamos que a abertura do shopping será quarta-feira (03), nós temos que ter um dia da semana para fazer toda a higienização do local, então eu pedi a segunda-feira para não abrir, eles queriam o domingo ou a sexta, que são nossos melhores dias de vendas. Então nós vamos funcionar de terça a domingo, de 12h às 20h, a discussão que estava é que eles queriam abrir três vezes na semana só e a gente não acha que seria viável, então eles tiveram bom senso e viram que estamos cumprindo todas as normas estabelecidas pela OMS”, disse em gravação feita aos lojistas do Pátio, Gilson Dias.

O Divishop também recebeu os representantes do comitê que determinou a abertura para o próximo dia 03, com o horário de 8h às 14h. “A princípio eles estavam irredutíveis querendo que fosse um dia sim e outro não, porém nós conseguimos todos os dias, de segunda a sábado, neste horário, por enquanto, e como for acontecendo, nós vamos adaptando. São várias as coisas que teremos que nos adaptar, algumas coisas já estavam adiantadas, na segunda e terça-feira, não será possível o ingresso de pessoas dentro do shopping, nós precisamos desses dois dias para organizar, limpar e fazer o que temos que fazer até na terça-feira”, contatou o administrador, Laercio Ribeiro.

Com a possível reabertura dos shoppings, que a princípio, conforme informações de fonte ao Divinews, será sem escala de funcionamento, traz frustração aos comerciantes do Centro, que desde o dia 27 de abril, seguem o decreto municipal, 13.771, de 24 de abril de 2020, que determina o revezamento de aberturas de cada seguimento.

“E as lojas de rua? Terão os horários alternados? Já que o shopping vai poder abrir todos os dias. É complicada a situação, porque todo tem que ter o mesmo direto. Será que as lojas de rua vão poder abrir todos os dias também?”, questiona um comerciante que preferiu se identificar.

Ainda sem pronunciar sobre a liberação de abertura dos shoppings, o Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus se reuniu na última sexta-feira (29) para estabelecer a alteração da abertura do comércio, de forma efetiva, com bases em análises profundas das regras sanitárias e diretrizes para a reabertura.

Durante o encontro foram apresentadas todas as possíveis alterações do comércio para apreciação dos membros e ficaram definidos aprimoramentos no regramento. Em uma próxima reunião os participantes deverão realizar uma votação, determinando se o segmento comercial será aberto, fechado ou terá suas atuais regulações alteradas. Os votos serão determinantes nas possíveis alterações, definindo se as alternativas propostas não colocam em risco a saúde e qualidade de vida dos cidadãos.

O Secretário Municipal de Saúde, Amarildo Sousa, explicou que a nova Matriz irá intensificar a precisão das decisões do Comitê e, consequentemente, tornar tais medidas mais eficazes no controle da pandemia na cidade. “Entre os inúmeros pontos positivos, podemos destacar que a presença de uma votação torna as decisões mais diretas. Assim, podemos garantir certa agilidade nas possíveis mudanças no âmbito comercial. É preciso ressaltar que o Comitê é formado por especialistas competentes e dedicados na luta contra a Covid-19”, afirmou em nota.

8 comentários em “Sem autorização oficial, shoppings de Divinópolis já planejam reabertura para esta quarta-feira (ouça áudios)

  • 2 de junho de 2020 em 16:31
    Permalink

    Hipocrisia impedir os feirantes do Niterói e Esplanada, isso, sim. Rídiculos

    Resposta
  • 2 de junho de 2020 em 10:37
    Permalink

    Bem esquisito isso de “comerciante (do centro) que preferiu (não) se identificar.”, né???

    Enquanto estava tudo aberto no centro, e shopping fechado: tudo bem para ele.

    Aí o Pátio se prepara durante dois meses, mostra nas redes sociais que está preparado para abrir com treinamentos para equipe, lojistas, higienização de tudo e tal, sinalização, álcool em gel, aferição de temperatura e etc… Claramente está muito mais organizado e preparado do que o centro esteve em qualquer momento.

    Aí os órgãos responsáveis visitam o shopping, percebem essa segurança e define que será aberto o todos os dias… e aí o “comerciante não identificado” ele resolve pensar: “todos tem que ter o mesmo direto”.

    Ah fala sério. E o blog ainda traz o áudio como “vazado” onde não tem nada escondido. E quando a prefeitura também teve reuniões com a CDL para definição do funcionamento do centro?

    Muito esquisito essa forma de abordar as coisas nesse blog.

    Resposta
    • 24 de junho de 2020 em 12:13
      Permalink

      Empresários falidos e shopping sucateados. Divinópolis já perdeu seu polo de moda faz tempos. Desde 2002 pra ser preciso. O jeito é partir pra outra. Começar a ser polo de outra coisa.

      Resposta
  • 1 de junho de 2020 em 18:39
    Permalink

    Hora de fechar e não abrir. Poucos fizeram o isolamento, e agora querem voltar às atividades com o número de casos só aumentando. Vai morrer muita gente.

    Resposta
  • 1 de junho de 2020 em 13:27
    Permalink

    Isso mesmo. Vamos reabrir tudo, no meio de uma pandemia mundial onde não tem vacina nem remédio. Prefeitura como sempre de parabéns.

    Resposta
    • 1 de junho de 2020 em 21:16
      Permalink

      Vamos reabrir sim, pq de portas fechadas não vamos vencer a pandemia e nem a crise. Portas fechadas não enchem as geladeiras da população. Quem não quiser ir, não vá. Nao queira que seja feita a sua vontade egoísta, não levando em consideração as opiniões das demais pessoas. Lembrando: Ninguém é obrigado a aparecer por lá. Sintam-se a vontade pra ficarem alocados em casa. E com suas despensas cheias, como devem estar.

      Resposta
      • 2 de junho de 2020 em 12:53
        Permalink

        Morto não come! Vcs serão responsáveis pelo aumento de números de doentes e mortes. Espero que tenham caráter p assumir quando a cidade estiver sem leitos.

        Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!