CAMARA DE DIVINÓPOLIS: Vereador Kaboja, tal qual Janete esclarece não ser contra o fim do gatilho dos servidores públicos municipais (veja vídeo)


O presidente da Câmara de Vereadores de Divinópolis Rodrigo Kaboja, em vídeo, e abertamente, e não através de oficio enviado pela vereadora Janete Aparecida com rapidez para o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (SINTRAM) para se justificar depois que na noite da última terça-feira (28) o Divinews e o site MPA na manhã desta quarta-feira (29) deram publicidade sobre o oficio da vereadora publicando matérias sobre o assunto.  Kaboja explicou no vídeo: “Na última reunião da Câmara tentaram distorcer uma fala minha me jogando contra os servidores públicos de Divinópolis. Sou e sempre serei a favor de todo debate, mas nunca irei contra quem trabalha pela nossa cidade. Fim do gatilho não!”.

É fato que alguns vereadores, obviamente não todos,  falam e agem nos bastidores de uma forma e posteriormente no plenário se comportam de outra para agradar a população e os eleitores, e que eles ouçam o que lhes sejam agradáveis aos seus ouvidos. E a  votação da emenda de redução dos salários em apenas 25% por uma Emenda da vereadora Janete é um exemplo disso. Nos bastidores foi feito um acordo, que ao ser rompido durante a votação, ensejou no encerramento daquela reunião por falta de quórum, com a justificativa que seria um revide ao presidente da Casa por seu comportamento como magistrado.

 

Ao Divinews, o sindicato (SINTRAM) enviou uma resposta só após ter sido provocado sobre a ação da vereadora. Não foram tão ágeis como o foram quando das declarações do vereador Kaboja, e logo contemporizaram por já ter recebido a justificativa da vereadora Janete.

O que se percebe é que o sindicado, passa a impressão de julgar e se manifestar com dois pesos e duas medidas. De um não ouviu a versão cara a cara,  se baseou no que disse em plenário, de outros aceitou a desculpas e carta de oficio.

Leia a seguir:

“Em resposta ao questionamento do Divinews, a diretoria do Sintram manifesta que é totalmente contra a retirada do gatilho salarial, que é o dispositivo legal, que garante aos servidores, a revisão das perdas salariais em seus vencimentos, que ano a ano é corroído pela inflação. Direito esse garantido a todo o trabalhador brasileiro, para que seu salário mantenha o poder de compra, já que tudo sofre essa revisão inflacionária, como água, luz, aluguel, alimentação, etc.””

“É  preciso deixar claro a população que o gatilho não é aumento salarial, isso o funcionalismo de Divinópolis não vê há anos e o próprio gatilho (revisão salarial) já foi negado pela administração municipal, sendo uma luta ano a ano para a lei ser cumprida, prova disso é que desde 2016 o servidor tem acumulado mais de 8% de achatamento salarial”

“É preciso dar um basta em propostas, que visem lesar o direito do trabalhador à reposição da perda inflacionária em seus salários”

“A diretoria cobra, principalmente nesta situação de pandemia, que a Câmara Municipal seja parceira da população e principalmente do sindicato e esteja ao lado dos servidores na fiscalização e denúncias das diversas situações onde os trabalhadores estão correndo risco, devido à insuficiência e inadequação de Epis, principalmente no setor da saúde, que está na linha de frente do combate à pandemia”

“Além disso, que fiscalize o Executivo, buscando economias reais e justas, a exemplo, a extinção de cabides de emprego, que lotam a Prefeitura sem nenhum retorno à comunidade”

“É uma covardia o presidente da Câmara Municipal propor a retirada de direitos do funcionalismo, categoria essa que sustenta a oferta de serviços vitais para o bom funcionamento do município – cabe destacar que neste momento de pandemia, nossos servidores, vários estão na linha de frente do Covid-19, prestando atendimento na área da saúde, no luto, nos cemitérios, na fiscalização, ou seja, em todas as áreas essenciais da cidade, e muitas vezes sem Epis e colocando a vida em risco”.

