PM interrompe culto evangélico (DRIVE CULTO) não autorizado; apreende caminhão e conduz motorista para Delegacia


Mesmo sem autorização da Prefeitura de Divinópolis que negou a realização do evento evangélico denominado “Drive Culto”, criado pelo vereador Marcos Vinicius (DEM) e que seria realizado nas dependências do Parque de Exposição. Na manhã desta sexta-feira (01) entre 150 e 200 veículos subiram a Avenida Paraná, estacionaram em ruas próximas ao Parque, atravessaram um caminhão de som, até a chegada da Policia Militar que interrompeu o evento, apreendeu o caminhão de som, conduzindo o motorista para a Delegacia de Polícia Civil. O vereador Marcos Vinicius em seu carro também foi para a Delegacia. E o Boletim de Ocorrência Policial foi contra o vereador organizador do evento.  

O Divinews tem conhecimento não oficial que muitas denominações evangélicas não participaram, como a Maranata, Batista, Assembleia de Deus, Adventista, Testemunha de Jeová.

O Divinews está aberto para que outras denominações que não participaram do clandestino “Drive Culto”, se pronunciem.

 

(EM ANDAMENTO…)

16 comentários em “PM interrompe culto evangélico (DRIVE CULTO) não autorizado; apreende caminhão e conduz motorista para Delegacia

  • 2 de maio de 2020 em 21:01
    Permalink

    Procurem saber se tinha algum pastor sério e responsável lá neste evento! Garanto que não.

    Resposta
  • 2 de maio de 2020 em 17:52
    Permalink

    Parabéns, falou tudo, estas igrejas só pensam em dinheiro, e pregam Deus para receber (tirar dos outros) o dinheiro para se sustentarem, e com mais 35 dias fechados a SACOLINHA / ENVELOPES não rodou dentro das igrejas.

    Resposta
  • 1 de maio de 2020 em 21:51
    Permalink

    Lucas 21:12,16,17
    Entretanto, antes que tudo isso aconteça, vos prenderão e perseguirão. E assim vos entregarão às sinagogas e aos cárceres, e sereis conduzidos à presença de reis e governadores, e tudo isso por causa do meu Nome. …

    Resposta
  • 1 de maio de 2020 em 17:16
    Permalink

    Primeiro vcs deveriam aprender a ler e escrever para não assassinar tanto a língua portuguesa. Depois tomar vergonha na cara e ficar em casa. Sossega o facho e reza em casa. Deus está em todos os lugares!!

    Resposta
  • 1 de maio de 2020 em 14:20
    Permalink

    ISSO SE CHAMA DITADURA, LEI MARCIAL. E VAI PIORAR. ACHO QUE DELEGADO , OS POLICIAIS ACHO QUE NAO CREIAM NELE M DEUS, PORQUE SE TA NA RUA NAO EM LUGAR FECHADO DE MASCARA , O QUE T A VER, AS PESSOAS TEM QUE TER A QUEM SE AGARRAR. DEUS. PORQUE O SER HUMANO NAO PODE FAZER NADA POR ELES.

    Resposta
    • 1 de maio de 2020 em 18:44
      Permalink

      Que comentario mais sem nexo…vai estudar primeiro e depois dê sua opinião

      Resposta
    • 1 de maio de 2020 em 18:56
      Permalink

      Vc acha demais!

      Primeiro que ele não tinha alvará para tal evento!

      Segundo que existe um decreto que deve ser cumprido, onde deve-se evitar, principalmente aglomeração de pessoas!

      Terceiro que os policiais e o delegado estão fazendo seus trabalhos de acordo com as leis vigentes!

      Quarto que não existe ditadura neste pais, faz mais de três décadas, pois vivemos em democracia. O problema é que a maioria dos brasileiros enche a boca para exigir seus direitos, mas não cumpre deveres e nem respeita o próximo!

      E, por fim, Deus não tem culpa das ignorâncias e aberrações que o homem comete. O vereador em questão é uma pessoa culta, que sabe das suas obrigações e errou ao realizar um evento sem a devida autorização. É simples… não precisa desse alarde todo!

      Resposta
    • 1 de maio de 2020 em 21:56
      Permalink

      Temos que nos agarrar sim a Deus, e sou evangélica consciente… tão consciente que sei que preservar o outro tbem faz parte da vida de um bom cristão. Ir para a rua e causar aglomerações em meio a uma pandemia é correto? Se ele não foi consciente não tem capacidade de ser um representante do povo. O pedido é evitar aglomerações em qualquer tipo de ambiente.
      Irresponsável.
      Mas uma pessoa dessa que está sendo investigada pelo MP, só podemos esperar o pior.

      Resposta
  • 1 de maio de 2020 em 13:15
    Permalink

    Envergonhando o nome de Deus. Só falta dizer que isso é perseguição à Igreja. Ai do profeta que falar o que Deus não mandou. Sou Cristã, evangélica. Deixei um recadinho ontem: Vamos copiar o que Montes Claros fez para reabertura das igrejas em Divinópolis. ! Coríntios 14.40 “Porém, que tudo seja realizado com decência e ordem!”

    Resposta
    • 1 de maio de 2020 em 20:40
      Permalink

      vergonhosa, criminosa, irresponsável, ignorante entre outros adjetivos depreciativos, a péssima atitude do vereador Marcós Vinicius. Em plena pandemia, aglutinar pessoas e colocá-las em risco de contaminação.
      e, tudo isso, em nome de Jesus.
      · “Não tomarás em vão o nome do Senhor teu Deus, pois o Senhor não deixará impune quem tomar o seu nome em vão …

      Resposta
  • 1 de maio de 2020 em 12:20
    Permalink

    Teria que ficar preso.Mas o político sabe das leis. Não vai fica,SÓ queria fazer polica

    Resposta
  • 1 de maio de 2020 em 12:17
    Permalink

    Quanta ipocrezia….Depois ele usa isso para garantir os votos dos evangélicos…pura demagogia. Ele conhecê tudo de lei,sabe que isso so tem a garantia de votos. Inresponsal,trata-se de um até criminal.esse deveria ter seu mandato cassado e fica inelegível.

    Resposta
    • 1 de maio de 2020 em 22:00
      Permalink

      Para ver o qto é Cristão… MP está na cola dessa criatura. Acha q está preocupado com a fé? É de dinheiro dos cristãos q ele está preocupado. Irresponsável.

      Resposta
  • 1 de maio de 2020 em 11:54
    Permalink

    Folhetim barato, se informe melhor. Quando a pm chegou ja havia acabado o culto. Duvido que publiquem … rs

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!