CORONAVIRUS: “Quem está contra o isolamento social presta um desserviço à humanidade”, lamenta o vice-prefeito de Divinópolis


Rinaldo Valério, vice-prefeito de Divinópolis em um vídeo gravado nesta última quarta-feira (01), após a reunião realizada na FIEMG, do Comitê de Enfrentamento ao Covid-19, fez vários alertas sobre a pandemia. O mais importante foi direcionado aos descrentes que teimam em querer que neste momento o comercio seja aberto e a vida volte à normalidade, Rinaldo afirmou que o pico da doença ocorrerá mais para o final de abril e maio. “Em Divinópolis temos 13 casos confirmados e possivelmente uma morte” – Rinaldo ao ser questionado em um grupo de WhatsApp, disse que sabia que o seu vídeo ia gerar reação dos empresários que compõe aquele grupo, e que o seu depoimento no vídeo não era o que eles gostariam de ouvir. Porém, a sua fala tem embasamento cientifico. Disse ainda que, se o Brasil não levar o COVID-19 a sério o país corre o risco de ter uma situação pior do que a China, Itália e Espanha.

Segundo o vice-prefeito que é médico, vários países não deram a verdadeira importância para a gravidade dessa doença, e muitos governantes foram contra o isolamento social, e depois da tragédia instalada reconheceram seus erros, pediram desculpas e decretaram o isolamento social.

Rinaldo afirma que é preciso aprender com os erros dos outros e não repeti-los. O pico da doença no Brasil será em abril e maio, e não teremos leitos hospitalares.

Vocês têm que entender que quando falamos em colapso da saúde, é que se não fizermos o isolamento social, se não achatarmos a curva, haverá uma saturação nos leitos hospitalares, não haverá mortes apenas de pacientes com coronavírus, pacientes infartados, com AVC, acidentes de trânsito, todos esses que teriam uma grande chance de se recuperar no CTI vão morrer, porque não haverá vagas no CTI.

O COVID-19 é uma doença que não mata só idosos. Em São Paulo, morreu um jovem maratonista de 26 anos, mas as pessoas do maior risco são os idosos, diabéticos, hipertensos, e os monos suprimidos.

Estamos preocupados com tudo isso, estamos construindo um hospital de campanha na UPA, para 40 leitos, sendo no mínimo 20 para CTI. Na clínica Bento Menni, também vamos construir um hospital de campanha para 30 a 40 leitos; e o hospital São João de Deus está conseguindo mais vagas do CTI.

O Secretário de saúde Amarildo e sua equipe estão trabalhando muito para esta causa, mas tudo isso será insuficiente se nós, a população, não fizermos a nossa parte. Temos que ficar em casa.

Muitos estão preocupados com a economia, e não tiro a razão dessas pessoas. Mas cabe ao Governo Federal tomar as condutas necessárias para amenizar essa questão. O mais importante é nos preocuparmos com a vida, frear a disseminação do vírus. Vidas perdidas não serão recuperadas, a economia sim.

A OMS, o Ministério da Saúde e todos os líderes mundiais que sofrem com essa pandemia, recomendam o isolamento social. Não podemos ir na contramão, quem está contra o isolamento social está fazendo um desserviço à humanidade.

No Brasil, quase 7 mil casos confirmados. E eu tenho certeza que esse número é muito maior, porque só fazemos exames nos pacientes graves. A primeira morte foi dia 17 de março, nos 13 dias seguintes, foram 140 óbitos, se compararmos com a Itália, o país que mais sofre com as mortes pelo coronavírus, nesses 13 dias, foram 107 mortes, poderemos ter uma tragédia maior do que a da Itália, se pararmos com o isolamento social.

Em Divinópolis, a cidade que teve o primeiro caso em Minas Gerais, já são 13 casos e provavelmente uma morte. Fizemos a reunião do comitê do COVID-19, para esclarecer aos empresários e à população que vamos manter o isolamento social, porque temos certeza que tomamos a conduta certa no momento certo. Primeiro a vida, fiquem em casa, já estamos tendo resultado com esse isolamento social. Nossa riqueza maior é a vida.

 

3 comentários em “CORONAVIRUS: “Quem está contra o isolamento social presta um desserviço à humanidade”, lamenta o vice-prefeito de Divinópolis

  • 3 de abril de 2020 em 12:02
    Permalink

    Não tem nenhum comerciante querendo reabrir lojas pensando em lucros e sim preocupados com seus boletos que já estão vencidos desde dia 20\03 e tem prazo para pagamento e não foi tomada nenhuma medida para parar de correr esses prazos que não sendo pagos irão ser protestados no cartório e dai o lojista fica com restrição e não consegue empréstimo junto aos bancos na hora que forem disponibilizados então porque o governo federal não solta um decreto prorrogando todos boletos para mais 30 dias?

    Resposta
  • 2 de abril de 2020 em 21:28
    Permalink

    Aproveita que voltou p a mídia e descarta os comissionados dando um fôlego para vivenciar está pandemia !

    Resposta
  • 2 de abril de 2020 em 18:39
    Permalink

    Nem sabia que Divinópolis tinha vice prefeito… pq prefeito mesmo não tem…

    Resposta

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

59  −  56  =  

PODCAST: escuta essa!!