“Especificamente, relacionado ao documento da vereadora Janete Aparecida veiculado pelo Divinews, a diretoria informa que em manifestação a presidência do Sintram, na manhã de hoje, a parlamentar em nota disse que está do lado dos servidores e que não compactua com a fala do presidente da Câmara, Rodrigo Kaboja, de retirada do gatilho, a qual ela classificou como uma “injustiça”. Ainda ao sindicato, Janete reafirmou seu apoio aos servidores concursados que, como todo cidadão brasileiro, têm direito ao reajuste garantido por lei”

“Diante disso, o sindicato espera que como Janete e o vereador Roger Viegas, que também manifestou apoio a categoria na manhã de hoje, os demais vereadores rechacem essa injustiça proposta pelo vereador Kaboja ao funcionalismo de Divinópolis”

Diretoria Sintram

Gestão 2019/2022”

 

6 comentários em “CAMARA DE DIVINÓPOLIS: Vereador Kaboja, tal qual Janete esclarece não ser contra o fim do gatilho dos servidores públicos municipais (veja vídeo)

  • 30 de abril de 2020 em 16:51
    Permalink

    Maioria dos vereadores tem indicação de cargo comissionados na prefeitura. Tem que exonerar e acabar com os cabides de emprego definitivamente. Funcionários estuda para concurso e tem curso superior com salários totalmente desproporcionais a sua competência. Vereador e comissionado não é profissão e sim indicação política. Lamentável!

    Resposta
  • 30 de abril de 2020 em 13:18
    Permalink

    Diga se de passagem ficam se debatendo no plenarinho com cofee break de chamar atenção, enquanto isso os servidores pagam pelo pó de cafe, material de limpeza, papel higiênico e outros p ter no minimo conforto nos setores e se não “colaborar” ???

    Resposta
  • 30 de abril de 2020 em 11:23
    Permalink

    “Vocês devem pensar grande para uma cidade grande, propor leis que busquem interesses na área empresarial, geração de emprego, projeto de mobilidade urbana, projetos educacionais, culturais etc…” Parabéns pela colocação. #tamo junto

    Resposta
  • 30 de abril de 2020 em 10:27
    Permalink

    PONTIFICO A TODOS OS SERVIDORES NÃO ESQUECEREM DESTES QUE LUTAM CONTRA NÓS. O VÍDEO COM O VEREADOR KABOJA É CLARO E NÃO ADIANTA FALAR QUE FOI MAL INTERPRETADO , SOBRE A VEREADORA JANETE TAMBÉM FICOU MUITO ESTRANHO O SEU OFICIO, AGORA FICA NESSA LEREIA TODA. PRA BOM ENTENDEDOR UM PINGO É LETRA, ENTÃO GRAVEM ESTES NOMES KABOJA E JANETE VIU SERVIDORES. E OUTRA ESTE NOSSO SINDICADO TAMBÉM JÁ DEU NÉ? A NOSSA CONTRIBUIÇÃO PARA O DIVIPREV PASSOU PARA 14% E O SINDICADO NADA FEZ PARA MUDAR E NÃO QUER FAZER. EXISTE UMA EMENDA NA NOVA REFORMA DA PREVIDÊNCIA DE QUEM GANHA MAIS PAGA MAIS E QUEM GANHA MENOS PAGA MENOS, E O SINDICATO NÃO QUER NEM PROCURAR SABER….OLHO NELES SERVIDORES LOGO VIRAM AS PRÓXIMAS ELEIÇÕES

    Resposta
  • 29 de abril de 2020 em 20:38
    Permalink

    Prezados Kaboja e Janete.

    O que vocês estão propondo, e prejudicar ainda mais o funcionalismo do executivo municipal. E no entendimento de muitos inteligentes e aprovados em concurso público, com curso de educação superior e pós graduação, vai na contra mão da Constituição Federal, em seu artigo 37 e incisos.
    Voces devem pensar grande para uma cidade grande, propor leis que busquem interesses na área empresarial, geração de emprego, projeto de mobilidade urbana, projetos educacionais, culturais etc…

    Vocês estão preocupados com picuinha a funcionário do executivo?

    Para estar vereador, deveriam propor curso superior para a ocupação deste cargo, não bastasse apenas convencer e ganhar votos das pessoa sem esclarecimentos ou pouco conhecimento, com todo o respeito a eles. Mas escolherem representantes com propostas reais, e não prometer elefante voando.

    E mais, as eleições estão chegando, NÃO VAMOS ESQUECER DE VOCÊS, nós funcionários públicos, e também a cidade.Pois se cada funcionário em suas redes socias, encorpar no mínimo 20 pessoas, podemos fazer a diferença no pleito eleitora.

    Portanto, fiquem espertos e se cuidem.

    Abraços aos colegas, SINTRAM, SINTEMD e a todos na mesma proposta.

    BARAK

    Resposta
  • 29 de abril de 2020 em 19:08
    Permalink

    Vergonha os servidores passarem pelo disse me disse de plenarinho, povoado de edis incompetentes mas bem ressarcidos e claro lotando as prefeitura de comissionados indicados pelos mesmos.
    Sindicato faça um ,folder dando nome aos bois e vamos acabar com está farra … eleições chegando!!

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PODCAST: escuta essa!!