Com casos de covid-19 em ascensão vereador Print, líder do governo Galileu, dá aula de como não usar máscara; pendura na orelha


Na sessão extraordinária que ocorreu na manhã desta terça-feira (05) na Câmara de Divinópolis com o objetivo para votar alguns projetos do Executivo, o vereador Eduardo Print Junior, líder do Governo Galileu na Câmara de Divinópolis nos momentos de discussão das matérias, deu uma aula de como não usar a máscara de proteção adequadamente. No momento em que falava, além de retirar a máscara, colocava no queixo e até mesmo pendurava na orelha esquerda, reforçando para a população a forma inadequada de se comportar sanitariamente diante de um vírus que segue em sua curva ascendente de contaminação no município, que nesta última segunda-feira (04) registrou 101 casos confirmados.

O uso de mascaras se tornou obrigatório através de um decreto emitido pela própria Prefeitura de Divinópolis no dia 27 de abril. Somado ao fato que os últimos estudos dos técnicos em saúde, avaliaram que ao falar são dispersadas no ar gotículas de saliva que ficam pairando principalmente quando o ambiente é fechado, a exemplo do plenário da Câmara, que também não é obedecido a distância padrão de um vereador para o outro de no mínimo um metro e meio.

No momento da reunião que foi transmitida pela internet é possível ouvir tosses de alguns dos vereadores.

As emissoras de televisão ciente e consciente de que ao falar existe o perigo do contágio começou a exigir que seus repórteres de campo ao entrevistar qualquer pessoa, passem também a utilizar máscaras, exatamente em consequencia de tais gotículas.

A vereadora Janete Aparecida, também durante a sua fala, não usou máscara alguma. Outra que também deu péssimo exemplo. Outros colocavam as mãos na máscaras a todo momento, o que também não é recomendável.

O comportamento do vereador em plenário, segundo fonte, reforça o seu posicionamento quanto à liberação da atividade econômica na cidade, o qual ele e uma secretária foram artificie em tal liberação influenciando enormemente a posição do prefeito na flexibilização.

Veja as imagens captadas pelo Divinews 

 

 

10 comentários em “Com casos de covid-19 em ascensão vereador Print, líder do governo Galileu, dá aula de como não usar máscara; pendura na orelha

  • 6 de maio de 2020 em 12:47
    Permalink

    Bando de idiotas…cada povo tem o representante que merece

    Resposta
    • 6 de maio de 2020 em 19:50
      Permalink

      Em pensar que estes dois jumentos recebem R$ 12.000,00

      Resposta
  • 6 de maio de 2020 em 09:07
    Permalink

    Esse que está vereador, não passa de um tosco oportunista, outubro tá aí…

    Resposta
  • 6 de maio de 2020 em 01:10
    Permalink

    Sempre dão mal exemplo mesmo estes vereadores, só pensam neles e nada fazem pela cidade, vão ganhar agora mais de 9 mil e não um salário mínimo, está foi a GOTA D’ÁGUA.
    Vão agora em 2021 é caçar serviço em outros lugares.

    FORA ESTÁ CAMBADA TODA.

    Resposta
  • 5 de maio de 2020 em 21:29
    Permalink

    Eduardo mostra-se ser o mais preparado de todos.
    Apesar de ser lider do governo é empenhado.
    Nessa crise toda foi o único que não quiz fazer palanque.
    Não votei nele, mais vou votar na prioxima

    Resposta
  • 5 de maio de 2020 em 15:47
    Permalink

    Acho medíocre essa reportagem de uso da máscara vocês deveriam se importar com coisas mais sérias !

    Resposta
  • 5 de maio de 2020 em 14:04
    Permalink

    Boa tarde! O Vereador Print Júnior e à Vereadora Janete estão Certos? Se há uma Distância entre eles, podem retirar à Máscara para Falar? Um abraço Virtual!

    Resposta
  • 5 de maio de 2020 em 13:59
    Permalink

    Se este é o líder , imagine os subordinados dele !
    Muda Divinópolis !

    Resposta
  • 5 de maio de 2020 em 13:59
    Permalink

    Infelizmente Geraldo para a pandemia acabar, as pessoas deverão ficar imunes, e para que isto ocorra este vírus terá que circular, ou seja, terá de infectar cerca de 50% da população, em Divinópolis aproximadamente 100 mil pessoas se contagiarão, fato científico! Graças a Deus a mortalidade dele é baixíssima, menos de 1%, pois sabemos que ha uma sub-notificação de casos, para cada 1 caso confirmado existem 10 sem confirmação, fora os assintomáticos, sendo assim os casos em Divinópolis já ultrapassam a casa dos 1.000 e temos “só” uma morte!

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!