BOMBA: Presidente da Câmara de Divinópolis com apoio da Mesa Diretora acaba com salários de vereadores


Entre muitas outras medidas de contenção de despesas da Câmara de Vereadores de Divinópolis, o presidente Rodrigo Kaboja, com o apoio dos vereadores da Mesa Diretora,  Renato Ferreira (primeiro secretário) e Nego do Buriti (segundo secretário) e Ademir Silva (vice-presidente) além de protocolar um Projeto de Lei  nesta terça-feira (14), para ser lido na próxima quinta-feira (16), em uma sessão extraordinária, que se aprovado, posteriormente em uma sessão subsequente, os vereadores eleitos neste ano, ao tomarem posse já na próxima legislatura, a partir de 2021 não terão mais direito a ganhar salários  – A radical proposta partiu também dos vereadores Eduardo Print Junior (PSDB),  Adair Otaviano (MDB) e Ademir Silva (MDB) – Segundo Kaboja, o Legislativo diante da crise está cortando na própria carne adotando outras duras medidas. Determinando uma serie de cortes de despesas , entre as quais  está a exoneração de vários funcionários e a diminuição de despesas administrativas.

Veja comunicado oficial da Diretoria de Comunicação da Câmara de Divinopolis

Câmara de Divinópolis anuncia cortes e contenção de despesas

Extinção de cargos comissionados, corte de lanches para vereadores e suspensão de contratos foram algumas medidas anunciadas pelo presidente Rodrigo Kaboja (PSD); pacote leva em consideração impacto econômico causado pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19)

O presidente da Câmara Municipal de Divinópolis, vereador Rodrigo Kaboja (PSD), anunciou na tarde de hoje (14.abril.2020), um pacote de medidas para contenção de despesas no Poder Legislativo. Dentre as ações previstas, esta a extinção de cargos comissionados, o corte dos lanches dos vereadores, a suspensão de contratos de prestação de serviço, dentre outras medidas administrativas internas. Parte das ações já entrarão em vigor amanhã (15.abril.2020) com a publicação das Portarias nº 60 e nº 61 no Diário Oficial do Município.

De acordo com Kaboja, as medidas de economia e austeridade são necessárias diante do impacto econômico e financeiro causado pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19).  “É um momento de cautela e precisamos mostrar ainda mais austeridade! Tivemos uma redução significativa das contas de água, energia elétrica, dentre outras despesas internas nesse período de suspensão das atividades, bem como com as férias coletivas, onde os funcionários, sem nenhum custo adicional, ficaram em suas casas e usufruíram dos seus direitos. Mas após conversas com os departamentos da Câmara e com os parlamentares, seja por meio de pedidos e demandas sociais, avaliamos e estamos fazendo a nossa parte enquanto representantes eleitos”, afirmou.

O presidente detalhou as medidas. “ De imediato, teremos a extinção de cargos comissionados, conforme a justiça já havia determinado em uma recente decisão; o corte de lanches e bebidas para os vereadores, a suspensão de contratos de prestação de serviço, como é o caso da transmissão via TV das reuniões, verba de publicidade, bem como da manutenção do Painel Eletrônico. Internamente, continuamos estudando novas medidas administrativas visando a redução dos gastos”, acrescentou.

Ainda, de acordo com o chefe do Poder Legislativo, a intenção é mostrar que a Câmara precisa e sempre dará sua contribuição em momentos de crise e dificuldades. “Ainda estou conversando com os vereadores, mas outra mudança proposta é a redução das verbas de gabinete, como material de expediente, telefone, correios e diárias para viagens, e também a questão do salário dos parlamentares para a próxima legislatura, uma vez que para a atual a lei não nos permite nenhuma alteração. Sem nenhum tipo de populismo e demagogia, vamos conversar, dialogar e dar a nossa contribuição nesse momento onde todos estão sendo chamados a se unir e dar sua contribuição’, finalizou.

16 comentários em “BOMBA: Presidente da Câmara de Divinópolis com apoio da Mesa Diretora acaba com salários de vereadores

  • 22 de abril de 2020 em 07:13
    Permalink

    Jogada de mestre!!! Ansiosa para os próximos capítulos.

    Resposta
  • 20 de abril de 2020 em 09:55
    Permalink

    Muito bem!Tomara que os usentoes de plantão não vetam a proposta,depois votam outras propostas pra atual crise também!

    Resposta
  • 16 de abril de 2020 em 14:09
    Permalink

    pilantras so porque nao vao ser eleitos ,
    corta o salario desde ja e vejam se passa.

    Resposta
  • 15 de abril de 2020 em 13:06
    Permalink

    Parabéns! Isso é exemplo de reconhecimento e solidariedade.

    Resposta
  • 14 de abril de 2020 em 21:52
    Permalink

    Gostaria saber se este Presidente e demais Vereadores vão devolver todos os salarios que receberam neste mandato , diarias e todos beneficios , ou isso é apenas uma jogada para tentar chegar a Prefeitura no cargo de Prefeito ? O bonito seria ter sido anunciado que vão devolver centavo por centavo , agora querem cortar salarios de quem ainda se quer foram eleitos ? Esta ai não ficou bem , Sr Presidente e demais Vereadores !!!

    Resposta
  • 14 de abril de 2020 em 16:27
    Permalink

    Porque na atual legislatura, ao receberem seus salários não repassem para instituições filantrópicas para ajuda nesse momento de dificuldade??? Já a partir do próximo salário? E mais, aguardo para ver quem vai encarar a reeleição com zero salário.

    Resposta
  • 14 de abril de 2020 em 16:14
    Permalink

    Isto é canalhice tem fazer isto e apartir de hj

    Resposta
  • 14 de abril de 2020 em 16:09
    Permalink

    parabéns KABOJJA, vamos ver quem tem coraje de verdade pra votar este projeto,

    Resposta
  • 14 de abril de 2020 em 14:23
    Permalink

    Parabéns! Prefeitura também tem que cortar gastos, exoneração de todos os cargos comissionados, cortes de gratificações e corte de 70% salário do primeiro escalão, prefeito e vice prefeito.

    Resposta
  • 14 de abril de 2020 em 14:04
    Permalink

    Parabém ao presidente e aos vereadores que estão tomando essa decisão,se é para o bem do município,todo o sacrifício é louvável e reconhecido pelo povo

    Resposta
  • 14 de abril de 2020 em 13:51
    Permalink

    Lamentável a postura de péssimo políticos, que não fez nada a não ser criar uma articulação para o mal. Concordo que tem que haver muitas mudanças tanto no executivo quanto legislativo, mas tome decisões que afete a sua legislatura. Esta meda diretora já sabe que não tem chances de ganhar nas próximas eleições.

    Resposta
  • 14 de abril de 2020 em 13:46
    Permalink

    O título não deveria ser vereador acaba com salários, uma vez que não foi votado ,foi somente protocolado o projeto de lei.O que acho muito improvável de acontecer uma vez que o msm aumentou a verba pra gastos com lanches absurdos com justificativa mais abrsusas ainda .

    Resposta
  • 14 de abril de 2020 em 13:37
    Permalink

    Ótimo,o presidente da câmara está certo todos tem que ajudar, parabéns pela atitude

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

6  +  4  =